0

Bolsas sobem com emprego nos EUA, vacinas; no radar, feriado, PMIs: Espresso

mercados

Bolsas sobem com emprego nos EUA, vacinas; no radar, feriado, PMIs: Espresso

Mercados se animam com dados de emprego nos EUA melhores do que o esperado e avanços em vacinas contra o coronavírus

Bolsas sobem com emprego nos EUA, vacinas; no radar, feriado, PMIs: Espresso
tcuser

Atualizado há quase 2 anos

Ícone de compartilhamento

Os investidores se animaram hoje com os dados de emprego nos Estados Unidos melhores do que o esperado e avanços em vacinas contra o coronavírus, garantindo um novo dia de alta para as bolsas. O ganho só não foi maior pela cautela com o feriado do Dia da Independência dos EUA, antecipado para amanhã, e pelo crescimento dos casos de coronavírus em vários Estados americanos. Mesmo fechando perto das mínimas do dia, os índices em Nova Iorque garantiram uma semana de ganhos, com o Dow Jones Industrials acumulando 3,25% de alta e o Nasdaq em recorde. No Brasil, o Ibovespa fechou praticamente estável após atingir a pontuação mais alta desde março pela manhã. A expectativa é de um dia de menor volume amanhã na B3, já que as bolsas em Nova Iorque estarão fechadas.

 

Otimismo cauteloso – Os números oficiais do emprego americano, o Payroll, mostraram em junho um crescimento de vagas acima do esperado pelo segundo mês consecutivo, reforçando a visão de que o pior da crise do coronavírus ficou para trás. Mas o ressurgimento da epidemia em vários Estados, que registram recordes de contaminações, e a reversão nos processos de reabertura da economia aumentam o risco de um retrocesso nessa melhora ou de estabilização do desemprego perto do elevado nível atual, de 11,1%, o que limitaria o consumo, que responde por dois terços da economia americana.

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.