0

Economia reverte queda em novembro, diz Monitor do PIB

mercados

Economia reverte queda em novembro, diz Monitor do PIB

Os setores de construção e serviços se destacaram no avanço de 1,8% da economia em novembro, segundo o relatório Monitor do PIB da FGV

Economia reverte queda em novembro, diz Monitor do PIB
cintia-thomaz

Atualizado há 4 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 19 de janeiro – A economia brasileira reverteu a trajetória de queda e avançou 1,8% em novembro, após apresentar um recuo de 0,70% no mês anterior, com destaque para os setores de construção e serviços, crescendo em meio ao avanço da vacinação, informou hoje a Fundação Getúlio Vargas no relatório Monitor do PIB.

Na comparação interanual, a atividade econômica cresceu 2,2% em novembro e 1,3% no trimestre findo em novembro. O coordenador do Monitor do PIB, Claudio Considera, disse que a economia brasileira reverteu, em novembro, a trajetória de queda que vinha sendo observada desde abril e destacou que todos os componentes se mostraram positivos.

“Todos os componentes de demanda, pela série mensal ajustada, se mostraram positivos com destaque para a Formação Bruta de Capital Fixo, com seus três elementos crescendo fortemente, destacando-se a construção”, afirmou.

Ainda segundo Considera, o consumo das famílias, componente com maior participação na demanda, também cresceu, com destaque para os serviços, graças a ampliação da vacinação. Pelo lado da oferta, todos os componentes de serviços foram positivos em comparação ao mês anterior.

Destaque também para a indústria, que apresentou resultado positivo, em meio à forte reação da indústria de transformação. Por outro lado, ele ressaltou que a agropecuária apresentou forte queda.

Comércio internacional

Segundo o Monitor do PIB, as importações tiveram alta de 11,8% no trimestre móvel findo em novembro em relação ao mesmo período de 2020, motivada, especialmente, para o crescimento dos produtivos da extrativa mineral, que avançou 49,6%. Na análise da série dessazonalizada, a importação apresentou crescimento de 2,8% no trimestre móvel findo em outubro em comparação ao encerrado em agosto.

As exportações, por outro lado, apresentaram retração de 0,1% no trimestre móvel findo em novembro em comparação ao mesmo período do ano passado, sendo a primeira taxa negativa desde fevereiro. Na análise da série dessazonalizada a exportação apresentou retração de 6,4% no trimestre móvel findo em novembro em comparação ao findo em agosto.

Texto: Cintia Thomaz
Edição: Allan Ravagnani
Imagem: Vinícius Martins / Mover

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.