IBOV

106.419,53 pts

-2,11%

SP500

4.577,73 pts

+0,07%

DJIA

35.788,13 pts

+0,09%

NASDAQ

15.571,04 pts

+0,07%

IFIX

2.693,64 pts

-0,53%

BRENT

US$ 86,14

-0,30%

IO62

¥ 714,00

+2,00%

TRAD3

R$ 5,39

-10,16%

ABEV3

R$ 15,16

-0,72%

AMER3

R$ 32,40

-5,56%

ASAI3

R$ 15,95

-1,11%

AZUL4

R$ 26,90

-8,37%

B3SA3

R$ 12,15

-5,74%

BIDI11

R$ 39,82

-5,68%

BBSE3

R$ 22,17

-1,20%

BRML3

R$ 6,97

-4,12%

BBDC3

R$ 17,28

-2,31%

BBDC4

R$ 20,29

-2,26%

BRAP4

R$ 51,89

-1,42%

BBAS3

R$ 29,20

-1,05%

BRKM5

R$ 57,03

+1,78%

BRFS3

R$ 20,98

-3,45%

BPAC11

R$ 22,56

-3,42%

CRFB3

R$ 17,17

+0,17%

CCRO3

R$ 11,42

-3,79%

CMIG4

R$ 13,37

-0,74%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,30

-6,88%

COGN3

R$ 2,51

-7,03%

CPLE6

R$ 6,07

-2,09%

CSAN3

R$ 20,72

-4,38%

CPFE3

R$ 25,80

+0,78%

CVCB3

R$ 16,91

-6,83%

CYRE3

R$ 14,61

-5,06%

ECOR3

R$ 8,50

-2,63%

ELET3

R$ 36,18

-1,25%

ELET6

R$ 35,90

-0,55%

EMBR3

R$ 23,17

-3,93%

ENBR3

R$ 19,67

+2,23%

ENGI11

R$ 40,42

-4,37%

ENEV3

R$ 14,07

-3,49%

EGIE3

R$ 38,51

-0,41%

EQTL3

R$ 23,91

-0,41%

EZTC3

R$ 18,63

-7,63%

FLRY3

R$ 19,73

-1,79%

GGBR4

R$ 28,05

+0,32%

GOAU4

R$ 13,04

+1,08%

GOLL4

R$ 16,18

-5,93%

NTCO3

R$ 40,56

-0,22%

HAPV3

R$ 11,53

-2,70%

HYPE3

R$ 28,02

-2,53%

IGTA3

R$ 29,11

-3,70%

GNDI3

R$ 65,29

-1,43%

IRBR3

R$ 4,86

-3,76%

ITSA4

R$ 10,47

-1,87%

ITUB4

R$ 23,74

-1,08%

JBSS3

R$ 36,89

-0,75%

JHSF3

R$ 5,26

-5,73%

KLBN11

R$ 23,87

-1,36%

RENT3

R$ 45,50

-6,16%

LCAM3

R$ 20,13

-6,50%

LWSA3

R$ 19,67

-6,06%

LAME4

R$ 5,14

-6,03%

LREN3

R$ 31,49

-4,13%

MGLU3

R$ 11,98

-2,91%

MRFG3

R$ 24,61

-0,84%

BEEF3

R$ 8,94

-3,45%

MRVE3

R$ 10,41

-4,40%

MULT3

R$ 17,30

-4,20%

PCAR3

R$ 25,93

-3,67%

PETR3

R$ 29,27

-1,14%

PETR4

R$ 28,76

-0,96%

BRDT3

R$ 22,03

+0,59%

PRIO3

R$ 27,15

-0,98%

QUAL3

R$ 17,98

-1,74%

RADL3

R$ 22,06

-1,51%

RAIL3

R$ 16,29

-2,68%

SBSP3

R$ 35,56

-1,63%

SANB11

R$ 35,07

-1,90%

CSNA3

R$ 24,43

-6,39%

SULA11

R$ 25,48

-1,73%

SUZB3

R$ 50,45

-1,98%

TAEE11

R$ 36,72

-1,29%

VIVT3

R$ 44,79

-0,20%

TIMS3

R$ 11,58

-3,25%

TOTS3

R$ 33,40

+0,06%

UGPA3

R$ 13,23

-3,57%

USIM5

R$ 14,22

-3,13%

VALE3

R$ 76,18

-1,06%

VIIA3

R$ 6,66

-6,06%

WEGE3

R$ 39,66

+0,27%

YDUQ3

R$ 21,10

-5,59%

IBOV

106.419,53 pts

-2,11%

SP500

4.577,73 pts

+0,07%

DJIA

35.788,13 pts

+0,09%

NASDAQ

15.571,04 pts

+0,07%

IFIX

2.693,64 pts

-0,53%

BRENT

US$ 86,14

-0,30%

IO62

¥ 714,00

+2,00%

TRAD3

R$ 5,39

-10,16%

ABEV3

R$ 15,16

-0,72%

AMER3

R$ 32,40

-5,56%

ASAI3

R$ 15,95

-1,11%

AZUL4

R$ 26,90

-8,37%

B3SA3

R$ 12,15

-5,74%

BIDI11

R$ 39,82

-5,68%

BBSE3

R$ 22,17

-1,20%

BRML3

R$ 6,97

-4,12%

BBDC3

R$ 17,28

-2,31%

BBDC4

R$ 20,29

