IBOV

111.940,87 pts

+0,58%

SP500

4.334,10 pts

-0,36%

DJIA

34.151,04 pts

-0,56%

NASDAQ

14.075,95 pts

-0,68%

IFIX

2.766,82 pts

-0,22%

BRENT

US$ 89,69

-0,30%

IO62

¥ 790,50

+2,60%

TRAD3

R$ 4,35

-3,11%

ABEV3

R$ 15,34

+2,26%

AMER3

R$ 33,72

-0,99%

ASAI3

R$ 12,46

+1,46%

AZUL4

R$ 27,79

+1,46%

B3SA3

R$ 14,47

+5,00%

BIDI11

R$ 25,53

+5,49%

BBSE3

R$ 21,79

+3,07%

BRML3

R$ 9,31

+1,08%

BBDC3

R$ 18,24

-0,05%

BBDC4

R$ 22,10

-0,31%

BRAP4

R$ 26,67

-1,55%

BBAS3

R$ 32,13

+0,87%

BRKM5

R$ 46,92

-1,84%

BRFS3

R$ 23,11

+1,27%

BPAC11

R$ 23,96

+3,32%

CRFB3

R$ 16,35

+4,47%

CCRO3

R$ 12,68

+2,25%

CMIG4

R$ 13,15

+1,93%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,16

-1,37%

COGN3

R$ 2,53

-0,78%

CPLE6

R$ 7,00

+1,74%

CSAN3

R$ 23,16

+3,25%

CPFE3

R$ 28,25

+0,24%

CVCB3

R$ 13,77

+1,62%

CYRE3

R$ 17,19

+1,05%

ECOR3

R$ 7,76

+3,46%

ELET3

R$ 35,06

-0,11%

ELET6

R$ 34,03

-0,20%

EMBR3

R$ 20,09

-1,18%

ENBR3

R$ 21,38

+0,80%

ENGI11

R$ 42,55

+0,73%

ENEV3

R$ 13,10

+0,23%

EGIE3

R$ 39,75

+1,11%

EQTL3

R$ 22,28

+0,54%

EZTC3

R$ 21,58

+1,64%

FLRY3

R$ 19,58

+2,29%

GGBR4

R$ 27,92

+0,14%

GOAU4

R$ 11,69

+0,68%

GOLL4

R$ 17,70

+3,26%

NTCO3

R$ 23,41

-1,47%

HAPV3

R$ 12,01

-4,30%

HYPE3

R$ 30,01

+0,30%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 68,49

-4,57%

IRBR3

R$ 3,22

-1,52%

ITSA4

R$ 9,92

+0,81%

ITUB4

R$ 24,27

-0,41%

JBSS3

R$ 34,84

-0,48%

JHSF3

R$ 6,15

+0,16%

KLBN11

R$ 24,41

+1,41%

RENT3

R$ 58,15

+0,69%

LCAM3

R$ 25,75

+0,94%

LWSA3

R$ 9,45

+4,53%

6,56

+0,30%

LREN3

R$ 27,70

-0,18%

MGLU3

R$ 7,11

+5,33%

MRFG3

R$ 22,42

-2,86%

BEEF3

R$ 9,51

-0,83%

MRVE3

R$ 13,41

+2,60%

MULT3

R$ 21,40

+3,13%

PCAR3

R$ 21,64

+1,45%

PETR3

R$ 36,77

-0,21%

PETR4

R$ 33,50

-1,09%

VBBR3

22,31

+3,96%

PRIO3

R$ 24,07

+2,03%

QUAL3

R$ 17,83

+1,30%

RADL3

R$ 22,31

+1,54%

RAIL3

R$ 16,88

+0,05%

SBSP3

R$ 37,00

+2,12%

SANB11

R$ 33,95

+1,98%

CSNA3

R$ 25,89

-0,42%

SULA11

R$ 25,49

+1,75%

SUZB3

R$ 56,98

+2,40%

TAEE11

R$ 37,68

+0,23%

VIVT3

R$ 48,71

+1,94%

TIMS3

R$ 12,73

+0,39%

TOTS3

R$ 27,95

+3,48%

UGPA3

R$ 14,98

+4,75%

USIM5

R$ 16,14

-1,22%

VALE3

R$ 83,65

-0,77%

VIIA3

R$ 4,47

+2,75%

WEGE3

R$ 32,14

+4,55%

YDUQ3

R$ 21,53

+3,51%

IBOV

111.940,87 pts

+0,58%

SP500

4.334,10 pts

-0,36%

DJIA

34.151,04 pts

-0,56%

NASDAQ

14.075,95 pts

-0,68%

IFIX

2.766,82 pts

-0,22%

BRENT

US$ 89,69

-0,30%

IO62

¥ 790,50

+2,60%

TRAD3

R$ 4,35

-3,11%

ABEV3

R$ 15,34

+2,26%

AMER3

R$ 33,72

-0,99%

ASAI3

R$ 12,46

+1,46%

AZUL4

R$ 27,79

+1,46%

B3SA3

R$ 14,47

+5,00%

