0

Caixa Econômica lança linhas de crédito voltadas ao agronegócio

mercados

Caixa Econômica lança linhas de crédito voltadas ao agronegócio

Segundo o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, o programa faz parte de uma estratégia do banco de criação de valor

Caixa Econômica lança linhas de crédito voltadas ao agronegócio
beatriz-cantadori

Atualizado há 3 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 10 de fevereiro –O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, anunciou nesta quinta-feira o lançamento de duas linhas de crédito voltadas ao agronegócio.

De acordo com Guimarães, o custeio antecipado é o foco da iniciativa e tem a finalidade de incentivar o planejamento financeiro do produtor. Esse tipo de crédito serve para disponibilizar recursos fora da época de safra, possibilitando que eles adquiram insumos a um custo mais baixo.

“Esse custeio é muito importante, inclusive com os aumentos que aconteceram, principalmente do ponto de vista de insumos”, afirmou Guimarães ,em uma live transmitida pelo canal do banco no YouTube para o lançamento dos produtos.

Para os participantes do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar, Pronaf, as taxas para este custeio começam em 3% ao ano. Para o médio produtor do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, Pronampe, e outros agricultores, as taxas variam de 4,5% a 6,5 % ao ano.

“Há uma escassez de financiamento em relação ao agronegócio, e por isso estamos lançando [essa linha de crédito] agora. O plano inicial era lançar no fim de fevereiro, nós antecipamos em 20 dias exatamente por demanda dos clientes”, afirmou Guimarães.

A segunda linha de crédito lançada pela Caixa hoje foi o financiamento com recursos da poupança, chamado de funding poupança, que garante o acesso a empréstimo com taxas de 9,5% ao ano, sem a adição da taxa referencial de juros, TR.

A Caixa também anunciou que está abrindo 100 agências pelo Brasil, específicas para o agronegócio, onde não haverá movimentação de dinheiro. As outras unidades são focadas em pagamentos de benefícios sociais.

Estratégia de negócio

Guimarães afirmou que a presença da Caixa e a abertura das agências para o público do agronegócio são estratégias de médio e longo prazo de criação de valor.

“É um movimento que veio para ficar, e nosso objetivo é a liderança no segmento até o fim de 2024”.

O presidente da Caixa ainda relembrou que “a nova estratégia do agro seria lançada em 2020, mas naquele momento a Caixa focou no pagamento do auxílio emergencial”.

Guimarães também afirmou na live que considera o agronegócio determinante para o futuro, tanto na economia doméstica quanto para exportação.

Texto: Beatriz Lauerti
Edição: Stéfanie Rigamonti e Gabriela Guedes
Arte: Vinícius Martins/ Mover

Nesta matéria

CXSE3

CAIXA SEGURIDADE PARTICIP...

7,72

-0,16

-2,05%

Powered by

Análise de Investimentos

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.