IBOV

107.403,78 pts

-3,05%

SP500

4.545,03 pts

+0,19%

DJIA

35.568,83 pts

-0,11%

NASDAQ

15.479,36 pts

+0,59%

IFIX

2.726,82 pts

-0,42%

BRENT

US$ 84,68

-1,33%

IO62

¥ 672,50

-3,93%

TRAD3

R$ 6,81

-14,34%

ABEV3

R$ 15,05

-1,95%

AMER3

R$ 35,53

-10,48%

ASAI3

R$ 16,36

-2,44%

AZUL4

R$ 29,75

-2,65%

B3SA3

R$ 12,99

-0,91%

BIDI11

R$ 43,02

-10,65%

BBSE3

R$ 21,48

+0,70%

BRML3

R$ 7,64

-5,44%

BBDC3

R$ 18,04

-2,27%

BBDC4

R$ 21,27

-1,57%

BRAP4

R$ 50,21

-3,53%

BBAS3

R$ 29,89

-4,01%

BRKM5

R$ 56,96

-3,60%

BRFS3

R$ 22,71

-3,97%

BPAC11

R$ 23,45

-5,40%

CRFB3

R$ 16,91

-3,97%

CCRO3

R$ 11,97

-3,62%

CMIG4

R$ 13,73

-7,29%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,36

-2,07%

COGN3

R$ 2,75

-4,84%

CPLE6

R$ 6,35

-4,07%

CSAN3

R$ 21,21

-4,45%

CPFE3

R$ 25,38

-3,20%

CVCB3

R$ 17,57

-5,69%

CYRE3

R$ 15,60

-6,13%

ECOR3

R$ 8,93

-6,00%

ELET3

R$ 36,07

-4,67%

ELET6

R$ 35,90

-5,47%

EMBR3

R$ 24,06

-2,39%

ENBR3

R$ 19,22

-1,13%

ENGI11

R$ 42,66

-3,61%

ENEV3

R$ 14,41

-1,90%

EGIE3

R$ 38,48

-1,30%

EQTL3

R$ 23,90

-0,41%

EZTC3

R$ 20,71

-5,00%

FLRY3

R$ 20,07

-1,13%

GGBR4

R$ 26,28

-3,87%

GOAU4

R$ 11,94

-3,94%

GOLL4

R$ 17,62

-2,75%

NTCO3

R$ 39,48

-0,27%

HAPV3

R$ 11,61

-0,85%

HYPE3

R$ 28,44

-2,86%

IGTA3

R$ 29,50

-5,57%

GNDI3

R$ 65,38

-1,02%

IRBR3

R$ 5,08

-2,68%

ITSA4

R$ 10,81

-2,87%

ITUB4

R$ 24,52

-1,52%

JBSS3

R$ 37,10

-2,31%

JHSF3

R$ 5,59

-2,44%

KLBN11

R$ 22,50

+0,67%

RENT3

R$ 49,23

-4,92%

LCAM3

R$ 21,61

-5,13%

LWSA3

R$ 22,00

-2,13%

LAME4

R$ 5,64

-10,47%

LREN3

R$ 33,59

-3,86%

MGLU3

R$ 12,41

-6,34%

MRFG3

R$ 25,36

-1,24%

BEEF3

R$ 9,31

-3,92%

MRVE3

R$ 10,90

-5,30%

MULT3

R$ 18,22

-5,88%

PCAR3

R$ 27,62

-4,33%

PETR3

R$ 28,48

-3,03%

PETR4

R$ 27,44

-3,41%

BRDT3

R$ 22,01

-5,25%

PRIO3

R$ 26,46

-1,63%

QUAL3

R$ 17,75

-4,10%

RADL3

R$ 21,34

-1,52%

RAIL3

R$ 16,52

-3,33%

SBSP3

R$ 36,69

-2,88%

SANB11

R$ 35,51

-1,55%

CSNA3

R$ 24,77

-3,01%

SULA11

R$ 25,68

-2,05%

SUZB3

R$ 48,91

+1,05%

TAEE11

R$ 37,33

-0,95%

VIVT3

R$ 45,14

-1,87%

TIMS3

R$ 11,99

-3,07%

TOTS3

R$ 32,50

-2,75%

UGPA3

R$ 13,88

-5,96%

USIM5

R$ 14,12

-5,67%

VALE3

R$ 74,06

-3,07%

VIIA3

R$ 6,99

-6,67%

WEGE3

R$ 39,14

-2,41%

YDUQ3

R$ 24,22

-2,73%

IBOV

107.403,78 pts

-3,05%

SP500

4.545,03 pts

+0,19%

DJIA

35.568,83 pts

-0,11%

NASDAQ

15.479,36 pts

