IBOV

106.951,53 pts

-1,62%

SP500

4.576,47 pts

+0,22%

DJIA

35.776,09 pts

+0,10%

NASDAQ

15.560,78 pts

+0,30%

IFIX

2.699,51 pts

-0,31%

BRENT

US$ 86,37

+0,44%

IO62

¥ 714,00

+2,00%

TRAD3

R$ 5,42

-9,66%

ABEV3

R$ 15,29

+0,13%

AMER3

R$ 31,98

-6,79%

ASAI3

R$ 15,88

-1,55%

AZUL4

R$ 27,39

-6,71%

B3SA3

R$ 12,23

-5,12%

BIDI11

R$ 40,50

-4,07%

BBSE3

R$ 22,34

-0,44%

BRML3

R$ 7,01

-3,57%

BBDC3

R$ 17,46

-1,30%

BBDC4

R$ 20,49

-1,30%

BRAP4

R$ 51,96

-1,29%

BBAS3

R$ 29,40

-0,37%

BRKM5

R$ 58,01

+3,53%

BRFS3

R$ 21,14

-2,71%

BPAC11

R$ 22,47

-3,81%

CRFB3

R$ 17,30

+0,93%

CCRO3

R$ 11,51

-3,03%

CMIG4

R$ 13,41

-0,44%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,36

-4,45%

COGN3

R$ 2,56

-5,18%

CPLE6

R$ 6,09

-1,77%

CSAN3

R$ 20,72

-4,38%

CPFE3

R$ 26,09

+1,91%

CVCB3

R$ 17,09

-5,84%

CYRE3

R$ 14,47

-5,97%

ECOR3

R$ 8,54

-2,17%

ELET3

R$ 36,13

-1,36%

ELET6

R$ 35,95

-0,41%

EMBR3

R$ 23,25

-3,60%

ENBR3

R$ 19,83

+3,06%

ENGI11

R$ 40,37

-4,49%

ENEV3

R$ 14,26

-2,19%

EGIE3

R$ 38,75

+0,20%

EQTL3

R$ 24,23

+0,91%

EZTC3

R$ 18,72

-7,18%

FLRY3

R$ 19,86

-1,14%

GGBR4

R$ 27,86

-0,35%

GOAU4

R$ 13,08

+1,39%

GOLL4

R$ 16,44

-4,41%

NTCO3

R$ 40,26

-0,95%

HAPV3

R$ 11,43

-3,54%

HYPE3

R$ 27,98

-2,67%

IGTA3

R$ 29,25

-3,24%

GNDI3

R$ 64,99

-1,88%

IRBR3

R$ 4,91

-2,77%

ITSA4

R$ 10,55

-1,12%

ITUB4

R$ 23,82

-0,75%

JBSS3

R$ 37,18

+0,02%

JHSF3

R$ 5,35

-4,12%

KLBN11

R$ 24,37

+0,70%

RENT3

R$ 46,49

-4,12%

LCAM3

R$ 20,53

-4,64%

LWSA3

R$ 19,67

-6,06%

LAME4

R$ 5,22

-4,57%

LREN3

R$ 31,82

-3,13%

MGLU3

R$ 11,96

-3,07%

MRFG3

R$ 25,19

+1,49%

BEEF3

R$ 9,03

-2,48%

MRVE3

R$ 10,46

-3,94%

MULT3

R$ 17,45

-3,37%

PCAR3

R$ 26,08

-3,12%

PETR3

R$ 29,44

-0,57%

PETR4

R$ 28,92

-0,41%

BRDT3

R$ 22,03

+0,59%

PRIO3

R$ 27,35

-0,25%

QUAL3

R$ 18,04

-1,42%

RADL3

R$ 22,09

-1,38%

RAIL3

R$ 16,33

-2,44%

SBSP3

R$ 35,75

-1,10%

SANB11

R$ 35,41

-0,95%

CSNA3

R$ 24,55

-5,93%

SULA11

R$ 25,53

-1,54%

SUZB3

R$ 51,22

-0,48%

TAEE11

R$ 36,94

-0,69%

VIVT3

R$ 44,83

-0,11%

TIMS3

R$ 11,68

-2,42%

TOTS3

R$ 33,48

+0,30%

UGPA3

R$ 13,39

-2,40%

USIM5

R$ 14,19

-3,33%

VALE3

R$ 76,51

-0,63%

VIIA3

R$ 6,85

-3,38%

WEGE3

R$ 39,35

-0,50%

YDUQ3

R$ 21,38

-4,34%

IBOV

106.951,53 pts

-1,62%

SP500

4.576,47 pts

+0,22%

DJIA

35.776,09 pts

+0,10%

NASDAQ

15.560,78 pts

+0,30%

IFIX

2.699,51 pts

-0,31%

BRENT

US$ 86,37

+0,44%

IO62

¥ 714,00

+2,00%

TRAD3

R$ 5,42

-9,66%

ABEV3

R$ 15,29

+0,13%

AMER3

R$ 31,98

-6,79%

ASAI3

R$ 15,88

-1,55%

AZUL4

R$ 27,39

-6,71%

B3SA3

R$ 12,23

