0

Bolsas da Europa e da Ásia terminam ano no vermelho com temores de desaceleração global

mercados

Bolsas da Europa e da Ásia terminam ano no vermelho com temores de desaceleração global

Bolsas da Europa e da Ásia terminam ano no vermelho com temores de desaceleração global
tcuser

Atualizado há mais de 3 anos

Ícone de compartilhamento

As principais bolsas da Europa e da Ásia fecharam 2018 com perdas fortes, explicadas, principalmente, pelos temores do mercado com a guerra comercial encabeçada pelos Estados Unidos e pela alta de juros nos principais países desenvolvidos. Os sinais, que têm circulado pelos mercados desde o início do segundo semestre deste ano, são de que podemos ter desaceleração econômica nos países desenvolvidos nos próximos meses.

O índice STOXX 600 da Europa fechou o ano com queda de 13,6%, puxado por confusões políticas na Itália, temores de uma possível saída sem acordo do Reino Unido da União Europeia, o fim da era Angela Merkel na Alemanha e reflexos da política tarifária agressiva do presidente americano Donald Trump.

O Xangai Composto da China perdeu 24,5% em 2018, não só com a influência da briga comercial com os EUA mas também uma série de medidas erráticas por parte do governo chinês que tenta, sem muito sucesso, voltar a estimular a economia do país.

O índice Nikkei do Japão terminou 2018 com queda de 12%, o primeiro acumulado negativo desde 2011. No apagar das luzes do ano, o banco central do país divulgou a ata da reunião de política monetária da última semana, com indicadores mais contundentes do aumento dos riscos para uma desaceleração da economia global nos próximos meses.
Foto: Hartmut Schwarzbach/Bolsa de Frankfurt

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.