0

Varejo: Alta renda deve manter moda premium como líder em resultados

mercados

Varejo: Alta renda deve manter moda premium como líder em resultados

Empresas do varejo voltadas para o público de alta renda serão destaques positivos na temporada de balanços do 1º trimestre, dizem analistas

Varejo: Alta renda deve manter moda premium como líder em resultados
maria-luiza

Atualizado há 17 dias

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 3 de maio – Lojas e marcas premium de moda devem continuar na liderança do setor do varejo nos balanços do primeiro trimestre, apoiadas no poder de compra de seu público, mesmo em meio às pressões inflacionárias que impactam suas margens.

Empresas voltadas para o público de alta renda serão destaques positivos na temporada de balanços do primeiro trimestre, apoiadas pela demanda sólida e a capacidade de elevar seus preços para proteger sua rentabilidade do aumento de custos, explicam analistas da XP em relatório.

O Credit Suisse espera impulso na receita líquida da Arezzo, bem como uma demanda mais consistente entre os nomes de vestuário, embora sofram pressão de margem. “Esperamos que a Arezzo & Co entregue o resultado mais forte, com crescimento de alta qualidade em todas as suas marcas, com as vendas crescendo 60% na base anual”, diz em relatório.

Em linha, Vivara, Grupo Soma, Grupo SBF e Lojas Renner se beneficiarão seguindo o mesmo racional. A Renner deve ver aumento de 64,2% no conceito mesmas lojas, de acordo com estimativa do Bradesco BBI.

Neste ano, a economia brasileira tem mostrado sinais crescentes de estresse devido ao aumento do custo de vida em meio a um comportamento errático do comércio na esteira da maior inflação, as altas de juros e a incerteza gerada pela eleição presidencial de outubro.

Lojas Renner, Arezzo, C&A Brasil e Alpargatas abrem os balanços do varejo de moda nessa quinta-feira, 5 de maio. Grupo SBF e Vivara reportam resultados no dia 10, seguidas pela Marisa Lojas no dia 11. Em 12 de maio, será a vez de Grupo Soma e Guararapes.

Varejo alimentar

O varejo alimentar deve apresentar resultados positivos, em linha com o desempenho sólido de vendas visto nas prévias, sobretudo para Carrefour Brasil, impulsionado pela divisão de atacarejo Atacadão, e Assaí, que devem manter margens robustas.

A XP, porém, prevê queda de 57% no lucro líquido da rede Assaí, “impactado pela maior alavancagem da companhia para financiar a aquisição de lojas do Extra, o que ainda não está contribuindo para o resultado, combinado à alta de juros”, disse em relatório.

No varejo alimentício, GPA reporta resultados nesta quarta-feira, 4 de maio, seguido por Carrefour Brasil, na quinta, por Grupo Mateus no dia 9 e Assaí no dia 10.

E-commerce

O crescimento do volume bruto de mercadores do e-commerce deve desacelerar na base anual e diminuir na base sequencial, à medida que a administração das empresas foca na rentabilidade, segundo analistas do Credit Suisse e do Bradesco BBI. A operação das lojas físicas deve melhorar na base anual.

Após um quarto trimestre difícil, o BBI espera melhora sequencial nas margens de Magazine Luiza e Via, diante de aumentos de preços, juros maiores sendo incorporados aos preços ou cobrados em algumas parcelas, menor número de parcelas disponíveis e promoções menores. Todas essas iniciativas ajudam as margens, mas não suportam o crescimento.

“Não enxergo melhora para os próximos trimestres, justamente pela dependência de venda de itens da chamada linha branca, os eletrodomésticos, cuja compra é prejudicada pela queda no poder aquisitivo do consumidor, com a inflação, e pela dificuldade de parcelamento, com a alta nos juros”, diz Victoria Minatto, da Benndorf Research.

O destaque positivo da categoria fica com a Americanas, que tem menor exposição à linha branca e móveis e, além disso, é o player com menor ticket médio – aspecto positivo em meio ao ambiente inflacionário –, de acordo com o Inter Research.

A Via reporta seus resultados em 9 de maio. A Americanas divulga balanço no dia 12, e a Magazine Luiza no dia 16.

Texto: Maria Luiza Dourado
Edição: Guillermo Parra-Bernal
Imagem: Vinicius Martins / Mover

Nesta matéria

ARZZ3

AREZZO IND�STRIA E COM�RC...

80,96

-1,19

-1,46%

Relacionadas

LREN3

LOJAS RENNER S.A.

25,79

-0,04

-0,15%

VIVA3

VIVARA PARTICIPA�OES S.A

24,49

-0,81

-3,31%

SOMA3

GRUPO DE MODA SOMA S.A.

11,07

-0,24

-2,17%

SBFG3

GRUPO SBF SA

23,36

-0,14

-0,60%

CRFB3

ATACAD�O S.A.

19,54

0,07

+0,35%

ASAI3

SENDAS DISTRIBUIDORA S.A.

15,40

0,27

+1,74%

PCAR3

CIA BRASILEIRA DE DISTRIB...

20,44

-0,14

-0,68%

MGLU3

MAGAZINE LUIZA S.A.

3,73

-0,12

-3,21%

VIIA3

VIA S.A

3,00

-0,02

-0,66%

AMER3

AMERICANAS S.A

23,18

0,04

+0,17%

ALPA4

ALPARGATAS S.A.

20,79

-0,41

-1,97%

CEAB3

CEA MODAS S.A.

3,04

-0,13

-4,24%

GUAR3

GUARARAPES CONFECCOES S.A...

8,35

-0,12

-1,44%

Powered by

Análise de Investimentos

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.