BIDI11

R$ 25,53

+5,49%

BBSE3

R$ 21,79

+3,07%

BRML3

R$ 9,31

+1,08%

BBDC3

R$ 18,24

-0,05%

BBDC4

R$ 22,10

-0,31%

BRAP4

R$ 26,67

-1,55%

BBAS3

R$ 32,13

+0,87%

BRKM5

R$ 46,92

-1,84%

BRFS3

R$ 23,11

+1,27%

BPAC11

R$ 23,96

+3,32%

CRFB3

R$ 16,35

+4,47%

CCRO3

R$ 12,68

+2,25%

CMIG4

R$ 13,15

+1,93%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,16

-1,37%

COGN3

R$ 2,53

-0,78%

CPLE6

R$ 7,00

+1,74%

CSAN3

R$ 23,16

+3,25%

CPFE3

R$ 28,25

+0,24%

CVCB3

R$ 13,77

+1,62%

CYRE3

R$ 17,19

+1,05%

ECOR3

R$ 7,76

+3,46%

ELET3

R$ 35,06

-0,11%

ELET6

R$ 34,03

-0,20%

EMBR3

R$ 20,09

-1,18%

ENBR3

R$ 21,38

+0,80%

ENGI11

R$ 42,55

+0,73%

ENEV3

R$ 13,10

+0,23%

EGIE3

R$ 39,75

+1,11%

EQTL3

R$ 22,28

+0,54%

EZTC3

R$ 21,58

+1,64%

FLRY3

R$ 19,58

+2,29%

GGBR4

R$ 27,92

+0,14%

GOAU4

R$ 11,69

+0,68%

GOLL4

R$ 17,70

+3,26%

NTCO3

R$ 23,41

-1,47%

HAPV3

R$ 12,01

-4,30%

HYPE3

R$ 30,01

+0,30%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 68,49

-4,57%

IRBR3

R$ 3,22

-1,52%

ITSA4

R$ 9,92

+0,81%

ITUB4

R$ 24,27

-0,41%

JBSS3

R$ 34,84

-0,48%

JHSF3

R$ 6,15

+0,16%

KLBN11

R$ 24,41

+1,41%

RENT3

R$ 58,15

+0,69%

LCAM3

R$ 25,75

+0,94%

LWSA3

R$ 9,45

+4,53%

6,56

+0,30%

LREN3

R$ 27,70

-0,18%

MGLU3

R$ 7,11

+5,33%

MRFG3

R$ 22,42

-2,86%

BEEF3

R$ 9,51

-0,83%

MRVE3

R$ 13,41

+2,60%

MULT3

R$ 21,40

+3,13%

PCAR3

R$ 21,64

+1,45%

PETR3

R$ 36,77

-0,21%

PETR4

R$ 33,50

-1,09%

VBBR3

22,31

+3,96%

PRIO3

R$ 24,07

+2,03%

QUAL3

R$ 17,83

+1,30%

RADL3

R$ 22,31

+1,54%

RAIL3

R$ 16,88

+0,05%

SBSP3

R$ 37,00

+2,12%

SANB11

R$ 33,95

+1,98%

CSNA3

R$ 25,89

-0,42%

SULA11

R$ 25,49

+1,75%

SUZB3

R$ 56,98

+2,40%

TAEE11

R$ 37,68

+0,23%

VIVT3

R$ 48,71

+1,94%

TIMS3

R$ 12,73

+0,39%

TOTS3

R$ 27,95

+3,48%

UGPA3

R$ 14,98

+4,75%

USIM5

R$ 16,14

-1,22%

VALE3

R$ 83,65

-0,77%

VIIA3

R$ 4,47

+2,75%

WEGE3

R$ 32,14

+4,55%

YDUQ3

R$ 21,53

+3,51%

gabriel-pontes

Atualizado há 6 meses

Ícone de compartilhamento

Brasília, 10 de agosto  – O diretor de Política Monetária do Banco Central, Bruno Serra, classificou nesta terça-feira, 10, como “bastante adequado” o atual ritmo de ajuste da política monetária. O Copom, comitê decisório, elevou na semana passada a taxa básica de juros, conhecida como taxa Selic em 100 pontos-base, a 5,25%. Além disso, a autarquia indicou novo aperto da mesma magnitude na decisão de setembro.

“Pela última ata, teve uma sinalização bastante clara de manutenção desse ritmo, que é um ritmo bastante tempestivo, bastante forte, de ajuste dos estímulos monetários para a próxima reunião”, afirmou em videoconferência promovida pelo Goldman Sachs.