-5,12%

BIDI11

R$ 40,50

-4,07%

BBSE3

R$ 22,34

-0,44%

BRML3

R$ 7,01

-3,57%

BBDC3

R$ 17,46

-1,30%

BBDC4

R$ 20,49

-1,30%

BRAP4

R$ 51,96

-1,29%

BBAS3

R$ 29,40

-0,37%

BRKM5

R$ 58,01

+3,53%

BRFS3

R$ 21,14

-2,71%

BPAC11

R$ 22,47

-3,81%

CRFB3

R$ 17,30

+0,93%

CCRO3

R$ 11,51

-3,03%

CMIG4

R$ 13,41

-0,44%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,36

-4,45%

COGN3

R$ 2,56

-5,18%

CPLE6

R$ 6,09

-1,77%

CSAN3

R$ 20,72

-4,38%

CPFE3

R$ 26,09

+1,91%

CVCB3

R$ 17,09

-5,84%

CYRE3

R$ 14,47

-5,97%

ECOR3

R$ 8,54

-2,17%

ELET3

R$ 36,13

-1,36%

ELET6

R$ 35,95

-0,41%

EMBR3

R$ 23,25

-3,60%

ENBR3

R$ 19,83

+3,06%

ENGI11

R$ 40,37

-4,49%

ENEV3

R$ 14,26

-2,19%

EGIE3

R$ 38,75

+0,20%

EQTL3

R$ 24,23

+0,91%

EZTC3

R$ 18,72

-7,18%

FLRY3

R$ 19,86

-1,14%

GGBR4

R$ 27,86

-0,35%

GOAU4

R$ 13,08

+1,39%

GOLL4

R$ 16,44

-4,41%

NTCO3

R$ 40,26

-0,95%

HAPV3

R$ 11,43

-3,54%

HYPE3

R$ 27,98

-2,67%

IGTA3

R$ 29,25

-3,24%

GNDI3

R$ 64,99

-1,88%

IRBR3

R$ 4,91

-2,77%

ITSA4

R$ 10,55

-1,12%

ITUB4

R$ 23,82

-0,75%

JBSS3

R$ 37,18

+0,02%

JHSF3

R$ 5,35

-4,12%

KLBN11

R$ 24,37

+0,70%

RENT3

R$ 46,49

-4,12%

LCAM3

R$ 20,53

-4,64%

LWSA3

R$ 19,67

-6,06%

LAME4

R$ 5,22

-4,57%

LREN3

R$ 31,82

-3,13%

MGLU3

R$ 11,96

-3,07%

MRFG3

R$ 25,19

+1,49%

BEEF3

R$ 9,03

-2,48%

MRVE3

R$ 10,46

-3,94%

MULT3

R$ 17,45

-3,37%

PCAR3

R$ 26,08

-3,12%

PETR3

R$ 29,44

-0,57%

PETR4

R$ 28,92

-0,41%

BRDT3

R$ 22,03

+0,59%

PRIO3

R$ 27,35

-0,25%

QUAL3

R$ 18,04

-1,42%

RADL3

R$ 22,09

-1,38%

RAIL3

R$ 16,33

-2,44%

SBSP3

R$ 35,75

-1,10%

SANB11

R$ 35,41

-0,95%

CSNA3

R$ 24,55

-5,93%

SULA11

R$ 25,53

-1,54%

SUZB3

R$ 51,22

-0,48%

TAEE11

R$ 36,94

-0,69%

VIVT3

R$ 44,83

-0,11%

TIMS3

R$ 11,68

-2,42%

TOTS3

R$ 33,48

+0,30%

UGPA3

R$ 13,39

-2,40%

USIM5

R$ 14,19

-3,33%

VALE3

R$ 76,51

-0,63%

VIIA3

R$ 6,85

-3,38%

WEGE3

R$ 39,35

-0,50%

YDUQ3

R$ 21,38

-4,34%

Atualizado há 12 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 03 de novembro – Os papéis do Tesouro Direto voltaram a ter perdas em seus valores de mercado em outubro após os juros subirem, mas bem menores do que os do mês anterior. 

As maiores perdas ocorreram nos papéis mais longos, como os papéis corrigidos pela inflação, as NTN-Bs, ou Tesouro IPCA+ com vencimento em 2045, e que caíram 2,51%. Em setembro, esse papel tinha caído 11,35%, uma oscilação maior até do que muitas ações negociadas em bolsa. A NTN-B para 2035 caiu menos, 1,10% neste mês, ante 6,64% em setembro. 

