IBOV

110.672,76 pts

-3,28%

SP500

4.521,84 pts

+0,79%

DJIA

35.462,84 pts

+0,57%

NASDAQ

15.410,66 pts

+0,72%

IFIX

2.740,06 pts

-0,27%

BRENT

US$ 84,98

+0,77%

IO62

¥ 709,50

+0,42%

TRAD3

R$ 8,14

-4,23%

ABEV3

R$ 15,14

-3,07%

AMER3

R$ 39,03

-0,10%

ASAI3

R$ 16,55

-2,41%

AZUL4

R$ 30,80

-10,36%

B3SA3

R$ 12,52

-3,09%

BIDI11

R$ 45,02

-6,79%

BBSE3

R$ 21,26

-1,93%

BRML3

R$ 8,14

-5,12%

BBDC3

R$ 17,87

-3,30%

BBDC4

R$ 20,98

-3,09%

BRAP4

R$ 53,19

-1,88%

BBAS3

R$ 30,63

-4,90%

BRKM5

R$ 57,49

-2,82%

BRFS3

R$ 24,06

-4,10%

BPAC11

R$ 24,18

-5,54%

CRFB3

R$ 18,07

-3,52%

CCRO3

R$ 12,21

-4,00%

CMIG4

R$ 14,77

-2,25%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,37

-9,19%

COGN3

R$ 2,90

-6,75%

CPLE6

R$ 6,64

-1,77%

CSAN3

R$ 22,55

-3,05%

CPFE3

R$ 26,07

-2,02%

CVCB3

R$ 18,86

-5,55%

CYRE3

R$ 16,90

-7,19%

ECOR3

R$ 9,52

-5,08%

ELET3

R$ 39,15

-3,59%

ELET6

R$ 39,26

-3,18%

EMBR3

R$ 24,94

-2,80%

ENBR3

R$ 19,00

-1,60%

ENGI11

R$ 44,10

-4,23%

ENEV3

R$ 14,76

-3,52%

EGIE3

R$ 38,24

-1,03%

EQTL3

R$ 24,24

-2,14%

EZTC3

R$ 21,97

-6,74%

FLRY3

R$ 20,53

-4,82%

GGBR4

R$ 27,83

-1,24%

GOAU4

R$ 12,60

-1,71%

GOLL4

R$ 18,80

-7,38%

NTCO3

R$ 40,32

-6,47%

HAPV3

R$ 12,08

-4,12%

HYPE3

R$ 29,23

-4,10%

IGTA3

R$ 31,86

-5,96%

GNDI3

R$ 68,20

-4,42%

IRBR3

R$ 5,13

-1,72%

ITSA4

R$ 10,91

-3,70%

ITUB4

R$ 24,34

-2,36%

JBSS3

R$ 37,93

-1,50%

JHSF3

R$ 5,77

-5,56%

KLBN11

R$ 22,36

-2,78%

RENT3

R$ 53,57

-4,76%

LCAM3

R$ 23,70

-5,69%

LWSA3

R$ 21,37

-7,04%

LAME4

R$ 6,31

-1,56%

LREN3

R$ 34,43

-4,33%

MGLU3

R$ 13,73

-3,85%

MRFG3

R$ 26,02

-1,77%

BEEF3

R$ 10,10

-2,60%

MRVE3

R$ 11,60

-7,05%

MULT3

R$ 19,50

-4,69%

PCAR3

R$ 28,82

-0,48%

PETR3

R$ 28,88

-4,37%

PETR4

R$ 28,01

-4,88%

BRDT3

R$ 23,24

-6,02%

PRIO3

R$ 26,77

-1,43%

QUAL3

R$ 18,33

-4,97%

RADL3

R$ 22,26

-1,98%

RAIL3

R$ 17,58

-3,46%

SBSP3

R$ 38,02

-2,16%

SANB11

R$ 34,93

-4,30%

CSNA3

R$ 25,67

-2,94%

SULA11

R$ 25,48

-3,26%

SUZB3

R$ 48,73

-2,14%

TAEE11

R$ 37,49

-1,26%

VIVT3

R$ 45,91

-1,16%

TIMS3

R$ 12,26

-1,76%

TOTS3

R$ 34,39

-3,93%

UGPA3

R$ 14,61

-5,25%

USIM5

R$ 15,59

-3,04%

VALE3

R$ 79,00

-1,15%

VIIA3

R$ 7,80

-4,64%

WEGE3

R$ 39,35

-2,50%

YDUQ3

R$ 25,17

-6,81%

IBOV

110.672,76 pts

-3,28%

SP500

4.521,84 pts

+0,79%

DJIA

35.462,84 pts

+0,57%

NASDAQ

15.410,66 pts

+0,72%

