IBOV

110.786,43 pts

+0,10%

SP500

4.534,10 pts

+0,32%

DJIA

35.592,68 pts

+0,38%

NASDAQ

15.373,82 pts

-0,24%

IFIX

2.738,39 pts

-0,06%

BRENT

US$ 85,73

+0,76%

IO62

¥ 723,50

+1,54%

TRAD3

R$ 7,95

-2,33%

ABEV3

R$ 15,35

+1,38%

AMER3

R$ 39,69

+1,69%

ASAI3

R$ 16,77

+1,32%

AZUL4

R$ 30,56

-0,77%

B3SA3

R$ 13,11

+4,71%

BIDI11

R$ 48,15

+6,95%

BBSE3

R$ 21,33

+0,32%

BRML3

R$ 8,08

-0,73%

BBDC3

R$ 18,46

+3,30%

BBDC4

R$ 21,61

+3,00%

BRAP4

R$ 52,05

-2,14%

BBAS3

R$ 31,14

+1,66%

BRKM5

R$ 59,09

+2,78%

BRFS3

R$ 23,65

-1,70%

BPAC11

R$ 24,79

+2,52%

CRFB3

R$ 17,61

-2,54%

CCRO3

R$ 12,41

+1,63%

CMIG4

R$ 14,81

+0,27%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,41

+1,68%

COGN3

R$ 2,89

-0,34%

CPLE6

R$ 6,62

-0,30%

CSAN3

R$ 22,20

-1,55%

CPFE3

R$ 26,22

+0,57%

CVCB3

R$ 18,63

-1,22%

CYRE3

R$ 16,62

-1,65%

ECOR3

R$ 9,50

-0,21%

ELET3

R$ 37,84

-3,34%

ELET6

R$ 37,98

-3,26%

EMBR3

R$ 24,65

-1,16%

ENBR3

R$ 19,44

+2,31%

ENGI11

R$ 44,26

+0,34%

ENEV3

R$ 14,69

-0,47%

EGIE3

R$ 38,99

+1,96%

EQTL3

R$ 24,00

-0,99%

EZTC3

R$ 21,80

-0,77%

FLRY3

R$ 20,30

-1,12%

GGBR4

R$ 27,34

-1,76%

GOAU4

R$ 12,43

-1,34%

GOLL4

R$ 18,12

-3,61%

NTCO3

R$ 39,59

-1,81%

HAPV3

R$ 11,71

-3,06%

HYPE3

R$ 29,28

+0,17%

IGTA3

R$ 31,24

-1,94%

GNDI3

R$ 66,06

-3,13%

IRBR3

R$ 5,22

+1,75%

ITSA4

R$ 11,13

+2,01%

ITUB4

R$ 24,90

+2,30%

JBSS3

R$ 37,98

+0,13%

JHSF3

R$ 5,75

-0,69%

KLBN11

R$ 22,50

+0,62%

RENT3

R$ 51,78

-3,34%

LCAM3

R$ 22,78

-3,88%

LWSA3

R$ 22,48

+5,19%

LAME4

R$ 6,30

-0,15%

LREN3

R$ 34,94

+1,48%

MGLU3

R$ 13,25

-3,49%

MRFG3

R$ 25,68

-1,30%

BEEF3

R$ 9,69

-3,56%

MRVE3

R$ 11,51

-0,77%

MULT3

R$ 19,36

-0,71%

PCAR3

R$ 28,87

+0,17%

PETR3

R$ 29,37

+1,69%

PETR4

R$ 28,41

+1,42%

BRDT3

R$ 23,23

-0,04%

PRIO3

R$ 26,90

+0,48%

QUAL3

R$ 18,51

+0,98%

RADL3

R$ 21,67

-2,65%

RAIL3

R$ 17,09

-2,78%

SBSP3

R$ 37,78

-0,63%

SANB11

R$ 36,07

+3,26%

CSNA3

R$ 25,54

-0,50%

SULA11

R$ 26,22

+2,90%

SUZB3

R$ 48,40

-0,67%

TAEE11

R$ 37,69

+0,53%

VIVT3

R$ 46,00

+0,19%

TIMS3

R$ 12,37

+0,89%

TOTS3

R$ 33,42

-2,82%

UGPA3

R$ 14,76

+1,02%

USIM5

R$ 14,97

-3,97%

VALE3

R$ 76,41

-3,27%

VIIA3

R$ 7,49

-3,97%

WEGE3

R$ 40,11

+1,93%

YDUQ3

R$ 24,90

-1,07%

IBOV

110.786,43 pts

+0,10%

SP500

4.534,10 pts

+0,32%

DJIA

35.592,68 pts

+0,38%

NASDAQ

15.373,82 pts

-0,24%

IFIX

2.738,39 pts

-0,06%

BRENT

US$ 85,73

+0,76%

IO62

¥ 723,50

+1,54%

TRAD3

R$ 7,95

-2,33%

ABEV3

R$ 15,35

+1,38%

AMER3

R$ 39,69

+1,69%

ASAI3

R$ 16,77

+1,32%

AZUL4

R$ 30,56

-0,77%

B3SA3

R$ 13,11

+4,71%

BIDI11

R$ 48,15

+6,95%

BBSE3

R$ 21,33

+0,32%

BRML3

R$ 8,08

-0,73%

BBDC3

R$ 18,46

+3,30%

BBDC4

R$ 21,61

+3,00%

BRAP4

R$ 52,05

-2,14%

BBAS3

R$ 31,14

+1,66%

BRKM5

R$ 59,09

+2,78%

BRFS3

R$ 23,65

-1,70%

BPAC11

R$ 24,79

