0

Salário mínimo será de R$ 1.212, maior do que previa Orçamento de 2022, diz O Globo

mercados

Salário mínimo será de R$ 1.212, maior do que previa Orçamento de 2022, diz O Globo

Hoje, o salário mínimo está em R$ 1.100; com o valor indicado por integrantes da equipe econômica, o aumento para 2022 será de R$112

Salário mínimo será de R$ 1.212, maior do que previa Orçamento de 2022, diz O Globo
stefanie-rigamonti

Atualizado há 5 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 30 de dezembro – Integrantes do Ministério da Economia disseram ao jornal O Globo que o aumento do salário mínimo, que entrará em vigor a partir de 1 de janeiro, será um pouco maior do que o previsto pelo Orçamento de 2022, aprovado pelo Congresso.

O salário mínimo do próximo ano deve ser de R$ 1.212, sendo R$2,00 a mais do que o constava na proposta do Orçamento aprovada na semana passada. O piso salarial já havia sido alterado, considerando que, no texto original, o valor era de R$ 1.169. Atualmente o salário mínimo está em R$ 1.100.

A escalada da inflação foi o que motivou a elevação do piso salarial, porém, mais uma vez, os brasileiros não terão ganho real, apenas o ajuste inflacionário.

O Índice de Preços ao Consumidor Amplo, IPCA, avançou 0,95% em novembro, maior alta para o mês desde 2015. No ano, a inflação acumula elevação de 9,26% e, nos últimos 12 meses, de 10,74%, acima da taxa observada nos 12 meses anteriores, de 10,67%.

Segundo o jornal Valor Econômico, a mudança no piso salarial ocorrerá por meio de uma Medida Provisória, que será publicada no Diário Oficial da União nessa sexta, 31. Mesmo entrando em vigor imediatamente, a MP terá que ser aprovada pelo Congresso, segundo O Globo.

Texto: Stéfanie Rigamonti
Edição: Cintia Thomaz
Imagem: Vinicius Martins / Mover

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.