0

Agenda de investimentos 2021: Pobreza pós-covid

mercados

Agenda de investimentos 2021: Pobreza pós-covid

Agenda de investimentos 2021: Pobreza pós-covid
tcuser

Atualizado há mais de 1 ano

Ícone de compartilhamento

O governo federal mais do que compensou a perda de renda de trabalho da camada mais pobre dos brasileiros com o pagamento do auxílio emergencial, de pelo R$600, para trabalhadores informais e população vulnerável entre abril e outubro. O benefício acabou reduzindo o nível de pobreza extrema, em junho, para o menor índice em 40 anos.

Essa consequência positiva do programa emergencial contra o impacto social do coronavírus pode elevar a pressão sobre a agenda de assistência social do governo para o pós-pandemia. Segundo o Banco Mundial, a transferência de renda implementada na forma do auxílio emergencial mais do que compensa o impacto da pandemia nos quintis de baixa e baixíssima renda, elevando-a para os 40% mais pobres da população. E até o Fundo Monetário Internacional alertou para o impacto social do fim do benefício.  

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.