IBOV

102.202,88 pts

-3,41%

SP500

4.581,57 pts

-2,33%

DJIA

34.682,33 pts

-2,79%

NASDAQ

16.043,28 pts

-2,00%

IFIX

2.541,57 pts

-0,15%

BRENT

US$ 72,62

-11,02%

IO62

¥ 588,50

+1,64%

TRAD3

R$ 7,88

-2,83%

ABEV3

R$ 16,70

-3,30%

AMER3

R$ 30,49

-6,64%

ASAI3

R$ 13,26

-3,42%

AZUL4

R$ 23,41

-13,74%

B3SA3

R$ 11,74

-4,78%

BIDI11

R$ 35,96

-4,59%

BBSE3

R$ 21,50

-3,15%

BRML3

R$ 8,06

-5,39%

BBDC3

R$ 17,57

-3,40%

BBDC4

R$ 20,44

-3,99%

BRAP4

R$ 48,80

-2,78%

BBAS3

R$ 30,90

-2,52%

BRKM5

R$ 50,31

-2,65%

BRFS3

R$ 20,51

-4,47%

BPAC11

R$ 20,77

-4,24%

CRFB3

R$ 15,67

-3,56%

CCRO3

R$ 11,73

-1,17%

CMIG4

R$ 13,38

-1,83%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,08

-4,58%

COGN3

R$ 2,36

-5,60%

CPLE6

R$ 6,07

-1,62%

CSAN3

R$ 21,31

-1,15%

CPFE3

R$ 25,78

-1,03%

CVCB3

R$ 14,97

-10,89%

CYRE3

R$ 14,52

-4,84%

ECOR3

R$ 8,50

-1,39%

ELET3

R$ 32,64

-3,14%

ELET6

R$ 32,23

-2,62%

EMBR3

R$ 19,30

-8,18%

ENBR3

R$ 21,13

-0,33%

ENGI11

R$ 44,53

-0,97%

ENEV3

R$ 14,38

-2,96%

EGIE3

R$ 39,04

-0,53%

EQTL3

R$ 22,64

-2,41%

EZTC3

R$ 18,57

-2,67%

FLRY3

R$ 18,00

-4,40%

GGBR4

R$ 25,66

-2,58%

GOAU4

R$ 10,68

-2,64%

GOLL4

R$ 15,20

-10,11%

NTCO3

R$ 27,07

-1,74%

HAPV3

R$ 11,65

-5,59%

HYPE3

R$ 27,88

-3,02%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 65,45

-4,73%

IRBR3

R$ 4,13

-2,82%

ITSA4

R$ 9,80

-2,39%

ITUB4

R$ 22,86

-1,71%

JBSS3

R$ 34,32

-3,18%

JHSF3

R$ 4,91

-2,38%

KLBN11

R$ 23,28

-1,73%

RENT3

R$ 52,51

-2,97%

LCAM3

R$ 23,60

-2,60%

LWSA3

R$ 13,70

-4,46%

LAME4

R$ 5,54

-4,64%

LREN3

R$ 29,31

-4,86%

MGLU3

R$ 8,07

-7,56%

MRFG3

R$ 23,68

-3,22%

BEEF3

R$ 8,66

-3,67%

MRVE3

R$ 11,39

-3,88%

MULT3

R$ 19,46

-5,76%

PCAR3

R$ 23,17

-1,48%

PETR3

R$ 29,25

-4,25%

PETR4

R$ 28,64

-3,56%

VBBR3

21,68

-2,73%

PRIO3

R$ 20,05

-9,27%

QUAL3

R$ 16,44

-4,58%

RADL3

R$ 22,75

-3,51%

RAIL3

R$ 17,61

-1,51%

SBSP3

R$ 34,06

-2,63%

SANB11

R$ 34,15

-2,95%

CSNA3

R$ 22,39

-4,92%

SULA11

R$ 25,46

-5,28%

SUZB3

R$ 54,68

-0,43%

TAEE11

R$ 35,88

+0,16%

VIVT3

R$ 50,82

-0,13%

TIMS3

R$ 13,94

-1,69%

TOTS3

R$ 31,17

-3,76%

UGPA3

R$ 13,69

-2,97%

USIM5

R$ 12,93

-6,03%

VALE3

R$ 69,00

-2,05%

VIIA3

R$ 5,70

-4,04%

WEGE3

R$ 32,60

-3,83%

YDUQ3

R$ 20,93

-5,55%

IBOV

102.202,88 pts

-3,41%

SP500

4.581,57 pts

-2,33%

DJIA

34.682,33 pts

-2,79%

NASDAQ

16.043,28 pts

-2,00%

IFIX

2.541,57 pts

-0,15%

BRENT

US$ 72,62

-11,02%

IO62

¥ 588,50

+1,64%

TRAD3

R$ 7,88

-2,83%

ABEV3

R$ 16,70

-3,30%

AMER3

R$ 30,49

-6,64%

ASAI3

R$ 13,26

-3,42%

AZUL4

R$ 23,41

-13,74%

B3SA3

R$ 11,74

-4,78%

BIDI11

R$ 35,96

