IBOV

101.915,45 pts

-0,87%

SP500

4.621,71 pts

+1,20%

DJIA

34.792,48 pts

+0,90%

NASDAQ

16.371,70 pts

+1,46%

IFIX

2.578,40 pts

+0,56%

BRENT

US$ 72,36

+4,51%

IO62

¥ 624,00

+1,63%

TRAD3

R$ 7,89

+1,02%

ABEV3

R$ 16,06

-1,65%

AMER3

R$ 30,32

-3,68%

ASAI3

R$ 12,75

-2,44%

AZUL4

R$ 23,38

-0,76%

B3SA3

R$ 11,11

-3,47%

BIDI11

R$ 36,23

-4,60%

BBSE3

R$ 20,88

-2,20%

BRML3

R$ 7,90

+0,12%

BBDC3

R$ 17,02

-2,57%

BBDC4

R$ 19,91

-1,92%

BRAP4

R$ 49,75

+0,79%

BBAS3

R$ 31,84

+3,04%

BRKM5

R$ 50,05

-3,80%

BRFS3

R$ 19,75

-2,66%

BPAC11

R$ 20,94

-2,10%

CRFB3

R$ 15,33

-1,41%

CCRO3

R$ 12,31

+7,04%

CMIG4

R$ 13,14

-2,52%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,08

+0,00%

COGN3

R$ 2,48

+2,47%

CPLE6

R$ 6,14

+0,16%

CSAN3

R$ 21,25

-1,30%

CPFE3

R$ 26,40

+0,18%

CVCB3

R$ 13,62

-6,64%

CYRE3

R$ 13,60

-3,06%

ECOR3

R$ 8,30

+0,60%

ELET3

R$ 32,63

-0,54%

ELET6

R$ 32,05

-0,80%

EMBR3

R$ 19,14

-3,03%

ENBR3

R$ 21,40

-0,41%

ENGI11

R$ 45,49

+0,35%

ENEV3

R$ 13,95

-2,17%

EGIE3

R$ 38,53

-0,64%

EQTL3

R$ 22,57

-1,52%

EZTC3

R$ 18,14

-1,41%

FLRY3

R$ 17,47

-2,72%

GGBR4

R$ 25,71

-0,50%

GOAU4

R$ 10,65

-1,20%

GOLL4

R$ 16,00

+2,43%

NTCO3

R$ 26,69

-0,78%

HAPV3

R$ 10,91

-4,88%

HYPE3

R$ 27,12

-0,80%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 61,46

-4,34%

IRBR3

R$ 4,31

+2,86%

ITSA4

R$ 9,67

-1,92%

ITUB4

R$ 22,38

-1,32%

JBSS3

R$ 35,65

+2,61%

JHSF3

R$ 4,70

-3,09%

KLBN11

R$ 23,87

+0,20%

RENT3

R$ 51,11

-2,81%

LCAM3

R$ 23,17

-1,40%

LWSA3

R$ 13,19

-10,39%

LAME4

R$ 5,47

-3,52%

LREN3

R$ 28,45

-1,31%

MGLU3

R$ 7,80

-2,74%

MRFG3

R$ 23,57

-0,92%

BEEF3

R$ 8,58

-1,37%

MRVE3

R$ 11,09

-1,07%

MULT3

R$ 19,60

-0,45%

PCAR3

R$ 22,40

-3,07%

PETR3

R$ 30,14

-0,62%

PETR4

R$ 29,43

-0,27%

VBBR3

21,76

+0,41%

PRIO3

R$ 20,29

-2,96%

QUAL3

R$ 15,73

-2,72%

RADL3

R$ 22,38

-1,40%

RAIL3

R$ 17,57

-0,34%

SBSP3

R$ 33,68

-1,63%

SANB11

R$ 32,96

-2,05%

CSNA3

R$ 21,76

-3,28%

SULA11

R$ 24,96

-2,04%

SUZB3

R$ 56,16

+0,69%

TAEE11

R$ 36,03

-0,74%

VIVT3

R$ 50,29

+0,05%

TIMS3

R$ 13,80

-0,71%

TOTS3

R$ 31,69

-1,97%

UGPA3

R$ 14,43

+1,05%

USIM5

R$ 13,59

-1,01%

VALE3

R$ 69,95

+0,67%

VIIA3

R$ 5,67

-2,57%

WEGE3

R$ 32,23

-0,76%

YDUQ3

R$ 21,83

+4,30%

IBOV

101.915,45 pts

-0,87%

SP500

4.621,71 pts

+1,20%

DJIA

34.792,48 pts

+0,90%

NASDAQ

16.371,70 pts

+1,46%

IFIX

2.578,40 pts

