0

Ibovespa passa a cair com virada das bolsas nos EUA

mercados

Ibovespa passa a cair com virada das bolsas nos EUA

Papéis da Petrobras impediam queda maior do Ibovespa, com o alívio parcial nas restrições de mobilidade em Xangai valorizando as commodities

Ibovespa passa a cair com virada das bolsas nos EUA
heriberto-junior

Atualizado há cerca de 1 mês

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 12 de abril – O Ibovespa mudou o movimento de alta observado mais cedo e passou a cair na tarde desta terça-feira, em linha com as bolsas em Wall Street, que apagaram os ganhos enquanto os preços do petróleo aceleram altas, reacendendo preocupações com a pressão inflacionária.

Por volta das 15h25, o Ibovespa recuava 0,58%, a 116.280 pontos. A curva de juros, que abriu em baixa, passava a subir em toda sua extensão até 12 pontos-base, de olho na inflação global.

Nos Estados Unidos, o S&P500, o Nasdaq 100 e o Dow Jones recuavam 0,31%, 0,37% e 0,20%, respectivamente.

Mais cedo, a inflação ao consumidor americano de março, medida pelo CPI, saiu em linha com a expectativa do mercado no índice geral e abaixo do consenso nos núcleos, que excluem os preços de alimentos e energia. Ainda assim, a inflação no país atingiu o maior patamar em 40 anos, o que pode pressionar o Federal Reserve, banco central americano, a determinar altas mais severas na taxa básica de juros do país.

No Brasil, a alta de preços também preocupa. Ontem, em entrevista ao TC e à Arko Advice, o presidente do Banco Central do Brasil, Roberto Campos Neto, afirmou que a alta da inflação de março no país “surpreendeu”. Parte do mercado entendeu a declaração como um sinal contracionista e que o BC pode levar o ciclo de alta da Selic além de 12,75%.

Sobe e desce do Ibovespa

Entre os destaques do mercado à vista, as ordinárias da Cielo (CIEL3) lideravam as altas percentuais, em elevação de 4,90%, enquanto as units do banco Inter (BIDI11) e as ordinárias da Meliuz (CASH3) puxavam as quedas, caindo 9,15% e 5,45%, respectivamente.

Na visão por pontos, as ordinárias da Petrobras (PETR3) e as preferenciais (PETR4) impediam uma queda maior do Ibovespa, com o alívio parcial nas restrições de mobilidade em Xangai animando o mercado chinês e elevando os preços das commodities energéticas.

Texto: Heriberto Teixeira
Edição: Gabriela Guedes e Stéfanie Rigamonti
Imagem: Vinicius Martins / Mover

Nesta matéria

PETR4

PETROLEO BRASILEIRO S.A. ...

34,24

1,37

+3,93%

Relacionadas

PETR3

PETROLEO BRASILEIRO S.A. ...

37,24

1,39

+3,68%

CIEL3

CIELO S.A. - INSTITUI��O ...

3,47

0,09

+2,53%

BIDI11

BANCO INTER S.A.

15,17

-0,79

-5,15%

CASH3

M�LIUZ S.A.

2,05

-0,02

-1,02%

Powered by

Análise de Investimentos

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.