-4,59%

BBSE3

R$ 21,50

-3,15%

BRML3

R$ 8,06

-5,39%

BBDC3

R$ 17,57

-3,40%

BBDC4

R$ 20,44

-3,99%

BRAP4

R$ 48,80

-2,78%

BBAS3

R$ 30,90

-2,52%

BRKM5

R$ 50,31

-2,65%

BRFS3

R$ 20,51

-4,47%

BPAC11

R$ 20,77

-4,24%

CRFB3

R$ 15,67

-3,56%

CCRO3

R$ 11,73

-1,17%

CMIG4

R$ 13,38

-1,83%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,08

-4,58%

COGN3

R$ 2,36

-5,60%

CPLE6

R$ 6,07

-1,62%

CSAN3

R$ 21,31

-1,15%

CPFE3

R$ 25,78

-1,03%

CVCB3

R$ 14,97

-10,89%

CYRE3

R$ 14,52

-4,84%

ECOR3

R$ 8,50

-1,39%

ELET3

R$ 32,64

-3,14%

ELET6

R$ 32,23

-2,62%

EMBR3

R$ 19,30

-8,18%

ENBR3

R$ 21,13

-0,33%

ENGI11

R$ 44,53

-0,97%

ENEV3

R$ 14,38

-2,96%

EGIE3

R$ 39,04

-0,53%

EQTL3

R$ 22,64

-2,41%

EZTC3

R$ 18,57

-2,67%

FLRY3

R$ 18,00

-4,40%

GGBR4

R$ 25,66

-2,58%

GOAU4

R$ 10,68

-2,64%

GOLL4

R$ 15,20

-10,11%

NTCO3

R$ 27,07

-1,74%

HAPV3

R$ 11,65

-5,59%

HYPE3

R$ 27,88

-3,02%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 65,45

-4,73%

IRBR3

R$ 4,13

-2,82%

ITSA4

R$ 9,80

-2,39%

ITUB4

R$ 22,86

-1,71%

JBSS3

R$ 34,32

-3,18%

JHSF3

R$ 4,91

-2,38%

KLBN11

R$ 23,28

-1,73%

RENT3

R$ 52,51

-2,97%

LCAM3

R$ 23,60

-2,60%

LWSA3

R$ 13,70

-4,46%

LAME4

R$ 5,54

-4,64%

LREN3

R$ 29,31

-4,86%

MGLU3

R$ 8,07

-7,56%

MRFG3

R$ 23,68

-3,22%

BEEF3

R$ 8,66

-3,67%

MRVE3

R$ 11,39

-3,88%

MULT3

R$ 19,46

-5,76%

PCAR3

R$ 23,17

-1,48%

PETR3

R$ 29,25

-4,25%

PETR4

R$ 28,64

-3,56%

VBBR3

21,68

-2,73%

PRIO3

R$ 20,05

-9,27%

QUAL3

R$ 16,44

-4,58%

RADL3

R$ 22,75

-3,51%

RAIL3

R$ 17,61

-1,51%

SBSP3

R$ 34,06

-2,63%

SANB11

R$ 34,15

-2,95%

CSNA3

R$ 22,39

-4,92%

SULA11

R$ 25,46

-5,28%

SUZB3

R$ 54,68

-0,43%

TAEE11

R$ 35,88

+0,16%

VIVT3

R$ 50,82

-0,13%

TIMS3

R$ 13,94

-1,69%

TOTS3

R$ 31,17

-3,76%

UGPA3

R$ 13,69

-2,97%

USIM5

R$ 12,93

-6,03%

VALE3

R$ 69,00

-2,05%

VIIA3

R$ 5,70

-4,04%

WEGE3

R$ 32,60

-3,83%

YDUQ3

R$ 20,93

-5,55%

Atualizado há cerca de 1 mês

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 15 de outubro – No Dia do Professor, as ações das empresas do setor de educação sobem – e têm muito o que comemorar com bons resultados.

Na última semana, a divulgação de dados positivos sobre a captação de alunos da Ser Educacional (SEER3) deu uma injeção de ânimo aos investimentos em empresas do setor.

No terceiro trimestre deste ano, a Ser Educacional captou 53,1 mil alunos de graduação e pós-graduação, um recorde histórico da empresa. De julho a setembro deste ano, o volume de captação foi 29,4% maior na base anual. Logo após a notícia, na última quinta-feira, 7, as ações da empresa dispararam e fecharam o pregão com elevação de quase 10%.