-2,26%

BRAP4

R$ 51,89

-1,42%

BBAS3

R$ 29,20

-1,05%

BRKM5

R$ 57,03

+1,78%

BRFS3

R$ 20,98

-3,45%

BPAC11

R$ 22,56

-3,42%

CRFB3

R$ 17,17

+0,17%

CCRO3

R$ 11,42

-3,79%

CMIG4

R$ 13,37

-0,74%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,30

-6,88%

COGN3

R$ 2,51

-7,03%

CPLE6

R$ 6,07

-2,09%

CSAN3

R$ 20,72

-4,38%

CPFE3

R$ 25,80

+0,78%

CVCB3

R$ 16,91

-6,83%

CYRE3

R$ 14,61

-5,06%

ECOR3

R$ 8,50

-2,63%

ELET3

R$ 36,18

-1,25%

ELET6

R$ 35,90

-0,55%

EMBR3

R$ 23,17

-3,93%

ENBR3

R$ 19,67

+2,23%

ENGI11

R$ 40,42

-4,37%

ENEV3

R$ 14,07

-3,49%

EGIE3

R$ 38,51

-0,41%

EQTL3

R$ 23,91

-0,41%

EZTC3

R$ 18,63

-7,63%

FLRY3

R$ 19,73

-1,79%

GGBR4

R$ 28,05

+0,32%

GOAU4

R$ 13,04

+1,08%

GOLL4

R$ 16,18

-5,93%

NTCO3

R$ 40,56

-0,22%

HAPV3

R$ 11,53

-2,70%

HYPE3

R$ 28,02

-2,53%

IGTA3

R$ 29,11

-3,70%

GNDI3

R$ 65,29

-1,43%

IRBR3

R$ 4,86

-3,76%

ITSA4

R$ 10,47

-1,87%

ITUB4

R$ 23,74

-1,08%

JBSS3

R$ 36,89

-0,75%

JHSF3

R$ 5,26

-5,73%

KLBN11

R$ 23,87

-1,36%

RENT3

R$ 45,50

-6,16%

LCAM3

R$ 20,13

-6,50%

LWSA3

R$ 19,67

-6,06%

LAME4

R$ 5,14

-6,03%

LREN3

R$ 31,49

-4,13%

MGLU3

R$ 11,98

-2,91%

MRFG3

R$ 24,61

-0,84%

BEEF3

R$ 8,94

-3,45%

MRVE3

R$ 10,41

-4,40%

MULT3

R$ 17,30

-4,20%

PCAR3

R$ 25,93

-3,67%

PETR3

R$ 29,27

-1,14%

PETR4

R$ 28,76

-0,96%

BRDT3

R$ 22,03

+0,59%

PRIO3

R$ 27,15

-0,98%

QUAL3

R$ 17,98

-1,74%

RADL3

R$ 22,06

-1,51%

RAIL3

R$ 16,29

-2,68%

SBSP3

R$ 35,56

-1,63%

SANB11

R$ 35,07

-1,90%

CSNA3

R$ 24,43

-6,39%

SULA11

R$ 25,48

-1,73%

SUZB3

R$ 50,45

-1,98%

TAEE11

R$ 36,72

-1,29%

VIVT3

R$ 44,79

-0,20%

TIMS3

R$ 11,58

-3,25%

TOTS3

R$ 33,40

+0,06%

UGPA3

R$ 13,23

-3,57%

USIM5

R$ 14,22

-3,13%

VALE3

R$ 76,18

-1,06%

VIIA3

R$ 6,66

-6,06%

WEGE3

R$ 39,66

+0,27%

YDUQ3

R$ 21,10

-5,59%

Atualizado há mais de 2 anos

Ícone de compartilhamento

Essa semana, especialmente a quarta-feira, será crucial para medir o sentimento do mercado para o segundo trimestre e para saber se o Ibovespa ultrapassará, finalmente, a simbólica barreira dos 100 mil pontos. Com o presidente Jair Bolsonaro nos Estados Unidos em visita oficial e a equipe econômica ainda analisando a proposta de mudança das aposentadorias dos militares, as decisões de taxas de juros no Brasil e nos Estados Unidos, ambas no dia 20 de março, podem trazer boas notícias ou mais volatilidade.

 

Só 0,9% separam o índice Bovespa da marca histórica. Há, por um lado, a impressão de que o mercado global está no modo “tomar risco” – o que facilitaria o objetivo. Por outro, tanto o andamento do fluxo como o noticiário referente à reforma da Previdência devem pautar os movimentos do mercado – não só de renda variável, mas também da renda fixa e do câmbio.