+0,59%

IFIX

2.726,82 pts

-0,42%

BRENT

US$ 84,68

-1,33%

IO62

¥ 672,50

-3,93%

TRAD3

R$ 6,81

-14,34%

ABEV3

R$ 15,05

-1,95%

AMER3

R$ 35,53

-10,48%

ASAI3

R$ 16,36

-2,44%

AZUL4

R$ 29,75

-2,65%

B3SA3

R$ 12,99

-0,91%

BIDI11

R$ 43,02

-10,65%

BBSE3

R$ 21,48

+0,70%

BRML3

R$ 7,64

-5,44%

BBDC3

R$ 18,04

-2,27%

BBDC4

R$ 21,27

-1,57%

BRAP4

R$ 50,21

-3,53%

BBAS3

R$ 29,89

-4,01%

BRKM5

R$ 56,96

-3,60%

BRFS3

R$ 22,71

-3,97%

BPAC11

R$ 23,45

-5,40%

CRFB3

R$ 16,91

-3,97%

CCRO3

R$ 11,97

-3,62%

CMIG4

R$ 13,73

-7,29%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,36

-2,07%

COGN3

R$ 2,75

-4,84%

CPLE6

R$ 6,35

-4,07%

CSAN3

R$ 21,21

-4,45%

CPFE3

R$ 25,38

-3,20%

CVCB3

R$ 17,57

-5,69%

CYRE3

R$ 15,60

-6,13%

ECOR3

R$ 8,93

-6,00%

ELET3

R$ 36,07

-4,67%

ELET6

R$ 35,90

-5,47%

EMBR3

R$ 24,06

-2,39%

ENBR3

R$ 19,22

-1,13%

ENGI11

R$ 42,66

-3,61%

ENEV3

R$ 14,41

-1,90%

EGIE3

R$ 38,48

-1,30%

EQTL3

R$ 23,90

-0,41%

EZTC3

R$ 20,71

-5,00%

FLRY3

R$ 20,07

-1,13%

GGBR4

R$ 26,28

-3,87%

GOAU4

R$ 11,94

-3,94%

GOLL4

R$ 17,62

-2,75%

NTCO3

R$ 39,48

-0,27%

HAPV3

R$ 11,61

-0,85%

HYPE3

R$ 28,44

-2,86%

IGTA3

R$ 29,50

-5,57%

GNDI3

R$ 65,38

-1,02%

IRBR3

R$ 5,08

-2,68%

ITSA4

R$ 10,81

-2,87%

ITUB4

R$ 24,52

-1,52%

JBSS3

R$ 37,10

-2,31%

JHSF3

R$ 5,59

-2,44%

KLBN11

R$ 22,50

+0,67%

RENT3

R$ 49,23

-4,92%

LCAM3

R$ 21,61

-5,13%

LWSA3

R$ 22,00

-2,13%

LAME4

R$ 5,64

-10,47%

LREN3

R$ 33,59

-3,86%

MGLU3

R$ 12,41

-6,34%

MRFG3

R$ 25,36

-1,24%

BEEF3

R$ 9,31

-3,92%

MRVE3

R$ 10,90

-5,30%

MULT3

R$ 18,22

-5,88%

PCAR3

R$ 27,62

-4,33%

PETR3

R$ 28,48

-3,03%

PETR4

R$ 27,44

-3,41%

BRDT3

R$ 22,01

-5,25%

PRIO3

R$ 26,46

-1,63%

QUAL3

R$ 17,75

-4,10%

RADL3

R$ 21,34

-1,52%

RAIL3

R$ 16,52

-3,33%

SBSP3

R$ 36,69

-2,88%

SANB11

R$ 35,51

-1,55%

CSNA3

R$ 24,77

-3,01%

SULA11

R$ 25,68

-2,05%

SUZB3

R$ 48,91

+1,05%

TAEE11

R$ 37,33

-0,95%

VIVT3

R$ 45,14

-1,87%

TIMS3

R$ 11,99

-3,07%

TOTS3

R$ 32,50

-2,75%

UGPA3

R$ 13,88

-5,96%

USIM5

R$ 14,12

-5,67%

VALE3

R$ 74,06

-3,07%

VIIA3

R$ 6,99

-6,67%

WEGE3

R$ 39,14

-2,41%

YDUQ3

R$ 24,22

-2,73%

Atualizado há mais de 2 anos

Ícone de compartilhamento

O cenário base do BTG Pactual considera a aprovação da reforma da Previdência pelo Congresso Nacional em novembro, com uma economia de até R$800 bilhões em dez anos, abaixo da proposta do governo, sugerindo uma tramitação mais lenta do projeto crucial para o equilíbrio das contas públicas.

 

