0

Ata do Copom faz mercado apostar em alta maior da taxa Selic

mercados

Ata do Copom faz mercado apostar em alta maior da taxa Selic

Ata do Copom mais dura que o esperado fez o mercado ampliar as apostas de aceleração de alta da taxa Selic já em agosto. Leia mais!

Ata do Copom faz mercado apostar em alta maior da taxa Selic
tcuser

Atualizado há 11 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 22 de junho – A ata do Copom, o Comitê de Política Monetária, veio mais dura do que o esperado, ampliando as apostas do mercado de aceleração da alta da taxa básica de juros, a taxa Selic, a partir da próxima reunião em agosto. O documento sinaliza juro acima do patamar neutro, segundo avaliação de economistas.

 

Itaú Unibanco projeta alta da taxa Selic em 1 ponto percentual na reunião de agosto

O Itaú Unibanco diz que a ata do Copom, divulgada hoje, “indica um ritmo mais rápido de normalização monetária”. Por isso, passou a ver um aumento de 1 ponto percentual na taxa Selic em 4 de agosto, dos atuais 4,25% para 5,25%.

Além disso, a equipe liderada por Mario Mesquita entende que, nas reuniões seguintes, o Copom optará por uma alta de 0,75 ponto percentual em setembro e outra de meio ponto em outubro, o que levará a taxa a 6,50% no fim do ano, quando eles acreditam que o ciclo de alta será encerrado.

 

Economista prevê taxa Selic a 7,00% em 2021 após ata do Copom

Para o banco Fator, a ata do Copom fortalece o viés de elevação da taxa Selic para nível superior ao considerado neutro. Além disso, o documento revela a intenção de novas altas nas próximas reuniões, sem interrupção e no mesmo ritmo.

Para o economista-chefe do Fator, Francisco de Lima Gonçalves, a taxa básica de juros deve terminar o ano em 7,00%. O valor fica acima do juro considerado neutro, ou seja, em um patamar contracionista para a atividade econômica.

 

Ata do Copom mostra que balanço de riscos da inflação é altista, segundo analista

Já Felipe Sichel, estrategista-chefe do banco digital Modalmais, avalia que a ata do Copom mostra que o balanço de riscos da inflação é altista e que o comitê levantou a possibilidade de uma elevação dos juros em 1 ponto percentual já na reunião de junho. “Apesar de indicarem uma nova alta de 0,75 ponto percentual para agosto, a chance de um aumento em 1 ponto ganhou ainda mais força”, destaca.

Para o Banco Bradesco, a expectativa de que os juros cheguem a 6,50% ao final de 2022 deve ser antecipada para este ano.

 

Bank of America espera que taxa Selic termine 2021 acima do juro neutro

Já o Bank of America espera agora que o Banco Central “aumente o ritmo de alta e entregue dois aumentos de 1 ponto em agosto e setembro, seguido por um aumento de meio ponto em outubro e um aumento final de 0,25 ponto percentual em dezembro, com a Selic atingindo 7,00%, acima do juro neutro. Antes da ata do Copom, o banco via a taxa Selic fechar 2021 em 6,50%.

Com as novas apostas, os juros futuros, DIs, mais curtos passaram a ampliar as altas. Perto das 14h35, o juro para 2022 ganhava 14 pontos-base, para 5,720%. A taxa para 2023 ia aos 7,250%, com avanço de 14 pontos-base. Já a taxa para 2024 registrava aumento de 10 pontos-base.

Texto: Bárbara Leite
Edição: Guilherme Dogo e João Pedro Malar
Arte: TC Mover


Leia também

MP da Eletrobras segue para sanção presidencial

Copom cogitou acelerar alta da taxa Selic em junho, diz ata

Mercado instável espera fala de Jerome Powell e ata do Copom: Espresso

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.