IBOV

114.647,99 pts

+1,27%

SP500

4.473,90 pts

+0,63%

DJIA

35.318,55 pts

+0,97%

NASDAQ

15.156,37 pts

+0,49%

IFIX

2.743,93 pts

+0,41%

BRENT

US$ 84,84

+0,62%

IO62

¥ 702,00

-2,83%

TRAD3

R$ 8,18

+12,20%

ABEV3

R$ 15,53

+0,12%

AMER3

R$ 37,45

+9,27%

ASAI3

R$ 17,54

-1,46%

AZUL4

R$ 35,62

+1,19%

B3SA3

R$ 13,15

+2,73%

BIDI11

R$ 50,28

-1,56%

BBSE3

R$ 21,68

+1,78%

BRML3

R$ 8,45

+0,11%

BBDC3

R$ 18,28

+4,21%

BBDC4

R$ 21,28

+5,08%

BRAP4

R$ 55,10

+2,01%

BBAS3

R$ 31,58

+3,00%

BRKM5

R$ 58,93

+2,55%

BRFS3

R$ 25,79

+1,13%

BPAC11

R$ 26,00

+4,75%

CRFB3

R$ 18,65

+3,49%

CCRO3

R$ 12,73

+1,59%

CMIG4

R$ 15,00

-0,99%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,62

+5,22%

COGN3

R$ 3,11

+0,97%

CPLE6

R$ 6,62

+1,06%

CSAN3

R$ 23,25

-1,02%

CPFE3

R$ 26,08

-0,42%

CVCB3

R$ 20,27

+1,35%

CYRE3

R$ 18,18

+2,82%

ECOR3

R$ 9,95

+0,30%

ELET3

R$ 39,26

-1,85%

ELET6

R$ 39,63

-1,66%

EMBR3

R$ 25,68

-1,11%

ENBR3

R$ 19,15

+1,10%

ENGI11

R$ 45,90

-0,45%

ENEV3

R$ 15,48

+0,45%

EGIE3

R$ 38,55

+0,07%

EQTL3

R$ 24,67

-0,88%

EZTC3

R$ 24,28

+0,74%

FLRY3

R$ 21,37

-0,04%

GGBR4

R$ 28,17

-0,31%

GOAU4

R$ 12,83

-0,31%

GOLL4

R$ 20,60

+2,84%

NTCO3

R$ 44,14

-0,83%

HAPV3

R$ 13,01

+2,27%

HYPE3

R$ 29,98

+2,35%

IGTA3

R$ 33,36

+0,57%

GNDI3

R$ 72,95

+3,34%

IRBR3

R$ 5,18

+1,17%

ITSA4

R$ 11,25

+2,08%

ITUB4

R$ 24,76

+2,61%

JBSS3

R$ 38,00

+0,21%

JHSF3

R$ 5,95

-2,77%

KLBN11

R$ 23,18

+1,26%

RENT3

R$ 56,63

+1,98%

LCAM3

R$ 25,08

+2,11%

LWSA3

R$ 22,05

-0,76%

LAME4

R$ 5,31

+6,62%

LREN3

R$ 35,75

+3,53%

MGLU3

R$ 14,56

+2,31%

MRFG3

R$ 27,15

-2,65%

BEEF3

R$ 10,70

-1,20%

MRVE3

R$ 12,39

+0,81%

MULT3

R$ 20,24

+0,59%

PCAR3

R$ 30,96

+11,93%

PETR3

R$ 30,16

-0,13%

PETR4

R$ 29,60

-0,13%

BRDT3

R$ 24,55

-1,28%

PRIO3

R$ 27,74

-1,28%

QUAL3

R$ 19,49

+0,30%

RADL3

R$ 23,02

+0,65%

RAIL3

R$ 18,35

-1,66%

SBSP3

R$ 39,04

-0,15%

SANB11

R$ 37,55

+4,21%

CSNA3

R$ 27,59

+1,77%

SULA11

R$ 26,56

+2,31%

SUZB3

R$ 50,91

+2,51%

TAEE11

R$ 37,69

+0,23%

VIVT3

R$ 46,17

+0,61%

TIMS3

R$ 12,57

+0,88%

TOTS3

R$ 35,29

-3,26%

UGPA3

R$ 15,08

+0,73%

USIM5

R$ 16,58

+1,59%

VALE3

R$ 80,68

+1,66%

VIIA3

R$ 8,14

+1,49%

WEGE3

R$ 40,12

-1,40%

YDUQ3

R$ 26,98

+0,29%

IBOV

114.647,99 pts

+1,27%

SP500

4.473,90 pts

+0,63%

DJIA

35.318,55 pts

+0,97%

NASDAQ

15.156,37 pts

+0,49%

IFIX

2.743,93 pts

+0,41%

BRENT

US$ 84,84

+0,62%

IO62

¥ 702,00

-2,83%

TRAD3

R$ 8,18

+12,20%

ABEV3

R$ 15,53

