0

Pesquisa da CNI aponta que 70% dos entrevistados veem situação econômica brasileira como ruim ou péssima

mercados

Pesquisa da CNI aponta que 70% dos entrevistados veem situação econômica brasileira como ruim ou péssima

De acordo com levantamento feito pela CNI, 56% dos entrevistados consideram que a situação econômica do país piorou nos últimos seis meses

Pesquisa da CNI aponta que 70% dos entrevistados veem situação econômica brasileira como ruim ou péssima
anderson-lima

Atualizado há 6 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 10 de dezembro – Uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional da Indústria, CNI, apontou que a situação econômica no país está ruim ou péssima para 70% dos entrevistados. O levantamento revelou também que a maioria da população sentiu piora da conjuntura nos últimos seis meses.

Um dos maiores vilões do ano no país foi a inflação, que para 73% dos entrevistados “aumentou muito” no último semestre. Para 75%, a condição financeira foi afetada pelo aumento dos preços. Diante das dificuldades, 74% tiveram de reduzir gastos, percentual igual ao de maio de 2020, no início da pandemia.

“Essa percepção da população, de uma situação ainda negativa e preocupante com relação à economia brasileira que a pesquisa mostra, limita algumas decisões de consumo”, explicou o gerente de análise econômica da CNI, Marcelo Azevedo.

Azevedo detalhou que as incertezas afetam a própria indústria e a tomada de decisões por parte do empresariado, postergando aumento de produção, emprego ou investimento.

Futuro incerto

Em relação ao futuro, apenas 34% dos entrevistados na pesquisa estão otimistas e acreditam que a situação vai melhorar um pouco. Para os 32% pessimistas, a economia deve piorar.

“Essa situação pode até se tornar um pouco mais duradoura. Ou seja, mesmo que os preços parem de aumentar efetivamente, ela pode ainda contaminar a visão dos consumidores por mais tempo”, explicou Azevedo.

Outro dado apontado pela pesquisa é de que o medo de perder o emprego voltou a fazer parte da vida de 61% dos entrevistados.

A pesquisa da CNI, realizada com o Instituto FSB, entrevistou 2.016 brasileiros com idade a partir de 16 anos, nas 27 unidades da federação entre 18 e 23 de novembro. A margem de erro no total da amostra é de dois pontos percentuais, com intervalo de confiança de 95%.

Texto: Anderson Lima
Edição: Gabriela Guedes
Imagem: Vinícius Martins / Mover

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.