0

De olho no IPCA-15, mercado torce por volta nas bolsas; no radar, PIB dos EUA: Espresso

mercados

De olho no IPCA-15, mercado torce por volta nas bolsas; no radar, PIB dos EUA: Espresso

Um pior resultado do IPCA-15 pode levar a ajustes maiores na curva de juros futuros, que abriu e empinou em semanas recentes.

De olho no IPCA-15, mercado torce por volta nas bolsas; no radar, PIB dos EUA: Espresso
tcuser

Atualizado há mais de 1 ano

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 22 de dezembro – A divulgação mais importante do dia no Brasil é a prévia de inflação mensal, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo – 15, IPCA-15. O índice deve mostrar aceleração no custo de vida para 1,16% em dezembro na base mensal, de acordo com o consenso TC, após ganho de 0,81% em novembro.

No acumulado de 12 meses, o IPCA-15 deve atingir 4,33%, acima do centro da meta oficial para o ano, mas dentro do intervalo de tolerância de 1,5% para mais ou para menos. O aumento súbito nos alimentos e os repasses da maior taxa de câmbio represados por meses estão por trás dessa leitura.

Um número pior pode levar a ajustes maiores na curva de juros futuros, que abriu e empinou em semanas recentes com a maior inflação e a percepção de uma piora nos riscos fiscais. O Banco Central, guardião da inflação e sob pressão para elevar a taxa básica Selic, faz leilões de swap cambial no meio da manhã.

É com esse alerta que iniciamos o pregão desta terça-feira, a dois dias da véspera de Natal. Enquanto isso, temores sobre a disseminação potencial de nova cepa mais infecciosa do coronavírus afetaram o sentimento no mercado asiático.

Biden pede ao Congresso mais ajuda fiscal contra crise da Covid-19

A aprovação, na noite de ontem, do programa de estímulo de US$900 bilhões nos Estados Unidos dá uma pequena trégua ao movimento de correção, com os futuros dos principais índices americanos oscilando, porém com viés de alta.

O presidente-eleito Joe Biden pediu ao Congresso mais ajuda, o que pode estar dando algum suporte às bolsas, especialmente na Europa.

PIB e confiança do consumidor dos EUA são destaques na agenda econômica

Na agenda econômica mundo afora, tanto o indicador de sentimento do consumidor alemão Gfk quanto a leitura final do Produto Interno Bruto, PIB, do Reino Unido vieram melhor do que esperado. Olhando para o dia, preste atenção ao dado final do PIB dos Estados Unidos no terceiro trimestre, junto do índice de confiança do consumidor do Conference Board.

Texto: TC Mover
Edição: Letícia Matsuura
Imagem: TC Mover

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.