0

Relatório de Inflação do BC reduz projeções do PIB de 2021 e 2022

mercados

Relatório de Inflação do BC reduz projeções do PIB de 2021 e 2022

No relatório de dezembro, o Banco Central reduziu a projeção do PIB de 2021 de 4,7% para 4,4% e o de 2022 de 2,1% para 1%

Relatório de Inflação do BC reduz projeções do PIB de 2021 e 2022
guilherme-maradei-dogo

Atualizado há 5 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 16 de dezembro – O Relatório Trimestral de Inflação, do Banco Central, mostrou que a autarquia está menos confiante no crescimento econômico do país, reduzindo a projeção do PIB, diante do cenário externo menos favorável e a alta de juros para conter a inflação.

No relatório de dezembro, divulgado há pouco, o Banco Central reduziu a projeção do Produto Interno Bruto de 2021 de 4,7% para 4,4% e o de 2022 de 2,1% para 1%. A autoridade cita os dados fracos recentes da atividade econômica e o fato de que “índices de confiança para o quarto trimestre mostram deterioração”.

Para o ano que vem, os principais desafios para o PIB são o aperto da política monetária para conter o aumento de preços e o cenário externo mais adverso para emergentes, com as potências econômicas também elevando os juros, além da crise imobiliária chinesa e a possibilidade de uma nova onda da covid-19.

Para a inflação, o relatório elevou a projeção de 2021 de 8,5% para 10,2%, e a de 2022 de 3,7% para 4,7%, como a ata do Comitê de Política Monetária já havia apontado. A inflação só convergiria para a meta em 2023, que tem projeção de 3,2%, como no relatório de setembro. No entanto, o BC aponta que alguns choques inflacionários podem persistir além de 2022, como a inflação de energia e os problemas na cadeia de suprimentos.

Nesse cenário, o Banco Central projeta o fim do ciclo de alta da Selic em 11,75% no primeiro trimestre de 2022 e um corte de 50 pontos-base ainda no ano que vem, o que levaria a taxa de juros a fechar o ano em 11,25%. Para 2023, a projeção da Selic aponta taxa de 8%.

O RTI enxerga a PEC dos Precatórios e a mudança da regra do Teto de Gastos como gatilhos para piorar as perspectivas fiscais no ano que vem. O BC elevou a projeção de déficit primário de 2022 de R$90 bilhões para R$98 bilhões.

Às 11h, o presidente da autarquia, Roberto Campos Neto, e o diretor de Política Econômica, Fabio Kanczuk, darão entrevista coletiva para detalhar as estimativas do Relatório Trimestral de Inflação.

Texto: Guilherme Dogo
Edição: Lucia Boldrini
Imagem: Vinicius Martins / Mover

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.