0

Ibovespa oscila pressionado por bancos; exportadoras aliviam

mercados

Ibovespa oscila pressionado por bancos; exportadoras aliviam

Ibovespa é beneficiado por empresas exportadoras de commodities nesta tarde, mas a aversão ao risco no exterior faz bolsa oscilar

Ibovespa oscila pressionado por bancos; exportadoras aliviam
bruno-luiz

Atualizado há cerca de 2 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 30 de março – O Ibovespa oscila entre pequenas altas e baixas por volta dos 120 mil pontos, refletindo os ganhos dos ativos ligados à exportação, enquanto o setor financeiro pesa na ponta negativa.

Por volta das 15h15, o Ibovespa subia 0,04%, aos 120.071 pontos. No acumulado do ano, o príncipal índice da bolsa brasileira acumula alta de 14,44%, devido ao fluxo comprador do investidor estrangeiro, que atingiu saldo total de R$89 bilhões apenas em 2022.

O dólar futuro passou a subir desde o fim da manhã, refletindo o fluxo comprador da corretora C6 ao longo das prévias da Ptax. A divisa está em alta de 0,45% a R$4,785. Já curva de juros do DI sobe em toda sua extensão até 19 pontos-base, após a divulgação do Índice Geral de Preços do Mercado, IGP-M, que é usado para corrigir contratos, como o de aluguel, e veio acima do esperado pelos especialistas.

No exterior, o petróleo Brent avança 0,51% a US$110,79, e o minério de ferro fechou em alta de 2,99% nesta madrugada na bolsa chinesa de Dalian.

Sobe e desce do Ibovespa

Na visão setorial da B3, o Índice de Materiais Básicos avançava 0,95%, refletindo a alta do minério de ferro. Na ponta oposta, o setor imobiliário recuava 1,43%, em linha com as vendas de corretoras estrangeiras nos papéis do setor e a alta da curva de juros.

Entre as ações que fazem parte do Ibovespa, as preferências do Banco Pan (BPAN4) puxavam as altas percentuais e subiam 5,9%. Destaque também para as preferenciais da Petrobras (PETR4), que operavam em alta de 1,49%, refletindo o fluxo comprador por parte da corretora Necton nos papéis, com um saldo de R$245 milhões.

Na ponta negativa, as ações ordinárias da Qualicorp (QUAL3) operavam em baixa de 5,3%, liderando as perdas percentuais.

No setor financeiro, as ações preferenciais do Bradesco (BBDC4) caíam 1,28%, as preferenciais do Itaú (ITUB4) operavam em queda de 0,76%, e as ordinárias do Banco do Brasil (BBAS3) caíam 1,48%.

Na visão por pontos, as ações ordinárias da Hapvida (HAPV3) perdem 2,70%, retirando 74 pontos do índice brasileiro. Por outro lado, as ações ordinárias da Vale (VALE3) avançavam 1,74%, colaborando com 330 pontos para o índice.

Após o fechamento do mercado hoje, serão divulgados os balanços financeiros de quarto trimestre de Orizon e Cruzeiro do Sul.

Texto: Bruno Luiz
Edição: Allan Ravagnani e Stéfanie Rigamonti
Imagem: Mover

Nesta matéria

BPAN4

BCO PAN S.A.

8,65

0,03

+0,34%

Relacionadas

PETR4

PETROLEO BRASILEIRO S.A. ...

0,00

-0,45

-1,30%

VALE3

VALE S.A.

77,89

-0,34

-0,42%

QUAL3

QUALICORP CONSULTORIA E C...

12,16

0,10

+0,82%

HAPV3

HAPVIDA PARTICIPACOES E I...

8,04

-1,32

-16,83%

BBDC4

BCO BRADESCO S.A.

19,27

0,40

+2,04%

ITUB4

ITAU UNIBANCO HOLDING S.A...

24,81

0,22

+0,87%

BBAS3

BCO BRASIL S.A.

35,17

1,01

+2,85%

TRAD3

TC TRADERS CLUB S.A.

4,61

0,20

+4,48%

Powered by

Análise de Investimentos

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.