+2,52%

CRFB3

R$ 17,61

-2,54%

CCRO3

R$ 12,41

+1,63%

CMIG4

R$ 14,81

+0,27%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,41

+1,68%

COGN3

R$ 2,89

-0,34%

CPLE6

R$ 6,62

-0,30%

CSAN3

R$ 22,20

-1,55%

CPFE3

R$ 26,22

+0,57%

CVCB3

R$ 18,63

-1,22%

CYRE3

R$ 16,62

-1,65%

ECOR3

R$ 9,50

-0,21%

ELET3

R$ 37,84

-3,34%

ELET6

R$ 37,98

-3,26%

EMBR3

R$ 24,65

-1,16%

ENBR3

R$ 19,44

+2,31%

ENGI11

R$ 44,26

+0,34%

ENEV3

R$ 14,69

-0,47%

EGIE3

R$ 38,99

+1,96%

EQTL3

R$ 24,00

-0,99%

EZTC3

R$ 21,80

-0,77%

FLRY3

R$ 20,30

-1,12%

GGBR4

R$ 27,34

-1,76%

GOAU4

R$ 12,43

-1,34%

GOLL4

R$ 18,12

-3,61%

NTCO3

R$ 39,59

-1,81%

HAPV3

R$ 11,71

-3,06%

HYPE3

R$ 29,28

+0,17%

IGTA3

R$ 31,24

-1,94%

GNDI3

R$ 66,06

-3,13%

IRBR3

R$ 5,22

+1,75%

ITSA4

R$ 11,13

+2,01%

ITUB4

R$ 24,90

+2,30%

JBSS3

R$ 37,98

+0,13%

JHSF3

R$ 5,75

-0,69%

KLBN11

R$ 22,50

+0,62%

RENT3

R$ 51,78

-3,34%

LCAM3

R$ 22,78

-3,88%

LWSA3

R$ 22,48

+5,19%

LAME4

R$ 6,30

-0,15%

LREN3

R$ 34,94

+1,48%

MGLU3

R$ 13,25

-3,49%

MRFG3

R$ 25,68

-1,30%

BEEF3

R$ 9,69

-3,56%

MRVE3

R$ 11,51

-0,77%

MULT3

R$ 19,36

-0,71%

PCAR3

R$ 28,87

+0,17%

PETR3

R$ 29,37

+1,69%

PETR4

R$ 28,41

+1,42%

BRDT3

R$ 23,23

-0,04%

PRIO3

R$ 26,90

+0,48%

QUAL3

R$ 18,51

+0,98%

RADL3

R$ 21,67

-2,65%

RAIL3

R$ 17,09

-2,78%

SBSP3

R$ 37,78

-0,63%

SANB11

R$ 36,07

+3,26%

CSNA3

R$ 25,54

-0,50%

SULA11

R$ 26,22

+2,90%

SUZB3

R$ 48,40

-0,67%

TAEE11

R$ 37,69

+0,53%

VIVT3

R$ 46,00

+0,19%

TIMS3

R$ 12,37

+0,89%

TOTS3

R$ 33,42

-2,82%

UGPA3

R$ 14,76

+1,02%

USIM5

R$ 14,97

-3,97%

VALE3

R$ 76,41

-3,27%

VIIA3

R$ 7,49

-3,97%

WEGE3

R$ 40,11

+1,93%

YDUQ3

R$ 24,90

-1,07%

Atualizado há 12 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 28 de outubro – A Havan desistiu de sua Oferta Pública Inicial, ou IPO, na sigla em inglês, segundo dados divulgados pela Comissão de Valores Mobiliários, CVM, na tarde de ontem. Antes da desistência oficial da oferta, o Valor havia publicado que a companhia havia adiado a operação, após dificuldades de emplacar o preço pretendido.

Ainda na notícia divulgada pelo Valor, fontes revelaram ao jornal que Luciano Hang, controlador da Havan não estava disposto a ceder a uma avaliação inferior a R$70 bilhões para a companhia. Quando surgiram as conversar sobre o IPO, Hang tinha a ambição de estrear a B3 valendo R$100 bilhões, o que foi considerado um valuation “bastante esticado”.

Com a desistência da Havan, o ano de 2020 já soma 14 IPOs oficialmente cancelados. Só em outubro, 8 empresas cancelaram a oferta inicial para abertura de capital na Bolsa.

Mercado inflado prejudica entradas na B3

Com o BNDES mais restrito em suas linhas de crédito, as taxas de juros baixas e os investimentos de renda fixa rendendo menos, o mercado acionário se aqueceu. São cerca de 60 pedidos de registro de IPO na Comissão de Valores Mobiliários apenas em 2020, dos quais 40 ainda aguardam aprovação e o melhor momento para irem a mercado.