IFIX

2.740,06 pts

-0,27%

BRENT

US$ 84,98

+0,77%

IO62

¥ 709,50

+0,42%

TRAD3

R$ 8,14

-4,23%

ABEV3

R$ 15,14

-3,07%

AMER3

R$ 39,03

-0,10%

ASAI3

R$ 16,55

-2,41%

AZUL4

R$ 30,80

-10,36%

B3SA3

R$ 12,52

-3,09%

BIDI11

R$ 45,02

-6,79%

BBSE3

R$ 21,26

-1,93%

BRML3

R$ 8,14

-5,12%

BBDC3

R$ 17,87

-3,30%

BBDC4

R$ 20,98

-3,09%

BRAP4

R$ 53,19

-1,88%

BBAS3

R$ 30,63

-4,90%

BRKM5

R$ 57,49

-2,82%

BRFS3

R$ 24,06

-4,10%

BPAC11

R$ 24,18

-5,54%

CRFB3

R$ 18,07

-3,52%

CCRO3

R$ 12,21

-4,00%

CMIG4

R$ 14,77

-2,25%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,37

-9,19%

COGN3

R$ 2,90

-6,75%

CPLE6

R$ 6,64

-1,77%

CSAN3

R$ 22,55

-3,05%

CPFE3

R$ 26,07

-2,02%

CVCB3

R$ 18,86

-5,55%

CYRE3

R$ 16,90

-7,19%

ECOR3

R$ 9,52

-5,08%

ELET3

R$ 39,15

-3,59%

ELET6

R$ 39,26

-3,18%

EMBR3

R$ 24,94

-2,80%

ENBR3

R$ 19,00

-1,60%

ENGI11

R$ 44,10

-4,23%

ENEV3

R$ 14,76

-3,52%

EGIE3

R$ 38,24

-1,03%

EQTL3

R$ 24,24

-2,14%

EZTC3

R$ 21,97

-6,74%

FLRY3

R$ 20,53

-4,82%

GGBR4

R$ 27,83

-1,24%

GOAU4

R$ 12,60

-1,71%

GOLL4

R$ 18,80

-7,38%

NTCO3

R$ 40,32

-6,47%

HAPV3

R$ 12,08

-4,12%

HYPE3

R$ 29,23

-4,10%

IGTA3

R$ 31,86

-5,96%

GNDI3

R$ 68,20

-4,42%

IRBR3

R$ 5,13

-1,72%

ITSA4

R$ 10,91

-3,70%

ITUB4

R$ 24,34

-2,36%

JBSS3

R$ 37,93

-1,50%

JHSF3

R$ 5,77

-5,56%

KLBN11

R$ 22,36

-2,78%

RENT3

R$ 53,57

-4,76%

LCAM3

R$ 23,70

-5,69%

LWSA3

R$ 21,37

-7,04%

LAME4

R$ 6,31

-1,56%

LREN3

R$ 34,43

-4,33%

MGLU3

R$ 13,73

-3,85%

MRFG3

R$ 26,02

-1,77%

BEEF3

R$ 10,10

-2,60%

MRVE3

R$ 11,60

-7,05%

MULT3

R$ 19,50

-4,69%

PCAR3

R$ 28,82

-0,48%

PETR3

R$ 28,88

-4,37%

PETR4

R$ 28,01

-4,88%

BRDT3

R$ 23,24

-6,02%

PRIO3

R$ 26,77

-1,43%

QUAL3

R$ 18,33

-4,97%

RADL3

R$ 22,26

-1,98%

RAIL3

R$ 17,58

-3,46%

SBSP3

R$ 38,02

-2,16%

SANB11

R$ 34,93

-4,30%

CSNA3

R$ 25,67

-2,94%

SULA11

R$ 25,48

-3,26%

SUZB3

R$ 48,73

-2,14%

TAEE11

R$ 37,49

-1,26%

VIVT3

R$ 45,91

-1,16%

TIMS3

R$ 12,26

-1,76%

TOTS3

R$ 34,39

-3,93%

UGPA3

R$ 14,61

-5,25%

USIM5

R$ 15,59

-3,04%

VALE3

R$ 79,00

-1,15%

VIIA3

R$ 7,80

-4,64%

WEGE3

R$ 39,35

-2,50%

YDUQ3

R$ 25,17

-6,81%

Atualizado há 4 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 5 de julho – A desaprovação do governo Jair Bolsonaro subiu de 51,40% para 62,50%, segundo dados da pesquisa CNT/MDA divulgados nesta segunda-feira, 5, sugerindo maior desgaste com a Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga as ações do governo na pandemia, a CPI da Covid.

