IBOV

106.419,53 pts

-2,12%

SP500

4.568,53 pts

-0,14%

DJIA

35.735,41 pts

-0,06%

NASDAQ

15.533,98 pts

-0,16%

IFIX

2.693,64 pts

-0,53%

BRENT

US$ 85,49

-1,05%

IO62

¥ 707,00

+1,00%

TRAD3

R$ 5,39

-11,34%

ABEV3

R$ 15,16

-1,04%

AMER3

R$ 32,40

-6,60%

ASAI3

R$ 15,95

-1,23%

AZUL4

R$ 26,90

-8,50%

B3SA3

R$ 12,15

-5,95%

BIDI11

R$ 39,82

-5,48%

BBSE3

R$ 22,17

-1,37%

BRML3

R$ 6,97

-4,52%

BBDC3

R$ 17,28

-2,70%

BBDC4

R$ 20,29

-2,73%

BRAP4

R$ 51,89

-1,48%

BBAS3

R$ 29,20

-1,21%

BRKM5

R$ 57,03

+2,14%

BRFS3

R$ 20,98

-3,09%

BPAC11

R$ 22,56

-3,75%

CRFB3

R$ 17,07

-0,59%

CCRO3

R$ 11,42

-4,03%

CMIG4

R$ 13,37

-0,96%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,30

-6,50%

COGN3

R$ 2,51

-7,38%

CPLE6

R$ 6,07

-2,25%

CSAN3

R$ 20,72

-4,86%

CPFE3

R$ 25,80

+0,86%

CVCB3

R$ 16,91

-6,52%

CYRE3

R$ 14,61

-5,19%

ECOR3

R$ 8,50

-3,62%

ELET3

R$ 36,18

-1,09%

ELET6

R$ 35,90

-0,41%

EMBR3

R$ 23,17

-3,89%

ENBR3

R$ 19,67

+1,86%

ENGI11

R$ 40,42

-3,76%

ENEV3

R$ 14,07

-3,63%

EGIE3

R$ 38,51

-0,67%

EQTL3

R$ 23,91

-1,36%

EZTC3

R$ 18,63

-7,81%

FLRY3

R$ 19,73

-1,74%

GGBR4

R$ 28,05

+0,28%

GOAU4

R$ 13,04

+0,77%

GOLL4

R$ 16,18

-6,31%

NTCO3

R$ 40,56

-0,39%

HAPV3

R$ 11,53

-2,45%

HYPE3

R$ 28,02

-3,11%

IGTA3

R$ 29,11

-2,80%

GNDI3

R$ 65,29

-1,83%

IRBR3

R$ 4,86

-3,95%

ITSA4

R$ 10,47

-2,05%

ITUB4

R$ 23,74

-1,41%

JBSS3

R$ 36,89

-0,80%

JHSF3

R$ 5,26

-5,22%

KLBN11

R$ 23,87

-1,52%

RENT3

R$ 45,50

-6,60%

LCAM3

R$ 20,13

-6,76%

LWSA3

R$ 19,67

-6,19%

LAME4

R$ 5,14

-6,20%

LREN3

R$ 31,49

-4,37%

MGLU3

R$ 11,98

-3,38%

MRFG3

R$ 24,61

-0,88%

BEEF3

R$ 8,94

-3,66%

MRVE3

R$ 10,41

-4,14%

MULT3

R$ 17,30

-3,83%

PCAR3

R$ 25,93

-4,03%

PETR3

R$ 29,27

-1,24%

PETR4

R$ 28,76

-1,20%

BRDT3

R$ 22,03

+0,59%

PRIO3

R$ 27,15

-1,20%

QUAL3

R$ 17,98

-2,17%

RADL3

R$ 22,06

-1,73%

RAIL3

R$ 16,29

-2,51%

SBSP3

R$ 35,56

-1,55%

SANB11

R$ 35,07

-1,65%

CSNA3

R$ 24,43

-6,47%

SULA11

R$ 25,48

-1,54%

SUZB3

R$ 50,45

-2,01%

TAEE11

R$ 36,72

-1,71%

VIVT3

R$ 44,79

-0,24%

TIMS3

R$ 11,58

-3,50%

TOTS3

R$ 33,40

-0,44%

UGPA3

R$ 13,23

-3,92%

USIM5

R$ 14,22

-3,33%

VALE3

R$ 76,18

-1,32%

VIIA3

R$ 6,66

-5,79%

WEGE3

R$ 39,66

-0,22%

YDUQ3

R$ 21,10

-5,46%

IBOV

106.419,53 pts

-2,12%

SP500

4.568,53 pts

-0,14%

DJIA

35.735,41 pts

-0,06%

NASDAQ

15.533,98 pts

-0,16%

IFIX

2.693,64 pts

-0,53%

BRENT

US$ 85,49

-1,05%

IO62

¥ 707,00

+1,00%

TRAD3

R$ 5,39

-11,34%

ABEV3

R$ 15,16

-1,04%

AMER3

R$ 32,40

-6,60%

ASAI3

R$ 15,95

-1,23%

AZUL4

R$ 26,90

-8,50%

B3SA3

R$ 12,15

-5,95%

BIDI11

R$ 39,82

-5,48%

BBSE3

R$ 22,17

-1,37%

BRML3

R$ 6,97

-4,52%

BBDC3

R$ 17,28

-2,70%

BBDC4

R$ 20,29

-2,73%

BRAP4

R$ 51,89

-1,48%

BBAS3