E o resultado positivo respingou em outras companhias de educação listadas na bolsa. Tanto que quando os dados foram divulgados, o setor foi um dos impulsionadores da alta do Ibovespa aquele dia. A Yudqs (YDUQ3) fechou em alta de 9,82%, e foi um dos melhores desempenhos do pregão na B3. Além disso, Ânima (ANIM3), Cogna (COGN3) e Cruzeiro do Sul (CSED3) fecharam em alta de 5,78%, 4,68% e 4,61%, respectivamente.

Além do avanço da vacinação e das exigências de volta às aulas em alguns estados brasileiros, outros fatores têm elevado a confiança no setor. O diretor de relações com investidores da Ser Educacional, Rodrigo Alves, destacou, em entrevista exclusiva à Mover, as soluções pedagógicas e a modernização do sistema e do conteúdo digital, que avançaram durante a pandemia.

Educação híbrida

Falando especificamente da companhia, Alves citou o método Ubíqua adotado pela Ser. Diferente do modelo de ensino a distância, que muitas vezes é utilizado para reduzir os custos das empresas do setor, o Ubíqua é um modelo híbrido de ensino, que propõe ofertas multiformes de educação, pensado de acordo com os interesses dos alunos e por competência, ou seja, conforme as necessidades de cada disciplina e curso.

“No começo do ano, tivemos o impacto da segunda onda bem no meio do processo de captação de verão. Se isso não acontecer no ano que vem, acho que a chance de a gente ter uma onda positiva, que é o público voltando para as atividades, consolidação da ubíqua e a percepção de aulas teóricas em sala, ou seja, as pessoas voltarem para a sala, me parece que vai ser algo muito importante e positivo para o setor”, afirmou Alves.

O resultado das soluções propostas pela Ser Educacional em sua rede de universidades pode ser notado não apenas pela captação, mas também pela porcentagem de evasão de estudantes. Segundo Alves, de um ano e meio para cá, ou seja, bem em meio à pandemia, a empresa mais que triplicou sua base de alunos – de 30 mil para 100 mil – e diminuiu a evasão de cerca de 20% para 8,5%.

Segundo ele, o modelo híbrido de educação proposto pela empresa desperta o interesse dos alunos para o ensino, porque além de diversificar as formas de aprendizado, melhora o conteúdo do digital, sem excluir a experiência do presencial, importante para a formação e a construção de uma rede de contatos profissionais, o networking.

“Mesmo cursos que naturalmente já foram adaptados para o digital, há turmas formadas no modelo híbrido, porque as pessoas ainda gostam de ir à faculdade. As pessoas não vão para a faculdade só para ter um diploma, a experiência com os colegas, o networking na faculdade também são importantes”, salienta Rodrigo Alves.

O especialista explica que esse modelo híbrido permite a criação de um ecossistema de educação continuada, e isso expandiu os horizontes da Ser. Apesar de ter surgido no Nordeste, hoje a companhia tem alcance nacional, que é o que explica a aquisição há quatro meses da Fael, uma faculdade do Sul do Brasil. A Ser agora aguarda a aprovação do Cade para concretizar a aquisição.

Dia do Professor

O especialista vê um futuro promissor de agora em diante para o setor de educação, com destaque para os professores, que saem dessa crise como uma figura fortalecida e um papel-chave nessa transformação da área.

“O crescimento do setor não vai ser da mesma forma que foi no passado. Ele precisa que as empresas tragam novidades para seus alunos”, disse Alves. “Os docentes ajudaram literalmente as pessoas a manterem sua vida no ritmo [durante a pandemia]. E hoje o papel deles na transformação da educação é muito grande”, completou o especialista.

Segundo Alves, com as mudanças em andamento os professores não se atêm mais só ao espaço das salas de aulas, mas eles expandiram sua participação na sociedade e hoje também são criadores e revisores de conteúdos digitais.

Desempenho da Ser Educacional

Perto das 13h25, a ação ordinária da Ser Educacional (SEER3) subia 1,45%, cotada a R$ 13,29. No mesmo horário, o Ibovespa operava em elevação de 1,02%, a 114.336 pontos.

Para conferir o desempenho das ações da Ser Educacional e de outras empresas,  basta acessar o TC Matrix, ferramenta gratuita do TC.

Texto: Stéfanie Rigamonti
Edição: Guillermo Parra-Bernal
Arte: Vinicius Martins / Mover


Leia também

Assaí passará Carrefour em vendas após absorver Extra, diz fonte

Merck pedirá à Anvisa liberação emergencial de medicamento contra covid-19

IGP-10 mostra deflação em outubro, refletindo minério de ferro, mostra FGV

image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.