0

Ibovespa fecha pelo terceiro dia em queda após ata do FOMC

mercados

Ibovespa fecha pelo terceiro dia em queda após ata do FOMC

O Ibovespa caiu 0,55%, impactado pela CVC e seguindo o exterior, com a preocupação de um maior aperto monetário nos EUA após ata do FOMC

Ibovespa fecha pelo terceiro dia em queda após ata do FOMC
clara-castro

Atualizado há cerca de 2 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 6 de abril – O Ibovespa fechou hoje sua terceira sessão consecutiva em queda, acompanhando o sinal negativo no exterior, diante do aumento das apostas sobre um maior aperto monetário nos Estados Unidos após a divulgação da ata da reunião do comitê de mercado aberto do Federal Reserve.

O índice de referência da bolsa de São Paulo fechou em queda de 0,55%, a 118.227 pontos, com destaque negativo para as ordinárias da CVC (CVCB3), que lideraram as perdas a 8,97%, seguidas pelas units do Banco Inter (BIDI11) e ordinárias da Méliuz (CASH3), com recuos de 8,70% e 8,33%, respectivamente.

O declínio das ações de tecnologia deriva do movimento de retração das cotações do setor em Wall Street, sob o temor de uma próxima decisão do Federal Reserve mais agressiva, avaliou o analista de investimentos CNPI, Rob Correa.

Logo após a divulgação da ata da última reunião do Fed, o Ibovespa renovou mínimas diárias, mas arrefeceu o movimento, assim como as bolsas americanas. Hoje, os índices Dow Jones, S&P500 e Nasdaq 100 caíram 0,44%, 0,97% e 2,17%, respectivamente.

O documento sinalizou que a política monetária americana deve se mover mais rapidamente para o nível neutro e apontou que as autoridades do Fed concordaram em reduzir seu balanço patrimonial, atualmente em torno de US$9,0 trilhões, mais rápido do que no período entre 2017 e 2019, iniciando “tão cedo quanto maio”.

A mesa da XP Investimentos apontou, no entanto, que apesar do tom “hawkish” da ata, o mercado já havia antecipado este movimento ontem com a fala da vice-presidente do Fed, Lael Brainard, e diante da inversão da curva dos rendimentos do título de Tesouro americano.

O destaque positivo do Ibovespa ficou para as empresas ligadas à exportação de commodities, seguindo a valorização do petróleo, minério de ferro e dólar. As ordinárias da Eletrobras (ELET3), da Suzano (SUZB3) e da Minerva (BEEF3) subiram 3,76%, 2,16%, e 1,72%, nessa ordem.

Maiores variações no Ibovespa hoje

Texto: Clara Guimarães
Edição: Allan Ravagnani
Arte: Vinícius Martins/ Mover

Nesta matéria

CVCB3

CVC BRASIL OPERADORA E AG...

12,65

-0,16

-1,26%

Relacionadas

BIDI11

BANCO INTER S.A.

15,17

0,24

+1,59%

CASH3

M�LIUZ S.A.

2,05

-0,11

-5,33%

ELET3

CENTRAIS ELET BRAS S.A. -...

44,06

0,09

+0,20%

SUZB3

SUZANO S.A.

50,77

0,60

+1,18%

BEEF3

MINERVA S.A.

12,48

0,07

+0,56%

Powered by

Análise de Investimentos

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.