R$ 29,20

-1,21%

BRKM5

R$ 57,03

+2,14%

BRFS3

R$ 20,98

-3,09%

BPAC11

R$ 22,56

-3,75%

CRFB3

R$ 17,07

-0,59%

CCRO3

R$ 11,42

-4,03%

CMIG4

R$ 13,37

-0,96%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,30

-6,50%

COGN3

R$ 2,51

-7,38%

CPLE6

R$ 6,07

-2,25%

CSAN3

R$ 20,72

-4,86%

CPFE3

R$ 25,80

+0,86%

CVCB3

R$ 16,91

-6,52%

CYRE3

R$ 14,61

-5,19%

ECOR3

R$ 8,50

-3,62%

ELET3

R$ 36,18

-1,09%

ELET6

R$ 35,90

-0,41%

EMBR3

R$ 23,17

-3,89%

ENBR3

R$ 19,67

+1,86%

ENGI11

R$ 40,42

-3,76%

ENEV3

R$ 14,07

-3,63%

EGIE3

R$ 38,51

-0,67%

EQTL3

R$ 23,91

-1,36%

EZTC3

R$ 18,63

-7,81%

FLRY3

R$ 19,73

-1,74%

GGBR4

R$ 28,05

+0,28%

GOAU4

R$ 13,04

+0,77%

GOLL4

R$ 16,18

-6,31%

NTCO3

R$ 40,56

-0,39%

HAPV3

R$ 11,53

-2,45%

HYPE3

R$ 28,02

-3,11%

IGTA3

R$ 29,11

-2,80%

GNDI3

R$ 65,29

-1,83%

IRBR3

R$ 4,86

-3,95%

ITSA4

R$ 10,47

-2,05%

ITUB4

R$ 23,74

-1,41%

JBSS3

R$ 36,89

-0,80%

JHSF3

R$ 5,26

-5,22%

KLBN11

R$ 23,87

-1,52%

RENT3

R$ 45,50

-6,60%

LCAM3

R$ 20,13

-6,76%

LWSA3

R$ 19,67

-6,19%

LAME4

R$ 5,14

-6,20%

LREN3

R$ 31,49

-4,37%

MGLU3

R$ 11,98

-3,38%

MRFG3

R$ 24,61

-0,88%

BEEF3

R$ 8,94

-3,66%

MRVE3

R$ 10,41

-4,14%

MULT3

R$ 17,30

-3,83%

PCAR3

R$ 25,93

-4,03%

PETR3

R$ 29,27

-1,24%

PETR4

R$ 28,76

-1,20%

BRDT3

R$ 22,03

+0,59%

PRIO3

R$ 27,15

-1,20%

QUAL3

R$ 17,98

-2,17%

RADL3

R$ 22,06

-1,73%

RAIL3

R$ 16,29

-2,51%

SBSP3

R$ 35,56

-1,55%

SANB11

R$ 35,07

-1,65%

CSNA3

R$ 24,43

-6,47%

SULA11

R$ 25,48

-1,54%

SUZB3

R$ 50,45

-2,01%

TAEE11

R$ 36,72

-1,71%

VIVT3

R$ 44,79

-0,24%

TIMS3

R$ 11,58

-3,50%

TOTS3

R$ 33,40

-0,44%

UGPA3

R$ 13,23

-3,92%

USIM5

R$ 14,22

-3,33%

VALE3

R$ 76,18

-1,32%

VIIA3

R$ 6,66

-5,79%

WEGE3

R$ 39,66

-0,22%

YDUQ3

R$ 21,10

-5,46%

Atualizado há cerca de 3 anos

Ícone de compartilhamento

O câmbio, os juros futuros e a bolsa devem acentuar a tendência de correção vista na segunda-feira, pressionados por uma leitura mais cética da pesquisa Ibope, que na véspera mostrou crescimento rápido de Fernando Haddad, o candidato do PT, nas intenções de voto. Além de se consolidar no segundo lugar da disputa presidencial, diminuindo a distância com o líder Jair Bolsonaro, Haddad teve alta moderada da rejeição. Para contribuidores TC, a percepção que deve imperar no mercado hoje é de que Bolsonaro, que o mercado adotou como melhor opção na eleição mais fragmentada dos últimos trinta anos, foi fragilizado pela alta rejeição a sua candidatura. Campanhas de mulheres que o associam com intolerância, e até um editorial da revista Época que pede “um altissonante não àqueles que querem romper as regras do jogo democrático” – em clara alusão a sua defesa dos militares da ditadura – podem estar levando mais eleitores para o lado de Haddad.

 

