IBOV

107.360,83 pts

-1,45%

SP500

4.337,52 pts

-1,37%

DJIA

33.844,66 pts

-1,23%

NASDAQ

14.227,37 pts

-1,45%

IFIX

2.799,18 pts

-0,39%

BRENT

US$ 86,51

-1,57%

IO62

¥ 752,50

+0,13%

TRAD3

R$ 4,35

-4,39%

ABEV3

R$ 14,72

+0,20%

AMER3

R$ 34,21

-2,17%

ASAI3

R$ 12,08

+0,49%

AZUL4

R$ 26,46

-4,16%

B3SA3

R$ 13,11

-3,88%

BIDI11

R$ 23,12

-8,58%

BBSE3

R$ 20,62

+0,34%

BRML3

R$ 9,01

-2,06%

BBDC3

R$ 17,40

-0,28%

BBDC4

R$ 21,06

+0,95%

BRAP4

R$ 26,60

-3,79%

BBAS3

R$ 31,08

-0,38%

BRKM5

R$ 49,60

+2,90%

BRFS3

R$ 22,11

-2,55%

BPAC11

R$ 21,36

+0,09%

CRFB3

R$ 14,87

+1,50%

CCRO3

R$ 11,97

-1,07%

CMIG4

R$ 12,72

-2,07%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,04

-1,44%

COGN3

R$ 2,36

-1,25%

CPLE6

R$ 6,72

+0,29%

CSAN3

R$ 21,63

-1,59%

CPFE3

R$ 27,17

+0,36%

CVCB3

R$ 12,66

-0,78%

CYRE3

R$ 15,41

-1,97%

ECOR3

R$ 7,38

-3,15%

ELET3

R$ 33,35

-1,88%

ELET6

R$ 32,90

-1,64%

EMBR3

R$ 20,54

+0,04%

ENBR3

R$ 21,21

-0,32%

ENGI11

R$ 40,95

-0,70%

ENEV3

R$ 12,78

-1,15%

EGIE3

R$ 39,12

-0,15%

EQTL3

R$ 21,74

-1,80%

EZTC3

R$ 19,78

-3,55%

FLRY3

R$ 18,55

-3,03%

GGBR4

R$ 27,67

+0,76%

GOAU4

R$ 11,50

+0,26%

GOLL4

R$ 16,40

-3,86%

NTCO3

R$ 22,84

-1,42%

HAPV3

R$ 11,55

-0,60%

HYPE3

R$ 29,02

-1,49%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 66,66

-1,28%

IRBR3

R$ 3,16

-5,38%

ITSA4

R$ 9,43

-1,25%

ITUB4

R$ 22,97

-1,41%

JBSS3

R$ 35,78

-1,46%

JHSF3

R$ 5,47

+5,80%

KLBN11

R$ 24,26

-1,98%

RENT3

R$ 53,74

-2,11%

LCAM3

R$ 24,05

-1,67%

LWSA3

R$ 8,27

-8,11%

LAME4

R$ 6,55

+2,02%

LREN3

R$ 25,84

-2,26%

MGLU3

R$ 6,52

-5,50%

MRFG3

R$ 23,26

+3,65%

BEEF3

R$ 9,66

-2,02%

MRVE3

R$ 11,92

-0,99%

MULT3

R$ 19,60

-1,70%

PCAR3

R$ 20,48

+5,02%

PETR3

R$ 34,23

-1,04%

PETR4

R$ 31,72

-0,15%

VBBR3

21,13

-1,26%

PRIO3

R$ 23,38

-0,93%

QUAL3

R$ 16,32

-4,05%

RADL3

R$ 21,00

+2,68%

RAIL3

R$ 16,67

-1,82%

SBSP3

R$ 35,20

-2,22%

SANB11

R$ 30,86

-1,81%

CSNA3

R$ 25,66

-0,35%

SULA11

R$ 23,13

-3,66%

SUZB3

R$ 58,11

-2,48%

TAEE11

R$ 37,92

-0,15%

VIVT3

R$ 48,18

-0,37%

TIMS3

R$ 12,75

-1,31%

TOTS3

R$ 25,95

-2,55%

UGPA3

R$ 13,57

-2,02%

USIM5

R$ 16,13

+1,70%

VALE3

R$ 82,94

-2,31%

VIIA3

R$ 4,16

-4,36%

WEGE3

R$ 29,88

-2,38%

YDUQ3

R$ 19,50

-4,50%

IBOV

107.360,83 pts

-1,45%

SP500

4.337,52 pts

-1,37%

DJIA

33.844,66 pts

-1,23%

NASDAQ

14.227,37 pts

-1,45%

IFIX

2.799,18 pts

-0,39%

BRENT

US$ 86,51

-1,57%

IO62

¥ 752,50

+0,13%

TRAD3

R$ 4,35

-4,39%

ABEV3

R$ 14,72

+0,20%

AMER3

R$ 34,21

-2,17%

ASAI3

R$ 12,08

+0,49%

AZUL4

R$ 26,46

-4,16%

B3SA3

R$ 13,11

-3,88%

BIDI11

R$ 23,12

-8,58%

BBSE3

R$ 20,62

+0,34%

BRML3

R$ 9,01

-2,06%

BBDC3

R$ 17,40

-0,28%

BBDC4

R$ 21,06

+0,95%

BRAP4

R$ 26,60

-3,79%

BBAS3

R$ 31,08

-0,38%

BRKM5

R$ 49,60

