0

Petróleo dispara com avanço do conflito entre Rússia e Ucrânia

mercados

Petróleo dispara com avanço do conflito entre Rússia e Ucrânia

O barril do petróleo Brent tocou os US$106 nesta tarde, enquanto o WTI chegou aos US$104 o barril, com o agravamento da guerra na Ucrânia

Petróleo dispara com avanço do conflito entre Rússia e Ucrânia
giovanni-porfirio

Atualizado há 3 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 1 de março – A cotação do petróleo está em forte alta na tarde desta terça-feira, com os ataques da Rússia a alvos na capital da Ucrânia, Kiev, e as possíveis consequências do conflito na oferta da commodity, cenário que também leva a quedas nos índices de ações em Nova York.

Por volta das 15h, o contrato futuro do barril tipo Brent subia 8,38%, a US$106,18, um dia antes da reunião da Organização dos Países Exportadores de Petróleo, Opep, que deve manter sua política de aumentos graduais da produção da commodity. O petróleo do tipo WTI acompanhava a alta, subindo 9,38%, a US$104,70, no mesmo horário.

No mercado de ações americano, S&P500, Nasdaq 100 e Dow Jones caíam 1,45%, 1,31% e 1,84%, respectivamente, no mesmo horário.

Hoje os 31 estados-membros do Conselho da Agência Internacional de Energia, incluindo os Estados Unidos, concordaram com a liberação de 60 milhões de barris de petróleo de suas reservas emergenciais ao mercado, para “enviar uma mensagem unificada e forte aos mercados globais de que não haverá déficit de suprimento como resultado da invasão da Ucrânia pela Rússia”, informou a entidade em comunicado.

Também hoje, a TotalEnergies anunciou que não vai mais financiar projetos na Rússia, seguindo outras empresas que já anunciaram sanções contra o país, como Shell, BP e a norueguesa Equinor.

Mais cedo, a Rússia anunciou que faria ataques a locais estratégicos em Kiev. Segundo informações da agência CNBC, uma torre de televisão foi atingida pelos russos, interrompendo transmissões realizadas pelas emissoras ucranianas.

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, declarou que seu país e aliados estão preparados para uma “crise prolongada”, aumentando a cautela dos investidores em todo o mundo.

Aversão ao risco

O índice dólar DXY subia 0,72%, a 97,42 pontos, no mesmo horário, enquanto o índice VIX de volatilidade do S&P500 avançava 11,28% e o rendimento dos títulos do Tesouro caía 11,9 pontos-base.

Do ponto de vista setorial, apenas os fundos de índice de metais e mineração subiam 1,37%. Em contrapartida, os índices de semicondutores e utilidades caíam 3,60% e 1,10%, respectivamente.

Na Europa, o Stoxx 600 fechou em queda de 2,37%, em linha com o agravamento do conflito no Leste Europeu. O índice Dow Jones Brazil Titans 20 ADR, negociado no mercado americano e que reflete o desempenho dos principais ADRs de empresas brasileiras, subia 0,82% nesta terça.

Entre as ações brasileiras, os recibos de ações, ADRs, da Petrobras operavam em alta de 1,83% e os da Vale avançavam 5,41%, com o aumento nos preços das matérias-primas no mercado internacional. Hoje o minério de ferro subiu quase 4,5% no porto de Qingdao, na China, superando os US$144.

A Bolsa de Valores Brasileira, B3, está fechada por conta do feriado de Carnaval, e retoma suas operações na quarta-feira, a partir das 13h.

Texto: Giovanni Porfírio
Edição: Renato Carvalho e Stéfanie Rigamonti
Imagem: Vinicius Martins / Mover

Nesta matéria

VALE3

VALE S.A.

77,89

-2,02

-2,53%

Relacionadas

PETR3

PETROLEO BRASILEIRO S.A. ...

36,82

-0,85

-2,25%

PETR4

PETROLEO BRASILEIRO S.A. ...

0,00

-0,56

-1,63%

Powered by

Análise de Investimentos

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.