Mas uma eleição tão polarizada tem matizes. Cada vez mais analistas questionam a pouca diferença entre os números estimulados e espontâneos de Bolsonaro e sua queda de popularidade no Sul do país, além do fato de que Haddad ser o escolhido do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deve, em algum momento, trazer alguns problemas. O apoio de Lula faria um eleitor de cada dois recusar votar no ex-prefeito. E há ainda o risco de que mais de 3 milhões de eleitores no Nordeste, onde Lula e Haddad lideram, não possam votar por conta da biometria. Na avaliação do nosso contribuidor Lucas de Aragão, “a eleição está ainda muito aberta e no segundo turno, as campanhas terão de se adaptar à realidade das rejeições e da polarização política”. Essa incerteza deve atrair mais volatilidade no dólar futuro, embutir mais prêmio nos juros e puxar as ações mais líquidas da B3 para baixo.

 

Essa dinâmica pouco vai mudar antes do primeiro turno da eleição, no dia 7 de outubro. O investidor também precisa dar atenção ao exterior, volátil entre as notícias sobre as disputas comerciais dos Estados Unidos e da China. Entre os eventos do dia, o destaque na agenda é a divulgação da Ata do Copom do Banco Central, que na semana passada assumiu um tom mais severo na avaliação dos riscos inflacionários no país. Teremos alguns indicadores nos Estados Unidos e na Europa, mas que devem ter recepção tranquila à espera da decisão de taxa de juros do Federal Reserve, o BC americano, nesta quarta-feira.

 

Quer ser um investidor bem informado? Cadastre-se no TradersClub e siga nosso canal de notícias e comentários exclusivos.

 

Mercado em um minuto, segundo Contribuidores TradersClub

 

— Câmbio: deve operar volátil com forte viés de alta, após pesquisa Ibope. Exterior menos tenso deve mitigar tendência.

 

— Juros: devem seguir o dólar, reagindo à alta acelerada de Haddad nas pesquisas e ao risco de descontinuidade da política econômica em eventual governo do PT.  

 

— Bolsa: mesmo com as commodities em alta, o índice e as blue chips devem sentir a pressão da pesquisa.

 

— Ações: Fique de olho em Petrobras, cuja participação PN na Braskem terá direito de tag-along em caso de venda do controle da petroquímica; Braskem, com mudança no acordo de acionistas como possível preâmbulo à saída da controladora Odebrecht; BTG Pactual, que fará oferta para deslistar braço de participações PPLA; Gafisa, após sócio de acionista majoritário GWI ter sido inabilitado de gerir recursos de terceiros; Banco Inter, com notícias de que pode voltar ao mercado para dobrar base de clientes; JHSF, que deve lançar plataforma e-commerce para shopping Cidade Jardim; Unipar, com nomeação de novo executivo; Carrefour Brasil, com planos para investir quase R$2 bilhões; Ômega, com aprovação pelo Cade de 50% do Grupo Pirapora.