A sinalização é de que o mercado não vai tomar todas as ofertas que aparecerem, tornando-se cada vez mais seletivo, apesar do cenário positivo para as bolsas no médio prazo e a grande liquidez por conta dos juros baixos.

Um longo caminho até o IPO

A oferta pública inicial, também conhecida pela sigla em inglês IPO, marca a entrada da empresa na Bolsa de Valores. Após a venda em oferta pública, os papéis da empresa passam a ser negociados no pregão da bolsa pelos acionistas compradores. Os IPOs podem ser primários, quando a venda é de novas ações e capitalização da empresa, ou secundários, quando os sócios da companhia vendem ações já existentes.

Quando a empresa abre o capital na bolsa, os donos precisam dividir as decisões e prestar contas aos demais acionistas, que passam a ter representantes no Conselho e participam das assembleias. A empresa precisa também fornecer informações periódicas para o mercado, como seu desempenho e como será usado o dinheiro captado. Ela se compromete a divulgar todos os fatos relevantes que envolvem o negócio ou a gestão da empresa e que interessem aos acionistas e ao mercado em geral.

A legislação exige alguns passos antes de fazer o IPO. Primeiro, a empresa deve se submeter a uma auditoria externa financeira e preparar os roadshows, reuniões com o objetivo de apresentar os negócios aos potenciais investidores. Então, o registro de companhia aberta classe A, que permite ações em bolsa, deve ser feito na Comissão de Valores Mobiliários, CVM. É preciso providenciar também a listagem na bolsa B3.

Depois, a empresa faz um documento chamado de prospecto, que contém todas as informações sobre o negócio e a oferta, incluindo os objetivos dos recursos, perspectivas de mercado e os riscos do negócio. Com isso, chega o período de reserva, prazo de alguns dias para os investidores pedirem as ações junto aos bancos e corretoras que participam da oferta. Em muitos casos, as empresas definem prazos para os investidores venderem as ações após a oferta, para evitar os chamados flippers, que são investidores que compram as ações para vendê-las no primeiro dia de negociação apostando na alta dos papéis.

O processo de venda da oferta inicial é chamado de bookbuilding, que indica o volume de interesse pelos papéis e o preço que os investidores estão dispostos a pagar. Depois de todo esse processo, as ações são entregues aos investidores e chega o dia da estreia da empresa na Bolsa. O desempenho dos papéis neste dia indica como o mercado recebeu a nova companhia.

Saiba mais sobre as ofertas públicas iniciais com o e-book preparado pelo TC School. Basta clicar aqui.

Texto: Ana Carolina Amaral

Edição: Angelo Pavini

Imagem: Luciano Hang, dono da Havan/TC Mover

image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.