+0,12%

AMER3

R$ 37,45

+9,27%

ASAI3

R$ 17,54

-1,46%

AZUL4

R$ 35,62

+1,19%

B3SA3

R$ 13,15

+2,73%

BIDI11

R$ 50,28

-1,56%

BBSE3

R$ 21,68

+1,78%

BRML3

R$ 8,45

+0,11%

BBDC3

R$ 18,28

+4,21%

BBDC4

R$ 21,28

+5,08%

BRAP4

R$ 55,10

+2,01%

BBAS3

R$ 31,58

+3,00%

BRKM5

R$ 58,93

+2,55%

BRFS3

R$ 25,79

+1,13%

BPAC11

R$ 26,00

+4,75%

CRFB3

R$ 18,65

+3,49%

CCRO3

R$ 12,73

+1,59%

CMIG4

R$ 15,00

-0,99%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,62

+5,22%

COGN3

R$ 3,11

+0,97%

CPLE6

R$ 6,62

+1,06%

CSAN3

R$ 23,25

-1,02%

CPFE3

R$ 26,08

-0,42%

CVCB3

R$ 20,27

+1,35%

CYRE3

R$ 18,18

+2,82%

ECOR3

R$ 9,95

+0,30%

ELET3

R$ 39,26

-1,85%

ELET6

R$ 39,63

-1,66%

EMBR3

R$ 25,68

-1,11%

ENBR3

R$ 19,15

+1,10%

ENGI11

R$ 45,90

-0,45%

ENEV3

R$ 15,48

+0,45%

EGIE3

R$ 38,55

+0,07%

EQTL3

R$ 24,67

-0,88%

EZTC3

R$ 24,28

+0,74%

FLRY3

R$ 21,37

-0,04%

GGBR4

R$ 28,17

-0,31%

GOAU4

R$ 12,83

-0,31%

GOLL4

R$ 20,60

+2,84%

NTCO3

R$ 44,14

-0,83%

HAPV3

R$ 13,01

+2,27%

HYPE3

R$ 29,98

+2,35%

IGTA3

R$ 33,36

+0,57%

GNDI3

R$ 72,95

+3,34%

IRBR3

R$ 5,18

+1,17%

ITSA4

R$ 11,25

+2,08%

ITUB4

R$ 24,76

+2,61%

JBSS3

R$ 38,00

+0,21%

JHSF3

R$ 5,95

-2,77%

KLBN11

R$ 23,18

+1,26%

RENT3

R$ 56,63

+1,98%

LCAM3

R$ 25,08

+2,11%

LWSA3

R$ 22,05

-0,76%

LAME4

R$ 5,31

+6,62%

LREN3

R$ 35,75

+3,53%

MGLU3

R$ 14,56

+2,31%

MRFG3

R$ 27,15

-2,65%

BEEF3

R$ 10,70

-1,20%

MRVE3

R$ 12,39

+0,81%

MULT3

R$ 20,24

+0,59%

PCAR3

R$ 30,96

+11,93%

PETR3

R$ 30,16

-0,13%

PETR4

R$ 29,60

-0,13%

BRDT3

R$ 24,55

-1,28%

PRIO3

R$ 27,74

-1,28%

QUAL3

R$ 19,49

+0,30%

RADL3

R$ 23,02

+0,65%

RAIL3

R$ 18,35

-1,66%

SBSP3

R$ 39,04

-0,15%

SANB11

R$ 37,55

+4,21%

CSNA3

R$ 27,59

+1,77%

SULA11

R$ 26,56

+2,31%

SUZB3

R$ 50,91

+2,51%

TAEE11

R$ 37,69

+0,23%

VIVT3

R$ 46,17

+0,61%

TIMS3

R$ 12,57

+0,88%

TOTS3

R$ 35,29

-3,26%

UGPA3

R$ 15,08

+0,73%

USIM5

R$ 16,58

+1,59%

VALE3

R$ 80,68

+1,66%

VIIA3

R$ 8,14

+1,49%

WEGE3

R$ 40,12

-1,40%

YDUQ3

R$ 26,98

+0,29%

Atualizado há 12 dias

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 4 de outubro – A partir desta segunda-feira, transferências e pagamentos feitos por pessoas físicas entre 20h00 e 6h00 por meio do Pix, mecanismo de transação instantânea do Banco Central, terão o limite de R$1.000.

A medida foi anunciada em agosto para combater golpes e fraudes após a disparada de casos de roubos e sequestros-relâmpagos com pedidos de resgate pelo sistema de pagamento da autoridade monetária. As contas de empresas não foram incluídas no novo regulamento.

