0

Ibovespa sobe à espera do Federal Reserve e ICMS; no radar, inflação, balanços, consumo: Espresso

mercados

Ibovespa sobe à espera do Federal Reserve e ICMS; no radar, inflação, balanços, consumo: Espresso

Apesar do vencimento de opções e da pressão da Vale, o Ibovespa retornou aos 113 mil pontos, na expectativa com a votação do ICMS. Confira!

Ibovespa sobe à espera do Federal Reserve e ICMS; no radar, inflação, balanços, consumo: Espresso
tcuser

Atualizado há 7 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 13 de outubro – O Ibovespa fechou em alta, retomando os 113 mil pontos, em meio ao vencimento dos mercados de opções e de futuro de índice e na expectativa com a votação do ICMS sobre combustíveis na Câmara.

No exterior, as bolsas fecharam em alta, apesar da sinalização do Federal Reserve de que pode começar a reduzir os estímulos ao mercado já em novembro diante da persistência da inflação, conforme mostrou o CPI, sigla em inglês para o Índice de Preços ao Consumidor. A perspectiva de bons balanços do terceiro trimestre e a queda dos juros longos favoreceram a alta do S&P500 e do Nasdaq.

Bancos puxam Ibovespa

Ibovespa encerrou o pregão em alta de 1,14%, a 113.455, com ajuste e o bom desempenho do mercado doméstico ofuscando a pressão de queda da Vale, em dia com volatilidade ampliada por vencimento de opções e futuro do índice.

Em dia com poucos papéis no vermelho, as ações preferenciais do Banco Pan lideraram o Ibovespa, acelerando 9,68%, com a queda nos juros futuros, que favorece o setor financeiro e empresas de rápido crescimento. Nessa esteira, as units e preferenciais do Inter também subiram 8,71% e 7,80%, respectivamente. Petz ON ganhou 6,73%. Na ponta negativa, PetroRio ON caiu 3,02%, com queda nos preços internacionais do petróleo no dia. Vale ON, 2,96%, e CSN ON, 2,31%, foram impactadas pelo recuo no preço do minério de ferro.

O dólar futuro também teve sessão volátil e fechou em queda de 0,45% a R$5,530 com Banco Central realizando leilão extra de 20 mil contratos de swap, operação a ser repetida amanhã. A curva de juros recuou em até 8 pontos-base, com mais força na cauda longa.

Para conferir o Espresso na íntegra e outros conteúdos exclusivos, assine um dos planos do TC.

Texto: Mover
Edição: Letícia Matsuura
Arte: Vinicius Martins / Mover


Leia também

Vieira: Cada vez mais dependente de acordos, pauta econômica pode ficar inconclusiva

Diretor-presidente da Latam no Brasil descarta venda da companhia para a Azul

Nubank reporta primeiro lucro semestral, com IPO a caminho

Nesta matéria

BPAN4

BCO PAN S.A.

8,65

0,06

+0,70%

Relacionadas

PETZ3

PET CENTER COMERCIO E PA...

13,33

-0,05

-0,37%

VALE3

VALE S.A.

77,89

1,44

+1,85%

CSNA3

CIA SIDERURGICA NACIONAL

17,94

0,73

+4,14%

PRIO3

PETRO RIO S.A.

27,07

-0,54

-2,14%

Powered by

Análise de Investimentos

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.