0

Ibovespa cai e escapa dos 110 mil pontos com pressão de Vale e Petrobras

mercados

Ibovespa cai e escapa dos 110 mil pontos com pressão de Vale e Petrobras

O Ibovespa desvalorizou 1,60%, com pressão das commodities, que foram afetadas por adiamento de reunião com Rússia e Ucrânia

Ibovespa cai e escapa dos 110 mil pontos com pressão de Vale e Petrobras
clara-castro

Atualizado há 2 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 14 de março– O Ibovespa fechou em queda nesta segunda-feira, abandonando o patamar dos 110 mil pontos ao fim da sessão, diante da forte queda nos papéis da Vale e da Petrobras, e da expectativa de alta mais forte da taxa de juros devido à pressão inflacionária.

O índice de referência da bolsa de valores de São Paulo recuou 1,60%, a 109.927 pontos, no menor nível desde 24 de janeiro.

A ação ordinária da Vale (VALE3) retirou, sozinha, mais de mil pontos do Ibovespa, ao cair 5,63%. A preferencial da Petrobras (PETR4) cedeu 1,91%, com a desvalorização das commodities nos mercados globais. O Brent fechou em queda de 5,12% e o WTI recuou 5,78%, enquanto o minério de ferro negociado na China caiu mais de 7%.

O que pressionou as commodities e a atividade global neste início de semana foi, primeiro, o adiamento de uma a reunião prevista para ocorrer hoje entre a Rússia e a Ucrânia, para tratar de acordos para um cessar-fogo no Leste europeu. De acordo com post de um negociador ucraniano no Twitter, o encontro foi remarcado para amanhã. Além disso, a disparada de casos de covid-19 na China causou isolamento em importantes polos industriais do país, o que traz novas ameaças de desabastecimento na cadeia produtiva mundial.

Perto das 17h15, o dólar futuro subia 0,76%, cotado a R$5,143. A curva de juros fechou em alta de até 30 pontos-base, refletindo a elevação de projeções para a inflação e para a taxa básica de juros. Economistas consultados pelo Boletim Focus, do Banco Central, elevaram a estimativa do IPCA deste ano de 5,65% para 6,45%, e da Selic, de 12,25% para 12,75%.

Os índices americanos não forneceram apoio ao Ibovespa neste início de semana, com o S&P500 e o Nasdaq 100 em quedas de 0,74% e 1,92%. O rendimento dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos subiu mais de 10 pontos-base e pressionou ações de Tecnologia nos Estados Unidos.

No Ibovespa, a ação ordinária do Magazine Luiza (MGLU3) liderou as perdas, em queda de 6,33%, seguida pela da CSN Mineração (CMIN3), que caiu 6,21%.

Já os papéis ordinários da JHSF (JHSF3) avançaram 6,24%, após resultados consistentes no quarto trimestre de 2021 levarem o Bradesco BBI a iniciar a cobertura da empresa com recomendação de compra hoje.

Maiores variações no Ibovespa hoje

Texto: Clara Guimarães
Edição: Gabriela Guedes
Arte: Vinícius Martins/ Mover

Nesta matéria

VALE3

VALE S.A.

79,91

-0,26

-0,30%

Relacionadas

PETR4

PETROLEO BRASILEIRO S.A. ...

34,24

0,27

+0,85%

MGLU3

MAGAZINE LUIZA S.A.

3,73

-0,04

-1,07%

CMIN3

CSN MINERA��O S.A.

4,47

0,02

+0,43%

JHSF3

JHSF PARTICIPACOES S.A.

6,93

-0,06

-0,83%

Powered by

Análise de Investimentos

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.