0

Ibovespa amplia queda, puxado por empresas de commodities

mercados

Ibovespa amplia queda, puxado por empresas de commodities

Restrições na China devido a um novo surto de covid derrubam os preços de commodities, afetando empresas brasileiras com peso no Ibovespa

Ibovespa amplia queda, puxado por empresas de commodities
bruno-luiz

Atualizado há 2 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 14 de março – O Ibovespa ampliou queda na tarde desta segunda-feira, seguindo a piora dos índices americanos, e refletindo as baixas nos preços do minério de ferro e do petróleo, que impactam empresas exportadoras de commodities da Bolsa brasileira.

Por volta das 14h55, o Ibovespa recuava 1,37%, a 110.187 pontos, enquanto o índice futuro caía 1,71% a 111.975 pontos. Já o dólar futuro virava e passava subir 0,79%, negociado a R$5,144

A curva de juros operava em forte elevação de até 20 pontos-base em toda sua extensão, na esteira da notícia advinda de fontes da agência Reuters afirmando que o governo prepara um pacote pré-eleitoral de R$165 bilhões para injetar na economia.

Na visão setorial, o índice financeiro da B3 era o único em alta, operando em elevação de 0,49% e refletindo as compras por parte de corretoras estrangeiras nos papéis do setor. Por outro lado, o índice de materiais básicos caía 3,53%, em linha com o exterior.

A queda no setor é influenciada pela desvalorização de 7,33% do minério de ferro em Qingdao hoje, como reflexo das medidas mais restritivas da China devido ao avanço da covid-19 no país. Na mesma esteira, o preço do barril do petróleo tipo Brent recuava 6%, no patamar dos US$105.

Além da nova onda de coronavírus na China, que pode impactar a produção no país, o investidor também está de olho nos desdobramentos da guerra entre Rússia e Ucrânia. A quarta rodada de negociações entre os dois países não trouxe avanços em relação ao conflito. O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, falou hoje em “conversas difíceis” com a Rússia.

Fora isso, o mercado aguarda as reuniões de política monetária no Brasil, Estados Unidos e Reino Unido nesta semana.

Sobe e desce do Ibovespa

Entre as ações que fazem parte do Ibovespa, as ordinárias da JHSF (JHSF3) lideravam as altas percentuais, em elevação de 5,20%, perto das 15h05, seguidas pelas units do Santander Brasil (SANB11), que subiam 4,08%, diante do maior otimismo com os papéis do setor financeiro.

Por outro lado, a maior queda percentual estava com as ações ordinárias da PetroRio (PRIO3), em linha com a desvalorização dos preços internacionais do barril de petróleo. Nas perdas por pontos, a Vale (VALE3) lidera, despencando 5,08%, na esteira da queda no preço do minério de ferro em Qingdao.

Texto: Bruno Luiz
Edição: Allan Ravagnani e Stéfanie Rigamonti
Imagem: Mover

Nesta matéria

VALE3

VALE S.A.

77,89

-2,02

-2,53%

Relacionadas

PRIO3

PETRO RIO S.A.

27,07

-1,34

-5,05%

JHSF3

JHSF PARTICIPACOES S.A.

6,84

-0,10

-1,41%

SANB11

BCO SANTANDER (BRASIL) S....

32,71

-0,94

-2,76%

Powered by

Análise de Investimentos

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.