0

Netflix derrete no pré-mercado; projeção de novos assinantes decepciona

internacional

Netflix derrete no pré-mercado; projeção de novos assinantes decepciona

Para o 1º trimestre, a Netflix espera a adição de 2,5 milhões de assinantes, menos do que os 4 milhões registrados no mesmo período de 2021

Netflix derrete no pré-mercado; projeção de novos assinantes decepciona
maria-luiza

Atualizado há 4 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 20 de janeiro – As ações da Netflix derretem no pré-mercado americano com as projeções de desaceleração no crescimento da base de novos assinantes para o primeiro trimestre e de queda na margem operacional para este ano, segundo informou o balanço financeiro referente ao quarto trimestre de 2021 da companhia.

Perto das 9h, os papéis da empresa de streaming despencavam 19,18%, a US$410,79. A ação pressionava o índice futuro da Nasdaq, que caía 0,90% no mesmo horário.

A Netflix registrou lucro líquido de US$1,33 por ação no quarto trimestre de 2021, acima do consenso de US$0,82, e receita líquida de US$7,71 bilhões no período, em linha com as expectativas do mercado.

Porém, para o primeiro trimestre de 2022, a empresa espera a adição de 2,5 milhões de assinantes, menos do que os 4 milhões registrados no mesmo período de 2021.

De outubro a dezembro do ano passado, foram adicionados 8,28 milhões de assinantes pagos à Netflix, o que levou o total de assinantes a 221,8 milhões — alta de 8,9% na base anual, frente aos 8,5 milhões do quarto trimestre de 2020.

“Embora a retenção e o engajamento permaneçam saudáveis, o crescimento das aquisições ainda não voltou a acelerar para os níveis pré-covid. Achamos que isso pode ser devido a vários atores, incluindo o atual surto de covid e dificuldades macroeconômicas em várias partes do mundo, como a América Latina”, informou a companhia em comunicado.

Após apresentar crescimento sólido nas margens dos últimos dois anos, com uma média de quatro pontos percentuais, a projeção para 2022 não agradou —saindo de 20,9% para 19% a 20%, supondo que não haja oscilações materiais na cotação atual de moedas estrangeiras.

Peso do dólar

A Netflix explicou que a valorização significativa do dólar em relação à maioria das outras moedas impactou suas margens, já que 60% da receita da empresa vem de fora dos Estados Unidos.

“Estimamos que a valorização do dólar americano nos últimos seis meses nos custou cerca de US$1 bilhão em receitas previstas para 2022 — não fazemos hedge. Com a grande maioria de nossas despesas em dólares americanos, isso se traduz em um impacto negativo estimado de dois pontos percentuais em nossa margem operacional em 2022”, informou a companhia.

Texto: Maria Luiza Dourado
Edição: Gabriela Guedes e Stéfanie Rigamonti
Imagem: Vinicius Martins / Mover

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.