0

Dommo Energia, margens da Marfrig, Netflix: Mais Lidas

mercados

Dommo Energia, margens da Marfrig, Netflix: Mais Lidas

Antiga OGX, a Dommo Energia saiu do comando de Eike Batista para a Prisma Capital, e as ações dispararam; confira as notícias mais lidas

Dommo Energia, margens da Marfrig, Netflix: Mais Lidas
leticia-carreira

Atualizado há 3 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 5 de fevereiro – A Dommo Energia, antiga OGX, do polêmico Eike Batista, brilhou nesta semana, após a troca de comando para a gestora Prisma Capital. Repercutindo a notícia, a ação ordinária da petroleira disparou mais de 20% na segunda-feira, 31, o que segurou o saldo positivo nos últimos cinco dias de mercado aberto.

Outro assunto que mexeu com o mercado foi a estimativa de perda de margem da Marfrig nas operações do país, lideradas pela marca National Beef. Mesmo sem projeção operacional, a informação derrubou as ações do frigoríficos e puxou o setor na quinta-feira, 3.

Além disso, os investidores ficaram atentos ao recibo de ação da Netflix, analisado pelo contribuidor do TC, Sérgio Sanita. Para ele, após queda de mais de 50% no valor entre novembro e janeiro, o BDR da companhia de streaming pode dar um repique de preço. Confira abaixo as notícias mais lidas da semana!

Disparada da Dommo Energia

O Império X, assim apelidado o grupo EBX do polêmico Eike Batista, ruiu e sua principal empresa, a OGX, transformou-se em Dommo Energia. No final da semana passada, a gestora Prisma Capital anunciou que que veículos sob sua gestão assumiram o controle da petroleira.

O mercado brasileiro reagiu bem à notícia. Na segunda-feira, 31, as ações ordinárias da Dommo Energia (DMMO3) dispararam 21,35%, fechando a R$1,08. Com isso, o papel acumulou ganhos de 8,99% na semana e de 86,54% no ano.

Queda de margens da Marfrig

Além do setor de energia, o frigorífico também esteve no radar dos leitores do portal Mover. Em conferência do Credit Suisse na quinta-feira, 3, o diretor de relações com investidores da Marfrig, Eduardo Puzziello, disse que espera redução nas margens da companhia.

Tendo por base projeções de órgãos americanos,  a oferta de boi gordo nos Estados Unidos deve retrair 2% neste ano na comparação anual, mesma magnitude de queda observada entre 2020 e 2021. Com menor oferta, a Marfrig calcula aumento de 10% a 15% no preço do gado americano, o que deve se traduzir no recuo de margem no país, cujas operações são por conta da marca National Beef.

No dia das declarações do frigorífico, o setor caiu, com as ações ordinárias da Marfrig (MRFG3) amargando 7,40%, contribuindo para a semana de perdas de 9,97%.

Expectativas sobre a Netflix

Olhando para o mercado lá fora, as ações de tecnologia sofreram com a alta dos juros americanos, cautela com o avanço da variante ômicron da covid-19 e balanço frustrante da Meta, dona do Facebook, do último trimestre de 2021. Contudo, as chamadas big techs conseguiram se recuperar pelos resultados corporativos da Amazon e garantiram uma semana positiva para os índices acionários americanos.

Com esse setor no radar, Sérgio Sanita analisou a maior empresa de entretenimento audiovisual do mundo, a Netflix. Segundo ele, com os investimentos no mercado de streaming das concorrentes WarnerMedia, NBC Universal, Amazon e Apple, ela aposta em seus conteúdos originais, atividade com certo risco devido ao custo.

Da máxima em novembro à mínima atingida em janeiro, os recibos de ações negociados na bolsa brasileira, BDRs, da Netflix derreteu mais de 50%. O analista vê uma possibilidade de um repique de preços.

Por se tratar de uma ação americana negociada no mercado brasileiro, os investidores precisam ficar de olho no câmbio. Afinal, com a alta do dólar, o BDR se valoriza mais que a ação-alvo, enquanto terá menor valorização em caso de queda da moeda americana. Na semana, o recibo de ação da Netflix (NFLX34) acumulou alta de 6,21%.

Amargo balanço da Meta

Ainda com as tecnologias no radar, houve um dado frustrante que ajudou a azedar o mercado de ações americano no terceiro dia de fevereiro: o balanço da Meta, controladora do Facebook, Instagram e Whatsapp.

A empresa perdeu 26,39%, somando mais de US$230 bilhões, superior ao valor de mercado das duas maiores companhias da bolsa brasileira, Petrobras e Vale, segundo levantamento da Mover. O Dow Jones e S&P500 recuaram 1,45% e 2,44%, respectivamente, enquanto o Nasdaq 100 derreteu 4,22%, a maior queda desde setembro de 2020.

Após o fechamento do mercado na última quarta-feira, 2, a Meta reportou lucro líquido de US$3,67 por ação no último trimestre do ano passado, abaixo do consenso de US$3,84. Além disso, a companhia de Mark Zuckerberg registrou perda de 500 mil usuários ativos, abaixo de sua meta. As projeções para o primeiro trimestre deste ano também não agradaram o mercado.

Vantagens da Espaçolaser no varejo

Voltando as atenções para o Brasil, o diretor financeiro e de Relações com Investidores da companhia, Leonardo Corrêa, apontou, em entrevista à TC Rádio, que a companhia tem o diferencial de oferecer serviços no varejo, setor que sofre com a deterioração do cenário macroeconômico.

“A penetração do laser no mercado de depilação [no Brasil] é de apenas 5%, o que mostra o grande potencial de expansão. Nos Estados Unidos, essa taxa sobe para 20%”, afirmou o executivo.

A Espaçolaser é a única do segmento listada na B3, o que gera um efeito de falta de referencial, a título de comparação, para o investidor. “Contudo, a grande vantagem de ser pioneira é ter acesso ao capital, que nos possibilita seguir com nosso plano de expansão e nos consolidarmos na dianteira do setor”, completou Corrêa.

A ação ordinária Espaçolaser (ESPA3) valorizou 1,34% na semana. No entanto, o papel acumula perda de 27,52% neste ano.

Texto: Letícia Matsuura
Imagem: Vinícius Martins / Mover

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.