0

Banco Inter oferece home broker gratuito para crescer em investimentos

mercados

Banco Inter oferece home broker gratuito para crescer em investimentos

Banco Inter oferece home broker gratuito para crescer em investimentos
tcuser

Atualizado há mais de 3 anos

Ícone de compartilhamento

O Banco Inter, cuja ação mais do que dobrou desde a sua listagem em maio, está replicando sua exitosa estratégia de varejo bancário na sua plataforma de investimentos: cobre pouco ou nada por alguns serviços para fidelizar sua base.

 

Em evento celebrado hoje na B3, em São Paulo, o diretor-presidente do único banco digital listado no país, João Vítor Menin, disse que a nova plataforma do Banco Inter oferecerá home broker gratuito por qualquer quantidade de ordens, serviços de câmbio e quase duas dúzias de fundos de investimento e de previdência privada. Foi assim que o banco mineiro conseguiu abrir quase 1,4 milhão de contas no ano – abrindo mão da cobrança de taxas de administração – e pode mais do que dobrar esse número em 2019.

 

A plataforma permite que os quase 100.000 clientes do Banco Inter que investem no banco possam comprar e vender ativos de renda fixa como Letras de Crédito Agrícola e Imobiliário, conhecidas como LCAs e LCIs, aplicar em alguns do melhores fundos de investimento ou fazer investimentos em ações e derivativos de ações. Até o momento, pouco mais de 1,5 mil desses clientes têm o banco como custodiante das suas ações.

 

A estratégia, liderada por Menin e Rafael Rodrigues, um executivo vindo da Rio Bravo Investimentos, no momento foca mais em experiência do cliente e escalamento da base de clientes do Inter do que em rentabilidade. Para Menin, o fato que a taxa básica de juros Selic deva permanecer por mais tempo nas mínimas históricas, na esteira de uma inflação baixa e estabilidade macroeconômica, “faz que não haja um outro caminho para a pessoa física ou o investidor de varejo que investir no mercado de capitais”.

 

“Nosso desenvolvimento absorveu muito do que os nossos clientes falam nas redes sociais do banco, o consumidor que sempre teve que lidar com um produto caro. Esse feedback possibilitou que a gente oferecesse uma plataforma acessível e boa para o mercado,” disse.

 

Parte desse custo menor para o cliente também deve vir do fato de que o Banco Inter deseja abdicar da figura do agente autônomo – popularizado pela XP Investimentos e abraçado pela plataforma de investimentos digital do BTG Pactual, disse Rodrigues em entrevista à TC News. “Desintermediar a oferta de produtos é bom, porque você evita conflitos de interesse com os autônomos e termina afinando o produto até conhecer bem seu cliente.”

 

Rodrigues disse que a plataforma usará análise de dados para orientar o cliente o melhor possível. A plataforma deve selecionar o tipo de cliente por montante de capital investido, permitindo oferecer produtos mais customizados, ele disse.

 

Diferentemente dos concorrentes XP e BTG Pactual, que são uma corretora-gestora e um banco de investimentos, o Inter oferece serviços gratuitos pelo seu baixo custo fixo – não tem agências, – que é mais do que remunerado pelo retorno da aplicação dos depósitos dos clientes, os juros cobrados dos empréstimos e as taxas de alguns dos serviços prestados.

 

No evento, Menin anunciou que, na área de seguros e previdência, a plataforma do Inter distribuirá fundos PGBL e VGBL em parceria com a Icatu Seguros.

 

  • O papel PN do Banco Inter avançava 1,51% a R$40,25, acumulando alta de 117% desde o IPO em maio.
relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.