Para a economista Iana Ferrão, o aval na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara deve ser rápido, mas na sequência o debate sobre o mérito na Comissão Especial pode tomar mais tempo, com risco de revés nesse cenário de tramitação. O projeto, segundo ela, deverá ser aprovado na Câmara, em primeiro turno, entre o fim de agosto e início de setembro.

 

Nesta quarta-feira de decisões de política monetária aqui e nos Estados Unidos, o mercado monitora a chegada da Previdência de militares ao Congresso, a fim de destravar o processo na CCJ, conforme demanda de deputados. Ruídos sobre a economia prevista neste projeto, com eventuais contrapartidas aos militares, incomodam investidores, receosos pelo efeito de um sinal de leniência na construção política para a PEC de mudanças nas aposentadorias. O Ibovespa recuava 0,55% para 99.037 pontos às 12h35, indicando cautela com o ritmo de discussão do projeto.

 

“A aprovação de uma reforma moderada no primeiro turno na Câmara dos Deputados – exigindo o apoio de ao menos 308 dos 513 votos – provavelmente será recebida com grande otimismo pelo mercado local, já que a aprovação nas etapas seguintes tende a ser muito mais fácil”, diz Ferrão em relatório enviado a clientes.

 

No cenário base do banco, a Proposta de Emenda Constitucional voltaria ao plenário da Câmara para votação em segundo turno cerca de duas semanas após o primeiro turno – início de setembro. Depois, a tramitação no Senado ocorreria em um mês e meio, culminando em promulgação da reforma em novembro.

 

No cenário otimista, Ferrão prevê a admissibilidade da CCJ no fim de março – ante início de abril no cenário base –, seguida de aprovação na Comissão Especial em meados de maio para ser votada na Câmara em junho, com o segundo turno ocorrendo antes do recesso parlamentar em julho. Assim, depois do Senado, a promulgação viria em setembro.

 

Já o cenário “pessimista viável” propõe votação na CCJ até 20 de abril, dando lugar a grande dificuldade na Comissão Especial, com cinco meses de debate, até aval do mérito ao fim de setembro. A aprovação em primeiro turno na Câmara em meados de dezembro, com a PEC finalmente promulgada em abril de 2020 após o recesso de fim e ano.

 

(Foto: Congresso/Agência Brasil)

image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.