0

Rússia impulsiona mercados após anúncio de retirada de parte das tropas na fronteira

mercados

Rússia impulsiona mercados após anúncio de retirada de parte das tropas na fronteira

Após clima azedo ontem, mercados respondem positivamente ao anúncio de retirada de parte das tropas da Rússia na fronteira com a Ucrânia

Rússia impulsiona mercados após anúncio de retirada de parte das tropas na fronteira
guilherme-maradei-dogo

Atualizado há 3 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 15 de fevereiro – Os futuros dos principais índices acionários dos mercados americanos operam em alta na manhã de terça-feira, com o anúncio da Rússia de retirar algumas tropas de perto da fronteira com a Ucrânia após finalizar exercícios de treinamento.

A alta nos contratos futuros dos índices de referência Dow Jones Industrial, S&P500 e Nasdaq 100, que avançavam 1,13%, 1,52% e 2,12% por volta das 9h, respectivamente, era acompanhada pelas bolsas europeias. A Ásia finalizou a sessão sem direção, com as bolsas de Tóquio e Hong Kong em queda e a de Xangai em alta.

No entanto, o petróleo perdia a máxima em sete anos, em um claro sinal de arrefecimento na crise com a Ucrânia. O contrato Brent caía mais de 3%, perdendo os US$94 por barril. Embora os Estados Unidos continuem alertando que uma invasão russa à Ucrânia é iminente, a Rússia tem buscado uma saída diplomática e negado repetidamente que invadirá o país vizinho.

De acordo com a agência oficial Interfax, o ministério da Defesa da Rússia disse que unidades militares dos distritos sul e oeste começaram a retornar às suas guarnições permanentes.

Mais cedo, o Produto Interno Bruto da Zona do Euro avançou em linha com o consenso no quarto trimestre. Nos EUA, saem o índice de atividade industrial Empire State e a inflação ao produtor de janeiro às 10h30. Pela tarde, às 16h15, o Senado americano analisa a recondução de Jerome Powell à presidência do Federal Reserve, banco central americano, e de outros diretores do Fed.

Mercado local

No Brasil, o investidor fica atento à teleconferência de resultados do Banco do Brasil, às 10h15. Carrefour e PetroRio soltam balanços trimestrais após o fechamento dos mercados, enquanto o Tribunal de Contas da União retoma o julgamento sobre a privatização da Eletrobras.

A curva de juros pode reagir aos dados de IGP-10 de fevereiro, que acelerou frente ao mês anterior, mas veio em linha com a projeção do mercado. O Tesouro Nacional realiza leilão de notas do Tesouro LFT vincendas em março de 2025 e 2028, e de NTN-Bs para 2025, 2032 e 2045, às 10h30.

Bolsa brasileira

O Ibovespa deve seguir os contratos americanos e abrir com viés de alta na manhã de hoje. ADRs da Vale e da Petrobras operavam em queda de 0,29% e 1,48%, respectivamente, seguindo os recuos do minério de ferro e do petróleo.

Câmbio

O real deve se fortalecer ante o dólar americano, em linha com o desempenho de outras moedas emergentes na manhã de hoje, na esteira de maior apetite global por risco.

Juros

Devem seguir o câmbio e aliviar pressão ao longo da curva, de olho em dados de inflação e o Leilão do Tesouro.

Texto: Guilherme Dogo
Edição: Gustavo Bonato e Stéfanie Rigamonti
Imagem: Vinicius Martins / Mover

Nesta matéria

CRFB3

ATACAD�O S.A.

19,27

0,48

+2,52%

Relacionadas

PRIO3

PETRO RIO S.A.

27,07

-0,31

-1,23%

ELET3

CENTRAIS ELET BRAS S.A. -...

41,58

1,29

+3,02%

ELET6

CENTRAIS ELET BRAS S.A. -...

40,38

1,07

+2,54%

VALE3

VALE S.A.

77,89

2,07

+2,66%

PETR3

PETROLEO BRASILEIRO S.A. ...

36,82

0,31

+0,84%

PETR4

PETROLEO BRASILEIRO S.A. ...

0,00

0,57

+1,69%

Powered by

Análise de Investimentos

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.