0

Pico de inflação e alta da Selic favorecem investimentos no Brasil, diz gestora

mercados

Pico de inflação e alta da Selic favorecem investimentos no Brasil, diz gestora

Dahlia projeta uma surpresa positiva nos dados de desemprego de março, que podem acelerar tendência de queda com o arrefecimento da inflação

Pico de inflação e alta da Selic favorecem investimentos no Brasil, diz gestora
artur-horta

Atualizado há cerca de 2 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 5 de abril – A gestora Dahlia vê o Brasil se aproximar do pico da inflação, ideia reforçada após o Banco Central anunciar que o ciclo de alta de juros está para terminar, o que deve favorecer a alocação em ativos de risco no país.

Em carta enviada a cotistas, o time da gestora afirma que salvo em um cenário externo adverso, concorda com a visão do BC de que a Selic deve subir apenas mais 100 pontos-base, para 12,75%. “O fim do ciclo de aperto de juros pode indicar também que estamos próximos ao pico da inflação”, informa um trecho do documento.

A Dahlia projeta uma surpresa positiva nos dados de desemprego de março, que podem acelerar tendência de queda com o arrefecimento da inflação.

A gestora informou na carta que está atualmente com o maior nível de risco alocado no Brasil em dois anos, com posições compradas em bolsa e títulos do governo atrelados à inflação, além de posição vendida em dólar.

“Um dos melhores momentos para investir em bolsa é quando a inflação e os juros estão caindo”, completou.

Em março, o Dahlia Global Allocation FIC FIM registrou rentabilidade de 0,91%, enquanto o CDI rendeu 0,92%. No ano, o multimercado global da gestora cai 1,50%.

Texto: Artur Horta
Edição: Gabriela Guedes
Imagem: Vinícius Martins / Mover

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.