0

Ano complexo começa em tom otimista; no radar, Georgia, leilões e vírus: Espresso

mercados

Ano complexo começa em tom otimista; no radar, Georgia, leilões e vírus: Espresso

As bolsas na Austrália e na China lideraram a tendência de alta no primeiro dia útil do ano nos grandes centros financeiros globais.

Ano complexo começa em tom otimista; no radar, Georgia, leilões e vírus: Espresso
tcuser

Atualizado há mais de 1 ano

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 4 de janeiro – As bolsas na Austrália e na China lideraram a tendência de alta no primeiro dia útil de 2021 nos grandes centros financeiros globais. Um bom dia, e que 2021 seja um ano prospero e com boa saúde para todos vocês. 

Apesar de o Ano Novo iniciar em grande estilo na esfera das commodities e dos ativos de risco, os desafios que aguardam o investidor não são poucos. Prova disso é a queda registrada na bolsa de Tóquio, apesar de uma leitura final melhor do que o esperado nos índices de compras de gerentes, conhecidos como PMIs, de manufatura e a alta nos índices chineses apesar da decepcionante leitura do mesmo indicador calculado pela Caixin. 

Claro, não é a nossa intenção ler muita coisa além do que faça sentido, mas esse temor com o desconhecido – inflação, fechamentos, instabilidade socioeconômica – que tem ajudado o mundo das criptomoedas chama a atenção dos investidores desde a segunda metade do mês.

O aumento incrível do Bitcoin, que quase tocou os US$35 mil duas semanas depois de ultrapassar os US$20 mil é uma fiel amostra de que começamos 2021 temerosos de muitas coisas, não de uma única. O dólar americano em queda favorece o ouro. 

O petróleo Brent retoma seu maior patamar em quase dez meses. Gestores, analistas e economistas debatem no momento qual é, na visão deles, o nível apropriado de medo imperante nos mercados financeiros. 

Expectativa por decisão do Senado da Geórgia pode aumentar volatilidade

Os relatos de mais restrições à atividade econômica no Reino Unido, Japão e Alemanha, entre outros, junto com os riscos políticos, como o que a decisão senatorial de amanhã no estado americano da Geórgia traz ao cenário institucional norte-americano, devem aumentar a volatilidade. 

O barulho político criado pelo pedido pouco ortodoxo por parte do presidente americano Donald Trump para encontrar os votos necessários para mudar o resultado da eleição presidencial nesse estado pode contaminar essa decisão. A conferir.

Texto: TC Mover
Edição: Letícia Matsuura
Imagem: TC Mover

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.