Já os papéis prefixados, as LTNs, caíram menos pelo prazo mais curto. O papel para 2023 perdeu 0,68% em outubro, ante 1,28% em setembro. A LTN, ou Tesouro Prefixado, para 2025, caiu 0,65%, bem menos que os 3,13% de setembro. Os títulos corrigidos pelo overnight Selic, as LFTs, subiram em outubro, depois de registrarem perdas em setembro pela primeira vez desde 2002. 

Queda não atinge quem carregar o título até vencimento

A queda do valor dos títulos do Tesouro é normal e impacta apenas quem for vender o papel agora no mercado. Quem vai carregar o título até o vencimento receberá exatamente o rendimento acertado na aplicação. 

Por isso, é importante aplicar em papéis mais longos, mais instáveis, apenas o dinheiro de longo prazo, para não ser surpreendido com a necessidade de resgate justamente em um momento de alta dos juros e queda do valor dos papéis. 

O risco, porém, é que esses juros continuem subindo nos próximos meses por conta da dificuldade do governo em controlar seus gastos ou de uma alta mais consistente da inflação. 

A aprovação de um novo pacote prorrogando o auxílio emergencial ou um orçamento para 2021 que não respeite o Teto de Gastos para garantir recursos para o Renda Cidadã ou para mais obras públicas podem aumentar a desconfiança do mercado na capacidade de o governo pagar sua dívida, que caminha para 100% do PIB. Nesse caso, o prêmio para investir em papéis do Tesouro pode subir ainda mais. 

Ajuste fiscal e volta da inflação

Uma saída para o governo seria fazer um forte ajuste fiscal, sinalizando que vai economizar para pagar sua dívida, o que não parece, porém, ser muito viável no momento pela própria aproximação do governo dos grupos do Centrão e pela disposição do presidente Jair Bolsonaro em garantir sua reeleição em 2022. 

Estaria aberto, assim, o espaço para uma volta da inflação. Nesse caso, os papéis corrigidos pelo IPCA teriam uma proteção importante. Mas, no curto prazo, podem dar prejuízo se os juros reais continuarem subindo. 

Diversificação de títulos

Na dúvida, especialistas sugerem para o investidor as LFTs, corrigidas pelo juro Selic, que está pagando 2,0% ao ano, mas oferecerá proteção caso a inflação acelere nos próximos meses e o BC se veja obrigado a subir os juros, como aposta parte do mercado. Esses papéis estão pagando um ágio de 0,19% acima da taxa Selic. 

Já papéis mais longos, corrigidos pelo IPCA, estão sendo beneficiados pelo aumento da inflação, que deve fechar outubro em torno de 0,80% ou mais. Na dúvida, diversificação pode ser a melhor saída, tanto nos títulos do Tesouro como em outros ativos fora do risco do governo.

Texto: Angelo Pavini
Edição: Letícia Matsuura
Imagem: Divulgação

image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.