 

Em relação à visita oficial de Bolsonaro, além da esperada coletiva de imprensa com o colega americano Donald Trump amanhã, deve haver algum anúncio importante sobre comércio e alinhamento político. Mas nem tudo deve ser necessariamente positivo: o imprevisível Trump pode alfinetar o Brasil por conta dos benefícios comerciais que ainda recebe, além da nossa proximidade com a China. Já em relação à aposentadoria dos militares, Bolsonaro usou as redes sociais para informar que ainda nem viu o texto, que, na Câmara, é aguardado para dar início à tramitação da reforma. O mercado pode reagir hoje à notícia de que a votação do relatório deve ser adiada em uma semana, para o dia 3 de abril.

 

Hoje, o relatório Focus de todas as semanas trouxe ajustes no crescimento do PIB para esse ano, de 2,28% para 2,01%, e na taxa Selic para 2020, de 8% para 7,75%. Também teremos vencimento de opções sobre ações na B3. O evento, como sabemos, geralmente age como um depressor dos preços das ações. Há múltiplos eventos envolvendo Bolsonaro e seu ministro da Economia, Paulo Guedes, em Washington, D.C., onde acontece a visita oficial

 

Quer ser um investidor bem informado? Cadastre-se no TradersClub e siga nosso canal de notícias e comentários exclusivos.

 


Mercado hoje, segundo Contribuidores TC


As bolsas europeias e os futuros dos índices americanos operavam em alta nesta segunda-feira, em sintonia com as commodities, com a expectativa de que o comitê de política monetária do Federal Reserve decida manter, ou até cortar, a taxa básica de juros do país nesta semana, por conta de desaceleração econômica em curso. O rendimento dos títulos da dívida americana de dez anos operava em queda, no menor patamar em mais de um mês.

 

Na Europa, a espera pela reunião de quarta-feira mantém os índices operando em território positivo, também impulsionado pela expectativa com a balança comercial da Zona do Euro. Ainda no continente europeu, a libra esterlina caía em relação ao dólar americano com apreensões sobre as novas etapas para a negociação de um possível acordo para o Brexit após este ser rejeitado duas vezes pelo Parlamento britânico.

 

Na Ásia, as bolsas dispararam com otimismo envolvendo o encontro de política monetária dos EUA e com a notícia publicada na última sexta-feira pela agência chinesa Xinhua de que as tratativas comerciais entre ambos os países estariam avançando para a reta final. Um encontro entre os presidentes Donald Trump e Xi Jinping está previsto para acontecer no final de abril, confirmaram membros da equipe americana no final da última semana.

 

Principais notícias corporativas


Vale: A Vale informou que decisão judicial de ação movida pelo Ministério Público de Minas Gerais determina a suspensão de atividades na barragem Doutor e da Mina de Timbopeba, em Ouro Preto, sob pena de multa diária de R$500 mil. Essa interrupção, segundo a mineradora, representa um impacto de 12,8 milhões de toneladas de minério de ferro por ano. A Vale diz que atendeu a determinação e irá adotar as medidas cabíveis.

 

Banco do Brasil: O Banco do Brasil anunciou que o Ministério da Economia indicou Luiz Fernando Figueiredo, ex-diretor do Banco Central e atual sócio da Mauá Capital, para o cargo de conselheiro do banco.

 

Tenda: O conselho de administração da Tenda aprovou a emissão de R$150 milhões em debêntures, com esforços restritos de colocação.

 

Dommo Energia: A Dommo Energia divulgou que a produção de óleo do Campo de Tubarão Martelo totalizou 166.465 barris em fevereiro, ante 184.919 barris em janeiro.

 

Cielo: A Cielo comunicou que seu conselho de administração elegeu Gustavo Souza como novo vice-presidente Executivo de Finanças e diretor de Relações com Investidores, em substituição a Clovis Junior.

 

Alupar: A Alupar informou que sua subsidiária Transmissora Serra da Mantiqueira recebeu do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, o Ibama, licença prévia para a linha de transmissão Fernão Dias, Terminal Rio.

 

Sabesp: A Sabesp comunicou que a Câmara Municipal de São Bernardo do Campo aprovou Lei que autoriza a cidade a contratar serviços com o Estado de São Paulo e a companhia.

 

Agenda do dia

 

Indicadores nacionais

08h00 IPC-S – FGV

08h25 Relatório Focus – Banco Central

08h30 IBC-Br (janeiro) – Banco Central

 

Indicadores internacionais

01h30 Japão – Produção industrial mensal (janeiro)

01h30 Japão – Utilização da capacidade instalada mensal (janeiro)

07h00 UE – Balança comercial (janeiro)

 

Resultados trimestrais

DF Qualicorp

DF QGEP

 

DISCLAIMER: Este newsletter não tem o objetivo de promover a venda de títulos e valores mobiliários específicos, e sim, de informar correta e oportunamente a quem o recebe.

image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.