Divulgada nesta terça-feira, a ata da mais recente decisão de juros do Copom confirmou o tom duro do comunicado da semana passada e reafirmou a necessidade de seguidas elevações de juros para preservar não só a meta de inflação de 2022, mas também a de 2023.

Ajuste de juros ocorreram para inflação ficar na meta, diz Bruno Serra

Ainda de acordo com Bruno Serra, as taxas de juros serão ajustadas para alcançar a meta de inflação no horizonte relevante da autoridade monetária. Ao tratar do tema, o diretor classificou como “mais persistente” o choque inflacionário observado, apesar de vê-lo como temporário.

“Esse cenário se torna ainda mais desafiador neste momento em que estamos reabrindo a economia”, complementou. De acordo com ele, a política monetária, no atual estágio, encontra-se mais preocupada com a dinâmica inflacionária do que com o cenário externo.

Na esteira dos comentários, Bruno Serra também alertou para a possibilidade de recomposição dos preços no setor de serviços, em meio à reabertura da atividade. Nesta terça-feira, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor, IPCA, subiu 0,96% em julho, acumulando alta de 8,99% em 12 meses, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Fiscal é um dos fatores de volatilidade de câmbio, segundo diretor do Copom

Ao comentar a trajetória do real, Bruno Serra destacou que desafios fiscais no país constituem um dos fatores de volatilidade ao câmbio. “Se a volatilidade está alta, tem alguma razão. Eu mencionei algumas, mas pode ser que seja, simplesmente, a incerteza fiscal (…). Acho que a gente tem que saber disso, e as medidas têm que ser tomadas, os remédios têm que ser dados, para resolver os problemas. Tem que atacar o problema fiscal no país”, pontuou.

No acumulado do ano, o real apresenta desvalorização de 0,17% contra o dólar, constituindo sexto melhor desempenho ante a divisa americana, em uma cesta de 21 moedas observadas pela Mover.

Bruno Serra também destacou que a autoridade monetária está mais cautelosa em relação ao crescimento econômico no ano. De acordo com o mais recente Relatório Trimestral de Inflação, de junho, o Banco Central projeta alta do Produto Interno Bruto de 4,60% em 2021, ante a mediana do mais recente boletim Focus, de avanço de 5,30%.

Texto: Gabriel Ponte
Edição: Beatriz Amaral e Letícia Matsuura
Arte: Mover


Leia também

PEC dos Precatórios moderniza regra, diz Ministério da Economia

Senado dos EUA aprova robusto pacote de infraestrutura

Mansano, Vieira: Parcelamento de superprecatórios é protocolo fiscal, não pedalada

image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.