0

Ibovespa registra melhor sequência de altas em 17 meses

mercados

Ibovespa registra melhor sequência de altas em 17 meses

O Ibovespa fechou em alta pelo quinto dia consecutivo, de 0,96%, a 117.272 pontos, impulsionado pelos setores financeiro e tecnológico

Ibovespa registra melhor sequência de altas em 17 meses
clara-castro

Atualizado há cerca de 2 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 22 de março – O Ibovespa subiu nesta terça-feira e registrou sua melhor sequência de altas dos últimos 17 meses, acompanhando a retomada do exterior e o discurso mais ameno da ata do comitê decisório dos juros do Banco Central brasileiro, divulgada hoje.

O Ibovespa fechou em alta pelo quinto dia consecutivo, de 0,96%, a 117.272 pontos, impulsionado pelos setores financeiro e tecnológico.

Nesses cinco dias, o Ibovespa acumulou ganhos de mais de 7%, na mais longa sequência de pregões em alta desde novembro de 2020. O marco foi conquistado com a ajuda da retomada das bolsas no exterior e das compras de estrangeiros no mercado brasileiro. No cenário local, perto das 17h30, o dólar futuro recuava 0,53% a R$4,929.

Em Wall Street, o Dow Jones avançou 0,74%, o S&P500, 1,13%, e o Nasdaq 100, 1,94%.

A divulgação da ata da reunião do Comitê de Política Monetária do Banco Central, Copom, também animou investidores. Segundo o estrategista da RB Investimentos, Gustavo Cruz, o documento veio menos severo do que mercado esperava, por pontuar que o fim do ciclo de alta da taxa básica de juros brasileira pode ocorrer em maio.

Mas, para Cruz, a ata também deixou a “porta aberta” para outros apertos e mostra que o BC entende que será difícil trazer a inflação para a meta neste ano, postergando o desafio para o ano que vem.

Entre as ações que fazem parte do Ibovespa, as ordinárias da Americanas (AMER3) lideraram os ganhos percentuais a 6,67%, enquanto, na visão por pontos, as ordinárias da B3 (B3SA3) e as preferenciais do Itaú (ITUB4) figuraram no topo, com altas respectivas de 5,40% e 1,37%.

A maior queda foi das ordinárias da Vale (VALE3), a 2,24%, com ajuste após alta da ontem e em linha com a desvalorização do minério de ferro na bolsa de Dalian. A preferencial da Bradespar (BRAP4) caiu 1,81%.

Texto: Clara Guimarães
Edição: Gabriela Guedes
Imagem: Vinicius Martins / Mover

Nesta matéria

AMER3

AMERICANAS S.A

23,14

0,54

+2,35%

Relacionadas

B3SA3

B3 S.A. - BRASIL, BOLSA, ...

11,48

0,20

+1,73%

ITUB4

ITAU UNIBANCO HOLDING S.A...

24,81

-0,05

-0,20%

VALE3

VALE S.A.

77,89

2,08

+2,67%

BRAP4

BRADESPAR S.A.

26,49

0,57

+2,17%

Powered by

Análise de Investimentos

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.