+0,56%

BRENT

US$ 72,36

+4,51%

IO62

¥ 624,00

+1,63%

TRAD3

R$ 7,89

+1,02%

ABEV3

R$ 16,06

-1,65%

AMER3

R$ 30,32

-3,68%

ASAI3

R$ 12,75

-2,44%

AZUL4

R$ 23,38

-0,76%

B3SA3

R$ 11,11

-3,47%

BIDI11

R$ 36,23

-4,60%

BBSE3

R$ 20,88

-2,20%

BRML3

R$ 7,90

+0,12%

BBDC3

R$ 17,02

-2,57%

BBDC4

R$ 19,91

-1,92%

BRAP4

R$ 49,75

+0,79%

BBAS3

R$ 31,84

+3,04%

BRKM5

R$ 50,05

-3,80%

BRFS3

R$ 19,75

-2,66%

BPAC11

R$ 20,94

-2,10%

CRFB3

R$ 15,33

-1,41%

CCRO3

R$ 12,31

+7,04%

CMIG4

R$ 13,14

-2,52%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,08

+0,00%

COGN3

R$ 2,48

+2,47%

CPLE6

R$ 6,14

+0,16%

CSAN3

R$ 21,25

-1,30%

CPFE3

R$ 26,40

+0,18%

CVCB3

R$ 13,62

-6,64%

CYRE3

R$ 13,60

-3,06%

ECOR3

R$ 8,30

+0,60%

ELET3

R$ 32,63

-0,54%

ELET6

R$ 32,05

-0,80%

EMBR3

R$ 19,14

-3,03%

ENBR3

R$ 21,40

-0,41%

ENGI11

R$ 45,49

+0,35%

ENEV3

R$ 13,95

-2,17%

EGIE3

R$ 38,53

-0,64%

EQTL3

R$ 22,57

-1,52%

EZTC3

R$ 18,14

-1,41%

FLRY3

R$ 17,47

-2,72%

GGBR4

R$ 25,71

-0,50%

GOAU4

R$ 10,65

-1,20%

GOLL4

R$ 16,00

+2,43%

NTCO3

R$ 26,69

-0,78%

HAPV3

R$ 10,91

-4,88%

HYPE3

R$ 27,12

-0,80%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 61,46

-4,34%

IRBR3

R$ 4,31

+2,86%

ITSA4

R$ 9,67

-1,92%

ITUB4

R$ 22,38

-1,32%

JBSS3

R$ 35,65

+2,61%

JHSF3

R$ 4,70

-3,09%

KLBN11

R$ 23,87

+0,20%

RENT3

R$ 51,11

-2,81%

LCAM3

R$ 23,17

-1,40%

LWSA3

R$ 13,19

-10,39%

LAME4

R$ 5,47

-3,52%

LREN3

R$ 28,45

-1,31%

MGLU3

R$ 7,80

-2,74%

MRFG3

R$ 23,57

-0,92%

BEEF3

R$ 8,58

-1,37%

MRVE3

R$ 11,09

-1,07%

MULT3

R$ 19,60

-0,45%

PCAR3

R$ 22,40

-3,07%

PETR3

R$ 30,14

-0,62%

PETR4

R$ 29,43

-0,27%

VBBR3

21,76

+0,41%

PRIO3

R$ 20,29

-2,96%

QUAL3

R$ 15,73

-2,72%

RADL3

R$ 22,38

-1,40%

RAIL3

R$ 17,57

-0,34%

SBSP3

R$ 33,68

-1,63%

SANB11

R$ 32,96

-2,05%

CSNA3

R$ 21,76

-3,28%

SULA11

R$ 24,96

-2,04%

SUZB3

R$ 56,16

+0,69%

TAEE11

R$ 36,03

-0,74%

VIVT3

R$ 50,29

+0,05%

TIMS3

R$ 13,80

-0,71%

TOTS3

R$ 31,69

-1,97%

UGPA3

R$ 14,43

+1,05%

USIM5

R$ 13,59

-1,01%

VALE3

R$ 69,95

+0,67%

VIIA3

R$ 5,67

-2,57%

WEGE3

R$ 32,23

-0,76%

YDUQ3

R$ 21,83

+4,30%

Atualizado há cerca de 1 mês

Ícone de compartilhamento
Rio de Janeiro, 19 de outubro – A gestora Safari Capital enxerga riscos para o cumprimento do Teto de Gastos e preocupações fiscais com o novo valor de R$400 do Auxílio Brasil. O programa de transferência de renda que substituirá o Bolsa Família deve ser anunciado nesta tarde pelo presidente Jair Bolsonaro.

