0

Bolsas americanas mantêm o rali; no radar, inflação, atividade, balanços, PEC dos precatórios: Espresso

mercados

Bolsas americanas mantêm o rali; no radar, inflação, atividade, balanços, PEC dos precatórios: Espresso

As bolsas americanas bateram recordes após o Payroll superar expectativas, mostrando aceleração na recuperação do mercado de trabalho

Bolsas americanas mantêm o rali; no radar, inflação, atividade, balanços, PEC dos precatórios: Espresso
tcuser

Atualizado há 7 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 5 de novembro – As bolsas americanas subiram nesta sexta-feira. Os índices de ações fecharam a semana com ganhos e novos recordes em Nova York após dados de emprego do Payroll acima do esperado mostrarem que a economia americana está acelerando sua recuperação. A divulgação de um remédio para a Covid-19 pela Pfizer também animou os investidores e impulsionou setores mais prejudicados pela pandemia.

A aceleração acima do consenso na geração de empregos nos Estados Unidos levou as bolsas americanas a novos recordes. O Dow Jones subiu 0,56%, o S&P500, 0,37% e o Nasdaq 100, 0,08%, também com ajuda da disparada do petróleo depois da OPEP+ rejeitar apelo dos EUA para aumentar a oferta, também impulsionou. Na semana, subiram 1,42%, 2,0% e 3,21%, respectivamente. O Brent avançou 2,73% e o WTI, 3,12%, mas caíram 1,17% e 2,75% na semana. Já o juro longo despencou e o rendimento do Treasury de dez anos encerrou em 1,455%.

Ibovespa acompanha rali das bolsas americanas

No Brasil, o Ibovespa recuperou as perdas do dia anterior e fechou a semana em alta, enquanto dólar e juros futuros recuaram no dia e na semana, também em movimento de ajuste, aguardando balanços e a definição dos precatórios na terça-feira.

O  índice subiu 1,37%, a 104.824 pontos, com otimismo após comprovação da eficácia de um comprimido da Pfizer contra o coronavírus e bons dados de emprego dos EUA. Nessa linha, a curva de juros caiu em até 12 pontos-base, acompanhando o recuo do dólar futuro de 1,28% nesta sexta e 1,77% na semana, a R$5,560.

Inflação no Brasil e nos EUA

Na agenda da próxima semana, nos Estados Unidos, saem os dados de preços ao consumidor e ao produtor. No Brasil, além do IPCA, a inflação oficial, saem também números de atividade de varejo e serviços. A bolsa passa a fechar mais tarde, às 18h00, com o fim do Horário de Verão nos Estados Unidos.

Na China, além da inflação, será o Dia do Solteiro, com grandes liquidações. A Opep+ divulga relatório de produção. Saem balanços da Disney nos EUA e, no Brasil, de BB e BTG Pactual, JBS, IRB Brasil, das varejistas, construtoras, aéreas e educacionais.

Para conferir o Espresso na íntegra e outros conteúdos exclusivos, assine um dos planos do TC.

Texto: Mover
Edição: Letícia Matsuura
Arte: Vinícius Martins / Mover

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.