0

Ibovespa cai pelo quarto dia consecutivo, com mineradoras, siderúrgicas e exterior

mercados

Ibovespa cai pelo quarto dia consecutivo, com mineradoras, siderúrgicas e exterior

O Ibovespa recuou 0,14%, a 103.109 pontos, pressionado por mineração e siderurgia, além de receios com um maior aperto monetário nos EUA

Ibovespa cai pelo quarto dia consecutivo, com mineradoras, siderúrgicas e exterior
clara-castro

Atualizado há 5 dias

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 10 de maio – O Ibovespa fechou sua quarta sessão negativa consecutiva nesta terça-feira, pressionado pelos setores de mineração e siderurgia, além de declarações mais duras de dirigentes do Federal Reserve sobre o ritmo de aperto monetário nos Estados Unidos.

O índice de referência da Bolsa de Valores de São Paulo caiu 0,14%, a 103.109 pontos, revertendo o sinal positivo da manhã, após a presidente do Fed de Cleveland, Loretta Mester, afirmar que uma alta de 75 pontos-base na taxa de juros americana não está descartada.

Em evento hoje a tarde, Mester defendeu aumentos de 50 pontos-base nas próximas decisões de juros, mas afirmou que considera apoiar altas maiores se a inflação não diminuir até o segundo semestre. Investidores passaram a adotar maior cautela, esperando altas mais agressivas do Fed, o que pode desacelerar a economia americana.

Após as declarações de Mester, o mercado de capitais brasileiro piorou, enquanto em Wall Street os principais índices acionários também arrefeceram os ganhos. O Dow Jones fechou em queda de 0,26%. O S&P500 e o Nasdaq 100 subiram 0,25% e 1,30%, respectivamente.

Ainda assim, o economista e sócio da BRCG, Lívio Ribeiro, descartou a possibilidade de uma recessão global impulsionada pela inflação mais elevada.

“A inflação deixou de ser temporária e a briga é evitar que haja choque longo afetando expectativas de prazo mais longo. Não é necessariamente recessão, mas desaceleração diante da guerra”, afirmou Ribeiro em entrevista à TC Rádio.

O setor de Materiais Básicos da B3, IMAT, foi o principal destaque negativo no dia, caindo 3,04%, refletindo a desvalorização de 4,1% do minério de ferro negociado em Dalian, na China, na madrugada desta terça-feira.

Também pesou, principalmente sobre as siderúrgicas, a notícia de que o governo brasileiro estuda zerar o imposto sobre importação de aço, o que pode prejudicar o setor por aumentar a concorrência com companhias estrangeiras.

As ordinárias da Vale (VALE3) retiraram o maior número de pontos do índice, em queda de 1,24%. Já as ordinárias da CSN Mineração (CMIN3) e as preferenciais tipo A da Usiminas (USIM3, USIM5) lideraram as perdas percentuais do índice, a 7,16% e 6,78%, respectivamente.

Na ponta oposta, as units do Banco Inter (BIDI11) subiram 9,14%, seguidas pelas ordinárias da Natura (NTCO3) e da Petz (PETZ3), que avançaram, nessa ordem, 8,73% e 7,29%.

Amanhã, o mercado acompanha a divulgação do Índice de Preços ao Consumidor dos EUA, CPI na sigla em inglês, que será divulgado às 09h30 e deve registrar alta mensal de 0,20% em abril, bem abaixo do 1,20% de março, segundo projeções. A variação em 12 meses deve desacelerar de 8,5% para 8,1%, reforçando as estimativas de que o pico da inflação americana pode ter ficado para trás.

Texto: Clara Guimarães
Edição: Gabriela Guedes
Imagem: Vinicius Martins / Mover

Nesta matéria

VALE3

VALE S.A.

77,89

-55,18

-70,83%

Relacionadas

CMIN3

CSN MINERA��O S.A.

4,32

0,13

+3,10%

USIM3

USINAS SID DE MINAS GERAI...

9,98

0,33

+3,41%

USIM5

USINAS SID DE MINAS GERAI...

10,55

0,37

+3,63%

BIDI11

BANCO INTER S.A.

15,29

1,02

+7,14%

NTCO3

NATURA &CO HOLDING S.A.

17,47

0,44

+2,58%

PETZ3

PET CENTER COMERCIO E PA...

13,33

1,14

+9,35%

Powered by

Análise de Investimentos

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.