Outros meios de transferências financeiras, entre eles TED, DOC, transferências intrabancárias, boleto e cartão de débito também se enquadram na nova regra de limite na operação noturna.

Limite de transferências do Pix pode ser alterado

A regra do Pix poderá ser alterada por solicitação do titular da conta via atendimento eletrônico das instituições financeiras. A liberação deverá ocorrer apenas entre 24 e 48 horas após o pedido.

Os clientes também poderão solicitar limites distintos de transações durante o dia e a noite, com valores mais baixos no período noturno. Para receber transferências e pagamentos instantâneos acima do estabelecido, é preciso fazer um cadastro prévio de contas mantendo limites baixos para as demais movimentações.

Além disso, as instituições financeiras deverão registrar diariamente as ocorrências ou tentativas de fraude no Pix. Nessa lista também vão conter as medidas adotadas para resolver os casos.

Outras medidas a caminho

O BC anunciou na última terça-feira que outras medidas para a segurança financeira entrarão em vigor em 16 de novembro, como o bloqueio por até 72 horas de transferências com suspeitas de fraude feitas por pessoa física por meio do Pix.

De acordo com a autarquia, com este bloqueio, além das instituições financeiras poderem analisar qualquer suposta fraude nas contas, as vítimas também poderão recuperar recursos desviados. Caso ocorra o bloqueio preventivo, o usuário recebedor será notificado imediatamente.

Segurança e aperfeiçoamento do Pix

Em coletiva de imprensa para detalhar as medidas contra golpes no final de agosto, o diretor de Organização do Sistema Financeiro e de Resolução do BC, João Manoel Pinho de Mello, destacou a importância do Pix. Segundo ele, a ideia é continuar aprimorando os meios de pagamento eletrônico, para aumentar a segurança dos clientes.

“O Banco Central monitora constantemente e fará intervenções quando tiver o diagnóstico preciso. E intervenções que não imponham custos altos aos participantes e diminuam a usabilidade desses meios de pagamento aos usuários”, afirmou Pinho de Mello.

Texto: Letícia Matsuura
Edição: Gabriela Guedes
Arte: Vinícius Martins / Mover


Leia também

Exclusivo: Fundo de combustíveis de R$17 bilhões será apresentado nesta segunda-feira a líderes, dizem fontes

Ações de Facebook despencam com plataformas fora do ar

Mansano: Conjuntura econômica de setembro no cenário global

image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.