0

Otimismo predomina e bolsas sobem; no radar, EUA, varejo, ofertas e política: Espresso

mercados

Otimismo predomina e bolsas sobem; no radar, EUA, varejo, ofertas e política: Espresso

Mais uma vez, são as expectativas de um acerto entre o governo do presidente americano Donald Trump e o Congresso pela extensão do programa

Otimismo predomina e bolsas sobem; no radar, EUA, varejo, ofertas e política: Espresso
tcuser

Atualizado há mais de 1 ano

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 8 de outubro – Mais uma vez, são as expectativas de um acerto entre o governo do presidente americano Donald Trump e o Congresso pela extensão do programa de estímulos econômicos contra o impacto da pandemia do coronavírus que impulsionam os mercados de Tóquio a Nova Iorque. O tom mais suave de Trump aponta para um potencial programa de alívio menor, porém mais direcionado.

Na Ásia, os ganhos foram discretos; na Europa, moderados, embora um pouco mais consolidados. O debate dos candidatos à vice-presidência gerou pouca reação entre os investidores, que viram o atual vice-presidente americano Mike Pence sair vitorioso, mas sem muita convicção.

À medida que a vantagem do candidato opositor Joe Biden sobre Trump aumenta para os dois dígitos, a perspectiva de uma vitória do Partido Democrata parece aumentar – e o mercado se adianta e até precifica controle total do Parlamento. Já no quesito Brexit, a posição forte do Reino Unido atinge a libra esterlina, mas os investidores apostam em continuidade nas negociações além do prazo final de meados deste mês.

Para hoje, o destaque mundo afora é o dado de pedidos iniciais de seguro-desemprego semanais nos EUA. Hoje serão divulgadas as atas das mais recentes reuniões de política monetária do Banco Central Europeu e do Banco da Inglaterra.

À noite teremos os dados para setembro do índice de gerentes de compras nos serviços na China, cujo feriado da primavera acaba hoje.

A agenda econômica doméstica traz os números de vendas no varejo de agosto, o mais recente levantamento da safra agrícola até setembro, juntamente com dados de inflação medida pelo índice IPC-S. O comércio varejista deve mostrar a quarta alta seguida, aponta o consenso TC.

O Tesouro Nacional oferece LTNs, LFTs e NTN-Fs hoje e o chefe da autarquia, Bruno Funchal, se reúne com o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, para discutir a dinâmica recente das captações.

No lado corporativo, dia bem agitado: Natura e Grupo Mateus precificam suas ofertas, o BNDES quer vender debêntures da Vale e a Magazine Luiza aprova desdobramento de ações.

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.