 

— Destaques das recomendações: O Santander rebaixou duplamente a recomendação da BR Properties ($BRPR3) de compra para venda e cortou o preço-alvo de R$14 para R$8,70 após vacância antecipada da Petrobras.

 

Principais notícias para começar o dia bem informado

 

Trading News

— EUA mira países vizinhos a China e acalma mercado

— Bolsonaro estagna e Haddad se aproxima, diz Ibope; rejeição dispara a duas semanas do primeiro turno

— Braskem informa que ações preferenciais detidas pela Petrobras terão tag along

— Bolsonaro pede união nacional em entrevista após atentado

— Exterior tenso exacerba pesquisa ruim e dólar sobe

 

Valor Econômico

— Produtor rejeita crédito rural atrelado à inflação
— Curto prazo e IDP mostram sinais trocados

— O ‘centro’ fracassa junto com o PSDB
— Setor espera continuidade de leilões

 

O Estado de S.Paulo

— Pesquisa Ibope: Sob ataque, Bolsonaro estaciona em 28%; Haddad vai a 22%

— Há quatro meses faltam medicamentos no Sistema Único de Saúde

— Presidenciáveis comentam Ibope: PSL vê segundo turno com Haddad

— Rosa Weber diz que suspender cancelamento de títulos comprometeria processo eleitoral

 

Folha de S. Paulo

— ‘Essa história de petista e anti-petista vai matar o país’, diz Ciro

— Bolsonaro diz que facada que recebeu foi ‘atentado político’

— Haddad descumpriu 9 de 10 metas para a saúde em SP, mostra auditoria

— Candidatos levam segurança a plano federal, mas sem detalhar orçamento

 

Globo/G1

— A estratégia de cada candidato na penúltima semana da corrida ao Planalto

— Haddad cresceu mais no Sul do que no Nordeste, mostra Ibope

— Em encontro com artistas, Ciro coloca em dúvida capacidade de Haddad de governar

— Armamento pesado de traficantes amplia área de risco à população; tiro de fuzil pode percorrer até 1,5 quilômetro

Agenda do dia

 

Indicadores nacionais

— 05h00: IPC – Fipe

— 08h00: IPC-S Capitais – FGV

— 08h00: Confiança da construção de setembro – FGV

— 08h00: Custos da construção de setembro – FGV

 

Indicadores internacionais

— 03h00: Índice de preços por atacado da Alemanha em agosto; consenso +0,2% na base mensal

— 03h00: Índice de preços por atacado da Alemanha em agosto; anterior 3,5% na base anual

— 09h55: Índice Redbook dos EUA; anterior 0,3% base mensal

— 10h00: Atividade Econômica do México em julho; anterior -0,10% na base mensal

— 11h00: Confiança do Consumidor CB dos EUA em setembro; consenso 132,2

— 11h00: Índice de Manufatura Fed Richmond dos EUA em setembro; consenso 22

— 17h30: Estoques de Petróleo Bruto Semanal API dos EUA; anterior 1,2 mi

 

Eventos
— N.D: Reunião do Conselho Monetário Nacional

— N.D.: Pesquisa eleitoral DataWorld/Instituto Sensus para a Presidência

— ND: Presidente Michel Temer participa de evento anual da Assembleia das Nações Unidas
— N.D: Primeiro dia de reunião do FOMC, comitê de política monetária do Federal Reserve
— 02h35: Discurso de Haruhiko Kuroda, presidente do Bank of Japan

— 08h00: Ata do Copom
— 12h00: Candidato à Presidência Geraldo Alckmin concede entrevista ao programa Pânico da Rádio Jovem Pan

— 13h00: Desempenho do setor de bens de capital em agosto – Abimaq

— 15h00: Presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, e ministro da Fazenda, Eduardo Guardiã, participam de reunião eletrônica do Conselho Monetário Nacional

 

DISCLAIMER: Este newsletter não tem o objetivo de promover a venda de títulos e valores mobiliários específicos, e sim, de informar correta e oportunamente a quem o recebe.

image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.