0

Ibovespa fecha no menor nível em um ano com PEC dos Precatórios e bancos

mercados

Ibovespa fecha no menor nível em um ano com PEC dos Precatórios e bancos

Retirando o maior número de pontos do Ibovespa, a ação preferencial do Bradesco caiu 6,62%, na maior baixa diária desde abril de 2020

Ibovespa fecha no menor nível em um ano com PEC dos Precatórios e bancos
clara-castro

Atualizado há 7 meses

Ícone de compartilhamento

Ribeirão Preto, 4 de novembro – O Ibovespa fechou no menor nível desde novembro do ano passado, pressionado especialmente pelos bancos, em meio às incertezas sobre a Proposta de Emenda às Constituição dos Precatórios.

O índice de referência da Bolsa de Valores de São Paulo recuou 2,09%, cotado a 103.412 pontos, na contramão dos Estados Unidos, onde S&P500 e Nasdaq 100 renovaram seus recordes históricos. O Índice Financeiro, IFNC, caiu 3,41%.

Retirando o maior número de pontos do Ibovespa, a ação preferencial do Bradesco (BBDC4) caiu 6,62%, na maior baixa diária desde abril de 2020. Na sequência, o papel do Itaú (ITUB4) registrou a maior queda desde fevereiro deste ano, com recuo de 5,28%.

Em percentual, o papel ordinário da Rede D’Or (RDOR3) liderou as perdas, despencando 8,17%, após resultado trimestral abaixo do consenso.

Já a ação ordinária da Ultrapar caiu 8,09%, refletindo a revisão para baixo das projeções de lucro operacional da companhia neste ano, e a da Cogna (COGN3) caiu 7,96%.

Por outro lado, a unit da Getnet (GETT11) figurou no topo das altas percentuais do dia, com 5,28%, seguida pelo papel ordinário da Minerva (BEEF3), com 3,68%, e da Marfrig (MRFG3), 3,60%, com as exportadoras beneficiadas hoje pela alta do dólar futuro.

Situação fiscal pesa

A preocupação com o cenário fiscal brasileiro pesou e impediu o índice de acompanhar o bom humor do exterior, após notícias que apontaram que partidos cruciais para a aprovação da PEC dos Precatórios podem mudar posição no segundo turno de votação, conforme adiantou o Scoop by Mover pela manhã.

Nessa linha, perto das 17h30, o dólar futuro subia 0,83% a R$5,627 e as taxas dos contratos futuros de juros encerraram em alta em toda extensão, de até 15 pontos-base.

Texto: Clara Guimarães
Edição: Gabriela Guedes e Stéfanie Rigamonti
Arte: Vinicius Martins / Mover

Nesta matéria

BBDC4

BCO BRADESCO S.A.

19,27

-0,37

-1,85%

Relacionadas

ITUB4

ITAU UNIBANCO HOLDING S.A...

24,81

-0,36

-1,42%

RDOR3

Rede DOr S�o Luiz S.A.

32,72

-0,91

-2,69%

COGN3

COGNA EDUCA��O S.A.

2,57

-0,06

-2,21%

GETT11

GETNET ADQ. E SERV MEIOS ...

3,43

-0,03

-0,84%

BEEF3

MINERVA S.A.

12,22

-0,36

-2,86%

MRFG3

MARFRIG GLOBAL FOODS S.A.

15,65

-0,32

-2,07%

Powered by

Análise de Investimentos

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.