0

Payroll de dezembro frustra mercado, mas desemprego nos EUA fica abaixo de 4%

internacional

Payroll de dezembro frustra mercado, mas desemprego nos EUA fica abaixo de 4%

O relatório Payroll mostrou que os EUA criou em dezembro menos da metade dos empregos urbanos apontados pelo consenso do mercado

Payroll de dezembro frustra mercado, mas desemprego nos EUA fica abaixo de 4%
guilherme-maradei-dogo

Atualizado há 5 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 7 de janeiro – O relatório de emprego urbano dos Estados Unidos, conhecido como Payroll, em dezembro frustrou o consenso de mercado, criando metade das vagas esperadas, mas a taxa de desemprego voltou a ficar abaixo de 4% e o pagamento de salário médio subiu, dando fôlego para as apostas de alta de juros pelo Federal Reserve, banco central americano, neste trimestre.

Segundo dados do Departamento de Comércio americano, foram criadas 199 mil vagas em dezembro, ante o consenso de 400 mil. Essa foi a menor taxa de 2021. Os dados de novembro foram revisados para cima, de 210 mil para 249 mil vagas. No acumulado do ano, o Payroll aponta criação de 6,364 milhões de contratações, com média de 537 mil por mês.

 

Payroll de dezembro e variante ômicron

O Payroll, elaborado nas duas primeiras semanas de dezembro, ainda traz pouco impacto da variante ômicron, que deverá ficar mais claro nos dados de janeiro. Alguns estados americanos voltaram a suspender aulas presenciais, o que pode voltar a prejudicar a retomada do emprego.

Segundo o relatório, o salário médio aumentou 0,60% em dezembro, acima do consenso de 0,40%. Na comparação anual, o aumento foi de 4,70%. Isso implica em pressão inflacionária maior, pois os mesmos empregos estão pagando mais, significando mais consumo.

Moisés Beida, contribuidor do TC, avaliou que esses dados salariais é que pressionaram o dólar e o rendimento dos Treasuries americanos logo após a divulgação dos dados, pois colocam mais pressão no Fed por aumento de juros.

Já a taxa de desemprego surpreendeu positivamente, recuando 0,3 ponto percentual, para 3,9%. O número de desempregados caiu 483 mil, chegando a 6,3 milhões de americanos. Antes da pandemia, a taxa se encontrava em 3,5%, atingindo 5,7 milhões de cidadãos.

Reação do mercado

O relatório Payroll é o indicador do mercado de trabalho americano mais esperado e costuma deixar os mercados globais mais voláteis desde antes mesmo da publicação.

Perto das 11h30, o rendimento dos Treasuries americanos de dez anos subia 1,3 pontos-base, atingindo 1,746%. Os índices futuros de ações americanos, que eram estáveis, passaram a cair puxados pelo Nasdaq 100, que perdia 0,09%, enquanto S&P500 e Dow Jones recuavam 0,04% e 0,12%, respectivamente.

O Ibovespa, que abriu perto da estabilidade, passou a subir e o dólar futuro caía 0,03%, a R$5,713.

Texto: Guilherme Dogo
Edição: Lucia Boldrini e Letícia Matsuura
Imagem: Mover

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.