+2,90%

BRFS3

R$ 22,11

-2,55%

BPAC11

R$ 21,36

+0,09%

CRFB3

R$ 14,87

+1,50%

CCRO3

R$ 11,97

-1,07%

CMIG4

R$ 12,72

-2,07%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,04

-1,44%

COGN3

R$ 2,36

-1,25%

CPLE6

R$ 6,72

+0,29%

CSAN3

R$ 21,63

-1,59%

CPFE3

R$ 27,17

+0,36%

CVCB3

R$ 12,66

-0,78%

CYRE3

R$ 15,41

-1,97%

ECOR3

R$ 7,38

-3,15%

ELET3

R$ 33,35

-1,88%

ELET6

R$ 32,90

-1,64%

EMBR3

R$ 20,54

+0,04%

ENBR3

R$ 21,21

-0,32%

ENGI11

R$ 40,95

-0,70%

ENEV3

R$ 12,78

-1,15%

EGIE3

R$ 39,12

-0,15%

EQTL3

R$ 21,74

-1,80%

EZTC3

R$ 19,78

-3,55%

FLRY3

R$ 18,55

-3,03%

GGBR4

R$ 27,67

+0,76%

GOAU4

R$ 11,50

+0,26%

GOLL4

R$ 16,40

-3,86%

NTCO3

R$ 22,84

-1,42%

HAPV3

R$ 11,55

-0,60%

HYPE3

R$ 29,02

-1,49%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 66,66

-1,28%

IRBR3

R$ 3,16

-5,38%

ITSA4

R$ 9,43

-1,25%

ITUB4

R$ 22,97

-1,41%

JBSS3

R$ 35,78

-1,46%

JHSF3

R$ 5,47

+5,80%

KLBN11

R$ 24,26

-1,98%

RENT3

R$ 53,74

-2,11%

LCAM3

R$ 24,05

-1,67%

LWSA3

R$ 8,27

-8,11%

LAME4

R$ 6,55

+2,02%

LREN3

R$ 25,84

-2,26%

MGLU3

R$ 6,52

-5,50%

MRFG3

R$ 23,26

+3,65%

BEEF3

R$ 9,66

-2,02%

MRVE3

R$ 11,92

-0,99%

MULT3

R$ 19,60

-1,70%

PCAR3

R$ 20,48

+5,02%

PETR3

R$ 34,23

-1,04%

PETR4

R$ 31,72

-0,15%

VBBR3

21,13

-1,26%

PRIO3

R$ 23,38

-0,93%

QUAL3

R$ 16,32

-4,05%

RADL3

R$ 21,00

+2,68%

RAIL3

R$ 16,67

-1,82%

SBSP3

R$ 35,20

-2,22%

SANB11

R$ 30,86

-1,81%

CSNA3

R$ 25,66

-0,35%

SULA11

R$ 23,13

-3,66%

SUZB3

R$ 58,11

-2,48%

TAEE11

R$ 37,92

-0,15%

VIVT3

R$ 48,18

-0,37%

TIMS3

R$ 12,75

-1,31%

TOTS3

R$ 25,95

-2,55%

UGPA3

R$ 13,57

-2,02%

USIM5

R$ 16,13

+1,70%

VALE3

R$ 82,94

-2,31%

VIIA3

R$ 4,16

-4,36%

WEGE3

R$ 29,88

-2,38%

YDUQ3

R$ 19,50

-4,50%

beatriz-cantadori

Atualizado há cerca de 2 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 27 de novembro– O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ampliou sua vantagem na eleição 2022 em relação ao presidente Jair Bolsonaro no primeiro turno, e no segundo turno, venceria todos os candidatos, segundo a pesquisa de intenção de voto para a da XO/Ipespe. A notícia ganhou holofotes e foi uma das mais lidas da semana.

Além disso, chamou atenção a forte geração de caixa da Aura Minerals, que avalia destinações para recursos excedentes. Sua crescente produção deve atingir nível recorde no quarto trimestre. Também esteve no radar dos investidores a entrada da Adidas no metaverso do jogo ‘The Sandbox’, inaugurando sua chegada no setor de criptoativos. Veja abaixo as outras notícias mais lidas da semana!

Aumenta a distância entre Lula e Bolsonaro no 1º turno, mostra pesquisa XP/Ipespe