“Quando olhamos para a definição do novo Auxílio Brasil e a pressão fiscal que vamos ter, acho que R$400 é uma derrota para o time econômico, pois eles queriam R$300 para ficar dentro do Teto. Até que ponto vai essa derrota para o ministro Paulo Guedes? Quanto isso tira de credibilidade da equipe econômica? O maior risco é não ficar em R$30 bilhões, mas abrir ainda mais o Teto de Gastos e cair em populismo fiscal”, avalia o estrategista da Safari Capital Elsom Yassuda, em entrevista à TC Rádio.

Ainda em relação ao mercado doméstico, Yassuda falou sobre a reunião da Câmara nesta terça-feira para votar a PEC dos Precatórios, com dívidas da União que já somam mais de R$ 89 bilhões a serem pagos em 2022.

“A gente vai ter de saber exatamente se, para pagar os R$400 do Auxílio Brasil, o governo vai optar por criar uma exceção no Teto de Gastos por meio da PEC. O mais provável é pela modificação na Constituição ou carona na PEC dos Precatórios, alguma autorização para gastar mais fora do Teto para cobrir esses R$100 a mais no Bolsa [Família] ao longo de 2022”, afirmou.

Economia chinesa

Durante a entrevista, o estrategista fez uma análise dos dados da China, cujo crescimento teve uma desaceleração mais significativa que a esperada no terceiro trimestre, em um cenário de crise energética e com o setor imobiliário sofrendo políticas mais rigorosas. O crescimento foi de 4,9% na base anual ante consenso de 5,2%.

“Acredito que foi o pior trimestre com desaceleração grande se somado à crise energética e ao arranjo imobiliário. Havia restrição dos bancos em emprestarem para as incorporadoras e as metas já estão mais flexíveis. No mercado energético, já tinham parado a produção de carvão, com uma economia mais limpa. O ritmo dessa transformação vai ser mais lenta. Temos chance de um espaço para uma política monetária mais expansionista”, afirmou, citando que vislumbra um crescimento maior no quarto trimestre.

Para Yassuda, uma parte do choque chinês já repercutiu no Brasil, reflexo principalmente do minério de ferro. Ainda assim, ele não acredita em muitos problemas nas commodities agrícolas, ainda que haja ruídos. “Não seria aqui que veríamos desaceleração pela demanda chinesa”, pontuou.

Texto: Cintia Thomaz

Edição: Nicolas Nogueira e Stéfanie Rigamonti

Arte: Vinicius Martins / Mover

image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.