0

Ibovespa oscila após ataque a refinaria de petróleo na Arábia Saudita

mercados

Ibovespa oscila após ataque a refinaria de petróleo na Arábia Saudita

Relatos de ataques terroristas a uma refinaria da petroleira Saudi Aramco azedaram os mercados nesta tarde, com reflexo no Ibovespa

Ibovespa oscila após ataque a refinaria de petróleo na Arábia Saudita
bruno-luiz

Atualizado há cerca de 2 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 25 de março –   Após abertura positiva, o Ibovespa passou a oscila na tarde desta-sexta-feira, em linha com o exterior, após relatos de ataques terroristas a uma refinaria da petroleira Saudi Aramco, na Arábia Saudita, um dos maiores países produtores da commodity.

Por volta das 15h20, o Ibovespa operava na estabilidade aos 119.049 pontos, enquanto o índice futuro operava em queda de 0,25%, a 119.690 pontos. O dólar futuro continuava a operar em forte queda de 1,35%, negociado a R$4,771, abaixo dos R$4,80.

A curva de juros, por outro lado, operava em queda de até 21,5 pontos-base, refletindo as declarações de ontem e de hoje do presidente do Banco Central do Brasil, Roberto Campos Neto, que afirmou que a autarquia vê maior probabilidade de que a alta da Selic termine em 12,75%, e que em junho o Comitê de Política Monetária não deve aumentar mais a taxa básica de juros. Mas Campos Neto declarou que o cenário ainda é de alta incerteza por conta da guerra no Leste Europeu.

No exterior, o barril do petróleo tipo Brent, que caía mais cedo com a possível retomada parcial de exportações do Cazaquistão, reverteu o movimento e subia 0,39%, cotado a US$119,50.

Agências de notícias apuraram que as instalações da petroleira Saudi Aramco em Jeddah, na Arábia Saudita, foram atingidas por um míssil nesta tarde, causando um incêndio. O porta-voz do grupo político-religioso Houthis, apoiado pelo Irã, assumiu o ataque.

Vale lembrar que a cidade de Jeddah recebe o Grande Prêmio da Arábia Saudita de F1 nesse final de semana. Por volta das 14h10, autoridades sauditas afirmaram que o incêndio havia sido controlado.

Sobe e desce do Ibovespa

Entre os setores da bolsa, o índice Imobiliário subia 2,47%, refletindo a queda na curva de juros, e o fluxo de compra de corretoras locais nos papéis do setor. O índice de Materiais Básicos, por outro lado, recuava 2,34%, em linha com a rotação de ativos ligados a commodities para ações mais cíclicas.

Entre as ações que fazem parte do Ibovespa, as ordinárias da Cogna (COGN3) lideravam as altas percentuais, disparando 17,75%, na esteira do resultado trimestral da companhia que saiu ontem à noite, em linha com a expectativa do mercado.

A maior queda era das units da Klabin (KLBN11), em baixa de 5,23%, seguidas pelas ordinárias da Suzano (SUZB3), que recuavam 5%.

Na visão por pontos, a B3 (B3SA3) puxava a fila das altas, em elevação de 3,70%, enquanto a Vale (VALE3) liderava as quedas, perdendo 1,85%.

Texto: Bruno Luiz
Edição: Allan Ravagnani e Stéfanie Rigamonti
Imagem: Vinicius Martins / Mover

Nesta matéria

COGN3

COGNA EDUCA��O S.A.

2,32

0,00

+0,00%

Relacionadas

B3SA3

B3 S.A. - BRASIL, BOLSA, ...

11,76

-0,30

-2,52%

SUZB3

SUZANO S.A.

50,51

2,95

+6,05%

KLBN11

KLABIN S.A.

21,66

1,02

+4,88%

VALE3

VALE S.A.

76,30

0,64

+0,82%

Powered by

Análise de Investimentos

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.