0

Ibovespa passa a cair; investidores monitoram tensão na Ucrânia

mercados

Ibovespa passa a cair; investidores monitoram tensão na Ucrânia

Ibovespa segue o mau humor do exterior e cai na tarde desta segunda-feira, com o conflito entre Rússia e Ucrânia no radar dos investidores

Ibovespa passa a cair; investidores monitoram tensão na Ucrânia
eduardo-puccioni

Atualizado há 3 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 21 de fevereiro – O Ibovespa virou e passou a cair na tarde desta segunda-feira, com investidores de olho nos conflitos geopolíticos no Leste Europeu e a liquidez reduzida pelo feriado nos Estados Unidos.

Por volta das 15h30, o Ibovespa perdia 0,26% aos 112.591 pontos, enquanto o índice futuro também recuava, 0,16% aos 113.965 pontos. O dólar futuro arrefecia a queda e voltava ao nível dos R$5,10, após atingir mínima desde julho de 2021.

Na crise do Leste europeu, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, decidiu há pouco reconhecer a independência das regiões separatistas da Ucrânia, as autoproclamadas República Popular de Donestk e República Popular de Luhansk, o que permite que os grupos pró-Rússia peçam apoio militar. Esse é mais um capítulo da escalada de tensão entre os países.

Nos EUA, hoje é feriado do Dia do Presidente e as bolsas estão fechadas, o que reduz a liquidez em âmbito global. Nessa esteira, o Ibovespa projetava volume de R$11,4 bilhões, bastante abaixo da média dos últimos 50 pregões, em R$20,71 bilhões.

Mas os contratos futuros americanos são negociados normalmente, e perto do mesmo horário ampliaram as quedas vistas mais cedo, diante das incertezas com o conflito no Leste Europeu. Destaque para o Nasdaq futuro, que caía 1,86%, enquanto S&P500 e Dow Jones desvalorizavam 1,24% e 0,91%, respectivamente.

Sobe e desde do Ibovespa

Empresas ligadas ao consumo lideravam as perdas percentuais, sendo a maior queda da ação ordinária da Americanas (AMER3), que recuava de 5,90%. Os portais da companhia, Americanas.com e Submarino, estão fora do ar desde a madrugada de sábado, 19, após a empresa ter identificado um risco de acesso não autorizado.

Na ponta positiva do Ibovespa, estão empresas exportadoras de commodities, influenciadas pela alta dos preços de materiais básicos, como petróleo e minério de ferro. Perto do mesmo horário, o papel ordinário da 3R Petroleum (RRRP3) subia 3,65%, liderando os ganhos percentuais, e seguindo a elevação de 2,75% do petróleo tipo Brent.

Entre os índices da B3, o Imat, que mede o desempenho de uma carteira teórica de empresas do setor de materiais básicos, era o único em alta, com valorização de 0,78%

Entre as ações que fazem parte do Imat, a ordinária da Vale (VALE3) é a que possui maior peso no índice e subia 1,50%, seguindo a alta de 5,04% no preço do minério de ferro em Qingdao, na China, hoje. Enquanto isso, o papel da Suzano (SUZB3), com segundo maior peso no Imat, tinha valorização de 0,77%.

Texto: Eduardo Puccioni
Edição: Allan Ravagnani e Stéfanie Rigamonti
Imagem: Vinicius Martins / Mover

Nesta matéria

AMER3

AMERICANAS S.A

23,14

-0,07

-0,30%

Relacionadas

VALE3

VALE S.A.

77,89

-2,02

-2,53%

SUZB3

SUZANO S.A.

51,75

-1,69

-3,21%

RRRP3

3R PETROLEUM �LEO E G�S S...

42,24

-1,81

-4,19%

Powered by

Análise de Investimentos

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.