0

Fundo da Quadra Capital arremata leilão da Codesa

mercados

Fundo da Quadra Capital arremata leilão da Codesa

Com outorga de R$106 milhões, leilão da Codesa marca a primeira desestatização de portos do país; atenção agora se volta ao Porto de Santos

Fundo da Quadra Capital arremata leilão da Codesa
maria-luiza

Atualizado há cerca de 2 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 30 de março – O Fundo de Investimento em Participações Shelf 119, da Quadra Capital, venceu o leilão pela Companhia de Docas do Espírito Santo, Codesa, com outorga de R$106 milhões, na primeira desestatização de portos do país.

O FIP Shelf 119 garantiu a concessão por 35 anos dos portos de Vitória e de Barra do Riacho, vencendo a disputa com o Consórcio Beira Mar, formado pela Vinci Partners e a Serveng Civilsan.

O Ministério da Infraestrutura prevê investimentos de R$783 milhões na Codesa, com contribuição fixa anual de R$31 milhões a partir do sexto ano da concessão, e anual variável de 7,5% da receita bruta da companhia até o final da outorga.

Agora, as expectativas do mercado se voltam para o leilão do Porto de Santos, considerado o mais importante ativo do tipo no país. A sala de informações para a privatização se abre entre maio e junho, conforme afirmou à Mover o secretário Nacional de Portos e Transportes Aquaviários, Diogo Piloni.

“Publicaremos o edital entre setembro e outubro, para fazer o leilão ainda neste ano”, completou.

Texto: Maria Luiza Dourado
Edição: Gabriela Guedes
Imagem: Vinicius Martins / Mover

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.