0

Petrobras eleva produção de óleo e gás, com recorde no pré-sal

mercados

Petrobras eleva produção de óleo e gás, com recorde no pré-sal

Petrobras produziu 2,796 milhões de barris de óleo equivalente por dia entre janeiro e março, aumento de 1,1% frente ao mesmo período do ano

Petrobras eleva produção de óleo e gás, com recorde no pré-sal
gustavo-cunha-boldrini

Atualizado há 18 dias

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 27 de abril – A Petrobras viu sua produção de óleo e gás subir no primeiro trimestre, puxada pelo aumento da atividade em novos poços, o que levou a empresa a um novo recorde no volume do óleo produzido no pré-sal.

A estatal produziu 2,796 milhões de barris de óleo equivalente por dia entre janeiro e março, aumento de 1,1% frente ao mesmo período do ano passado, e 3,4% frente ao trimestre anterior, aproveitando momento de preços elevados do petróleo, com o Brent chegando a superar os US$100 por barril.

A produção de óleo no pré-sal saltou 7,3% na base anual, com a evolução das operações no FPSO Carioca, do Campo de Sépia, além da plataforma P-68, nos campos de Berbigão e Sururu, chegando ao patamar recorde de 2,03 milhões de barris de óleo equivalente por dia.

A Petrobras disse ter atingido recorde de processamento de óleo pré-sal no período, chegando a 65% da carga processada pela companhia. A produção no pré-sal alcançou 72% do total.

“A capacidade de processamento de óleos do pré-sal vem se expandido com investimentos em nosso parque de refino, garantindo maior flexibilidade operacional e logística”, disse a empresa em comunicado.

Segundo a Petrobras, a produção geral também subiu com a inauguração de poços no pós-sal da Bacia de Santos e da recuperação da produção após paradas para manutenção em algumas plataformas durante o quarto trimestre.

O volume consolidado de vendas da Petrobras, que inclui todos os produtos comercializados pela petroleira, chegou a 3,064 milhões de barris por dia, alta de 9,6% na base anual.

As exportações atingiram 760 mil barris por dia, alta de 3,1% ano a ano, e as vendas no mercado interno saltaram 11,4%, para 2,247 milhões de barris.

Segundo a Petrobras, o trimestre de janeiro a março foi o primeiro a contemplar integralmente a venda da Refinaria Landuplho Alves, a RLAM. Isso levou as vendas de petróleo no mercado interno a saltarem 22 vezes ano a ano, atingindo 198 mil barris por dia, com a companhia fornecendo a commodity para processamento pela Acelen, nova dona do ativo.

Desempenho das ações da Petrobras

O papel preferencial da Petrobras (PETR4) acumula alta de 63% nos últimos 12 meses, na esteira da valorização do Brent e a redução dos receios sobre interferência política nos preços da companhia. A ação fechou o pregão desta quarta-feira estável, a R$30,06, e o papel ordinário (PETR3) subiu 0,30%, a R$33,19.

O ADR, recibo de ações da Petrobras negociado em Nova York, subia 0,98% no pós-mercado americano às 19h40, a US$13,44.

Para acompanhar o desempenho das ações das empresas listadas na bolsa brasileira, basta acessar o TC Matrix, ferramenta gratuita do TC.

Texto: Gustavo Boldrini
Edição: Luciano Costa,  Allan Ravagnani e Letícia Matsuura
Arte: Vinícius Martins/ Mover

Nesta matéria

PETR4

PETROLEO BRASILEIRO S.A. ...

0,00

0,00

+0,00%

Relacionadas

PETR3

PETROLEO BRASILEIRO S.A. ...

36,82

0,24

+0,65%

Powered by

Análise de Investimentos

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.