0

Análise: Super Quarta tem decisões que podem impactar os investimentos

mercados

Análise: Super Quarta tem decisões que podem impactar os investimentos

Nesta Super Quarta, o Federal Reserve, Fed, e o Banco Central brasileiro anunciarão os próximos passos para a política monetária. Confira!

Análise: Super Quarta tem decisões que podem impactar os investimentos
fernanda-mansano

Atualizado há 8 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 22 de setembro – Conhecido como Super Quarta, hoje será um dia de aguardadas decisões tanto do Federal Reserve, o banco central americano, como do Banco Central do Brasil. Acontecem reuniões, em que serão anunciados os próximos passos para a política monetária.

Na economia americana, a expectativa é de manutenção dos juros, enquanto que para a economia doméstica, elevação de um ponto percentual. Contudo, mais do que a definição da taxa de juros, os investidores devem estar atentos ao comunicado de ambas autarquias monetárias.

Nos EUA, atenção à retirada de estímulos

O presidente do Fed, Jerome Powell, deverá abordar a atual conjuntura econômica, que ainda reflete consequências da pandemia na maior economia do mundo. A inflação do Estados Unidos está na casa dos 5% ao ano e a taxa de desemprego alcança nível maior que o patamar pré-pandêmico.

Por isso, será importante observar a mensagem sobre a continuidade ou o recuo das políticas de estímulo econômico. Ainda que haja o anúncio da diminuição das compras mensais dos títulos americanos para a próxima reunião, em novembro, certamente a expectativa é de uma mensagem positiva quanto à recuperação da economia, embora os juros só comecem a subir em 2023.

Manutenção do ciclo de alta da Selic

Por aqui, o cenário é de continuidade do ciclo de alta da taxa básica de juros, a Selic. Espera-se elevação de um ponto percentual, para 6,25%, chegando até o fim de 2021 em 8,25%. Na visão de especialistas, o cenário de inflação tem se deteriorado no curto prazo.

Entretanto, economistas levantam alguns pontos que podem convergir a inflação para a meta nos próximos anos: normalização das cadeias produtivas, mitigando eventuais pressões inflacionárias; redução do ritmo de crescimento das grandes economias; e os efeitos da política monetária, com a alta dos juros em uma economia com capacidade ociosa.

E os investimentos?

Dessa forma, o investidor deverá estar atento, nesta Super Quarta, à mensagem sobre os próximos passos da política monetária. Um tom mais brando, ou “dovish”, sinaliza que a liquidez continuará nos mercados, sendo positivo para os ativos de risco. Já um tom mais duro, ou “hawkish”, sinalizando o aperto monetário, poderá gerar uma rotação para ativos mais seguros.

Texto: Fernanda Mansano
Edição: Gabriel Ponte, Anderson Lima e Stéfanie Rigamonti
Arte: Vinícius Martins / Mover


Leia também

Aumento da Selic não deve impactar os fundos imobiliários, diz diretor da Sequoia

Ibovespa tem alta firme, puxado pela Vale; mercado está de olho em Fomc e Copom

Ações da Méliuz devem manter movimento de alta, dizem especialistas

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.