0

Bolsas voltam a subir; no radar, Copom, varejo, inflação da China, PEC dos Precatórios: Espresso

mercados

Bolsas voltam a subir; no radar, Copom, varejo, inflação da China, PEC dos Precatórios: Espresso

As bolsas de Wall Street tiveram um forte avanço pelo segundo dia consecutivo com os investidores se preocupando menos com variante ômicron

Bolsas voltam a subir; no radar, Copom, varejo, inflação da China, PEC dos Precatórios: Espresso
tcuser

Atualizado há 5 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 7 de dezembro– As bolsas americanas voltaram a subir nesta terça-feira, em meio à redução do temor com o impacto na economia global da variante ômicron do coronavírus, apesar das notícias sobre sua rápida difusão por mais de 50 países.

Estímulos monetários na China ajudaram a impulsionar as commodities e as ações do setor, puxando também para cima as taxas longas americanas. No Brasil, na véspera da decisão do Copom, o Ibovespa perdeu fôlego no fim do dia, com dificuldades do governo em votações no Congresso, mas manteve os 107 mil pontos, na quarta alta seguida.

Bolsas americanas e brasileira no azul

As bolsas de Wall Street tiveram um forte avanço pelo segundo dia consecutivo à medida que os investidores passam a enxerga a variante ômicron do coronavírus com menor preocupação, O Dow Jones avançou 1,40%, o S&P500, 2,07% e o Nasdaq 100, 3,03%, com as ações de tecnologia fortemente beneficiadas pela menor aversão ao risco. Nessa linha, os contratos do Brent para fevereiro e o WTI para janeiro saltaram 3,23% e 3,68%, respectivamente.

O Ibovespa marcou sua quarta alta consecutiva, acumulando ganhos de mais de 5% em dezembro, em linha com a menor percepção de risco sobre a variante ômicron. O índice subiu 0,65% a 107.557 pontos hoje, acompanhando as bolsas americanas. Porém o fechamento ficou longe da máxima, de olho em impasse da PEC dos Precatórios e em projeto que altera política de preços dos combustíveis. O dólar futuro recuou 1,38%, a R$5,646, e a curva de juros encerrou em alta na curva curta e em queda na longa à espera do Copom.

As ações ordinárias da Méliuz recuperaram as perdas da véspera e lideraram o Ibovespa, disparando 13,58%, em linha com a queda dos juros futuros hoje, que também impulsionou units e preferenciais do Banco Inter em 13,36% e 12,14%, respectivamente. Na ponta oposta, as ordinárias das construtoras EZTec e MRV recuaram 4,35% e 3,08%, respectivamente, com inflação alta e expectativa de alta da Selic, além da queda na renda real dos trabalhadores, impactando o consumo de bens. Esse cenário influenciou também no recuo de 2,81% da Multiplan ordinária.

Para conferir o Espresso na íntegra e outros conteúdos exclusivos, assine um dos planos do TC.

Texto: Mover
Edição: Letícia Matsuura
Arte: Vinícius Martins/ Mover

Nesta matéria

CASH3

M�LIUZ S.A.

1,93

0,07

+3,59%

Relacionadas

BIDI11

BANCO INTER S.A.

15,29

0,89

+6,21%

BIDI4

BANCO INTER S.A.

5,14

0,31

+6,39%

EZTC3

EZ TEC EMPREEND. E PARTIC...

16,57

0,40

+2,38%

MRVE3

MRV ENGENHARIA E PARTICIP...

9,94

0,02

+0,20%

MULT3

MULTIPLAN - EMPREEND IMOB...

25,03

0,13

+0,53%

Powered by

Análise de Investimentos

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.