0

Guedes diz que não acredita em 'inflação transitória', mas que Brasil foi na frente

mercados

Guedes diz que não acredita em 'inflação transitória', mas que Brasil foi na frente

No Fórum Econômico de Davos, Guedes disse que o Brasil caminhou na frente de outras nações, apertando a política monetária já no ano passado

Guedes diz que não acredita em 'inflação transitória', mas que Brasil foi na frente
guilherme-maradei-dogo

Atualizado há 4 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 21 de janeiro – Em fala de dez minutos em um painel no Fórum Econômico de Davos, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que os problemas que levaram a inflação alta no mundo não são transitórios e continuarão a ser um problema para os países ocidentais.

Guedes citou que o Brasil caminhou na frente de outras nações, apertando a política monetária e fiscal já no ano passado, quando os preços começaram a subir. O ministro ainda citou que o país é o “único” a estar atualmente onde estava antes da crise, com retomada do mercado de trabalho e com a dívida pública em patamares baixos, como em 2019.

Para o ministro, os problemas na cadeia de suprimentos podem diminuir ao longo de 2022, mas continuarão a ser desafios para autoridades mundiais. Guedes ainda disse que os presidentes dos bancos centrais estão “dormindo ao volante” ao não endurecer políticas fiscais e monetárias.

Texto: Guilherme Dogo
Edição: Artur Horta
Imagem: Vinicius Martins / Mover

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.