0

Ibovespa tem quarta queda seguida; no radar, opções, PEC dos Precatórios: Espresso

mercados

Ibovespa tem quarta queda seguida; no radar, opções, PEC dos Precatórios: Espresso

Ibovespa renovou o menor nível de fechamento desde novembro de 2020, ainda com incerteza fiscal e dificuldade de aprovar PEC dos Precatórios

Ibovespa tem quarta queda seguida; no radar, opções, PEC dos Precatórios: Espresso
tcuser

Atualizado há 6 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 18 de novembro – O Ibovespa voltou a cair nesta quinta-feira, a quarta queda seguida, ainda sob o impacto da incerteza fiscal após as dificuldades do governo em aprovar a PEC dos Precatórios no Senado e pressões por aumentos de gastos. A queda do minério de ferro na China também ajudou a puxar o índice para baixo, ampliando a perda na semana para 3,76%.

O Ibovespa renovou o menor nível de fechamento desde novembro do ano passado, recuando pela quarta sessão seguida, em meio ao aumento dos temores com a inflação global e o cenário fiscal brasileiro. O índice brasileiro caiu 0,51% a 102.426 pontos, também pressionado pela desvalorização do minério de ferro. A maior percepção de riscos também estressou o dólar futuro, que fechou em alta de 0,51% a R$5,568, e a curva de juros, com os contratos futuros hidratando o prêmio em até 14,5 pontos-base.

Mineradoras pesam no Ibovespa

As ações ordinárias da Méliuz lideraram o Ibovespa pelo segundo dia consecutivo, com alta de 10,22%, após a empresa reportar menores perdas no terceiro trimestre. Na sequência, as preferenciais da Alpargatas suibram 5,39%, diante do apetite por empresas de consumo, com avanço do índice do setor na B3 de 1,10%; e NotreDame Intermédica, 3,77%.

Na ponta negativa, figuraram os papéis de empresas penalizadas pela desvalorização do minério de ferro: Usiminas preferencial perdeu 5,70%, CSN ordinária caiu 5,59%, e Bradespar, grande acionista da Vale, preferencial recuou 4,71%.

Nova York sem direção única

Em Nova York, os índices terminaram sem uma tendência única, em um dia de fortes oscilações. Amanhã a expectativa é de maior volatilidade com os vencimentos de opções sobre ações no Brasil e nos Estados Unidos.

Em Wall Street, o Dow Jones foi exceção, caindo 0,17%, em dia positivo para o S&P500, que subiu 0,34% e o Nasdaq 100, 1,07%, com a queda nos juros longos americanos favorecendo empresas de tecnologia e rotação para papéis de crescimento.

O mercado ainda fica atento, porém, à alta da inflação e possível antecipação da elevação dos juros. O WTI e o Brent para janeiro ganharam 1,11% e 1,20%, respectivamente, com ajuste e de olho em discussões sobre liberação de reservas dos EUA.

Para conferir o Espresso na íntegra e outros conteúdos exclusivos, assine um dos planos do TC.

Texto: Mover
Edição: Letícia Matsuura
Arte: Vinícius Martins / Mover

Nesta matéria

CASH3

M�LIUZ S.A.

1,93

-0,08

-3,94%

Relacionadas

ALPA4

ALPARGATAS S.A.

21,91

-0,55

-2,55%

GNDI3

NOTRE DAME INTERMEDICA PA...

0,00

0,00

+0,00%

USIM5

USINAS SID DE MINAS GERAI...

10,55

-0,43

-3,97%

CSNA3

CIA SIDERURGICA NACIONAL

17,94

-1,09

-5,82%

BRAP4

BRADESPAR S.A.

26,49

-1,00

-3,67%

VALE3

VALE S.A.

77,89

-2,02

-2,53%

Powered by

Análise de Investimentos

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.