0

Ibovespa fecha em alta com aceleração do exterior após FOMC

mercados

Ibovespa fecha em alta com aceleração do exterior após FOMC

O Ibovespa voltou ao patamar de 107 mil pontos, destacando os frigoríficos, com Minerva, e o varejo, com Magazine Luiza e Americanas

Ibovespa fecha em alta com aceleração do exterior após FOMC
clara-castro

Atualizado há 5 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 15 de dezembro – O Ibovespa encerrou a sessão de quarta-feira positivo, diante da aceleração dos índices de Wall Street, após a decisão do Federal Reserve sobre a taxa básica de juros dos Estados Unidos vir em linha com o que o mercado já vinha precificando nos últimos dias.

O índice de referência da Bolsa de Valores de São Paulo subiu 0,63%, a 107.431 pontos, enquanto Dow Jones, S&P500 e Nasdaq 100 fecharam em altas de 0,98%, 1,38% e 2,35% respectivamente.

No Brasil, o destaque ficou com as ações dos frigoríficos pelo segundo dia consecutivo, beneficiados pela retomada das exportações de carne bovina para a China. A ordinária da Minerva (BEEF3) liderou os ganhos percentuais, a 11,19%, e a da JBS (JBSS3) ficou na vice-liderança das altas por pontos, subindo 2,44%.

Na sequência, em percentual, as ordinárias do Magazine Luiza (MGLU3) e Americanas (AMER3) avançaram 7,49% e 7,46%, respectivamente, recuperando perdas recentes, em linha com as demais varejistas. O índice Consumo da B3 fechou o pregão com ganho de 1,43%.

Na aba negativa, a unit do Iguatemi (IGTI11) recuou 2,77%, no topo das perdas percentuais, seguida pela ordinária da Dexco (DXCO3), com 2,26%, e da Ecorodovias (ECOR3), com 2,10%, todas elas alvos de fluxo de vendas de investidores institucionais.

Fed alivia bolsas americanas e Ibovespa

A decisão do Fed e a entrevista do presidente da autoridade monetária, Jerome Powell, aliviaram o mercado hoje por diminuírem as incertezas sobre os rumos da política monetária norte-americana no fim deste ano e no começo do próximo.

O Fed anunciou que aceleraria o ritmo de redução de estímulos em janeiro, aumentando as compras de títulos para R$60 bilhões, e sinalizando continuação da trajetória mais agressiva nos meses seguintes. O banco central americano também divulgou projeções indicando que as taxas devem subir mais para combater uma inflação não mais “transitória”.

Texto: Clara Guimarães
Edição: Gabriela Guedes
Imagem: Mover

Nesta matéria

BEEF3

MINERVA S.A.

12,22

-0,04

-0,32%

Relacionadas

JBSS3

JBS S.A.

37,00

0,46

+1,25%

MGLU3

MAGAZINE LUIZA S.A.

4,40

0,22

+5,26%

AMER3

AMERICANAS S.A

23,14

0,47

+2,07%

IGTI11

IGUATEMI S.A.

20,39

0,68

+3,45%

DXCO3

DEXCO S.A.

12,11

0,13

+1,08%

ECOR3

ECORODOVIAS INFRAESTRUTUR...

5,80

0,07

+1,22%

Powered by

Análise de Investimentos

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.