Ampliou a vantagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em relação ao presidente Jair Bolsonaro no primeiro turno, segundo a pesquisa de intenção de voto da XP/Ipespe de novembro. De acordo com o levantamento, Lula se manteve estável na pesquisa espontânea em relação a outubro, com 45% das intenções de voto, enquanto que Bolsonaro foi de 28% para 25%. O ex-governador Ciro Gomes e o ex-juiz Sergio Moro aparecem em terceiro lugar, ambos com 3%. Leia a notícia completa! 

Com forte geração de caixa, Aura Minerals avalia destinação do excedente

A Aura Minerals começou a avaliar alternativas para destinação de um excedente de caixa gerado pela melhora recente nos preços do ouro e por sua crescente produção, que deve atingir nível recorde no quarto trimestre. Listada em bolsa no Canadá e no Brasil, a Aura Minerals tem 77% da receita atrelada à produção de ouro, cujos preços spot voltaram recentemente para perto de US$1.800 por onça, contra cotações na faixa de US$1.750 há dois meses. A empresa, com ativos no México, Honduras, Brasil e Estados Unidos, também produz cobre. Confira!

Adidas entra no metaverso ‘The Sandbox’

A Adidas inaugurou seu espaço no universo virtual, ou metaverso, do jogo The Sandbox, conforme anúncio realizado hoje no Twitter, demarcando a entrada de mais uma empresa de alcance global no setor dos criptoativos.  A repercussão foi amplamente positiva, com usuários celebrando a entrada da companhia na plataforma. Saiba mais!

Descoberta de nova cepa do coronavírus derruba mercados globais

Mercados globais mostraram forte aversão a risco com a nova cepa do coronavírus descoberta na África do Sul. Bolsas e commodities de atividade derreteram, enquanto o valor de face de títulos da dívida americana e o ouro avançaram em meio à busca por proteção. Há relatos de que a variante tem uma série de diferenças na proteína S, que permite ao vírus entrar na célula, tornando-a mais transmissível. O jornal The New York Times diz que essa variante representa um “grande salto evolutivo” do vírus em relação às demais. Veja a notícia na íntegra!

Petróleo sobre com análise de que quantia liberada de reserva nos EUA é insuficiente

Os futuros do petróleo Brent operavam em alta, após o senador americano Chuck Schumer afirmar que a liberação de 50 milhões de barris de petróleo das reservas estratégicas dos Estados Unidos proverá apenas um alívio temporário aos preços no país. Segundo dados da Agência Internacional de Energia, o consumo global de petróleo em 2019 estava em torno de 100 milhões de barris por dia. O número contrasta com a quantidade liberada pelos EUA, que poderia apenas suprir meio dia de demanda global com a recuperação do consumo para os níveis de 2019. A negativa do Reino Unido em reduzir suas reservas estatais, comunicada pelo ministro de energia britânico, também colaborou para o movimento de alta do petróleo. Entenda!

Texto: Beatriz Lauerti
Edição: Letícia Matsuura
Arte: Vinícius Martins/ Mover

image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.