Os desdobramentos da CPI da Covid, somados ao pedido de abertura de inquérito pelo suposto crime de prevaricação contra o presidente, impulsionaram os resultados do levantamento.

Alta na desaprovação do governo ocorre junto com melhora das chances do ex-presidente Lula

Além da desaprovação do governo, o levantamento também analisou as intenções de voto para as eleições de 2022. Segundo a pesquisa, 61,80% dos entrevistados não votariam de maneira nenhuma no atual presidente e, para a parcela de 45,10%, o mais importante é que ele não seja reeleito. Em paralelo, as chances do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva sobem, refletindo o contexto desfavorável ao Palácio do Planalto.

Em um possível primeiro turno entre os dois, Lula venceria com 41,30% contra 26,60% de Jair Bolsonaro. No segundo turno, o petista teria 52,60% das intenções de voto contra 33,30% do presidente. Ainda assim, 44,50% dos entrevistados afirmam não votar em Lula de jeito nenhum, conforme a CNT/MDA.

A alta na desaprovação do governo também ocorreu em outras pesquisas. No entanto, o presidente da Câmara, Arthur Lira, tem reiterado que não é hora para abrir um processo de impeachment e apontado que a pauta econômica caminhará.

Cientistas políticos consideram que o governo tem tempo para recuperar aprovação

A pesquisa destaca também que 56,50% das pessoas ouvidas estão preocupadas com a renda familiar que, segundo elas, apresentou queda. O auxílio emergencial é a preocupação de 74,60% dos entrevistados. Em paralelo, 88,20% acreditam que o avanço da vacinação contribuirá para o fortalecimento da economia.

Em oposição à desaprovação do governo, a aprovação ficou em 27,70%, contra 32,90% no levantamento anterior. Esta margem é considerada por cientistas políticos como inviável para tentativas de impeachment e garante Jair Bolsonaro no segundo turno, o que indica tempo para o Executivo se recuperar, beneficiando-se do avanço da vacinação, da prorrogação do auxílio emergencial, da possível criação do novo Bolsa Família e da votação de reformas e privatizações.

Texto: Cíntia Thomaz
Edição: Leopoldo Vieira e João Pedro Malar
Arte:  Vinícius Martins / TC Mover


Leia também

Petrobras elevará preços dos combustíveis, dizem fontes

Serviços mostram recuperação pela primeira vez em seis meses

Semana curta destaca ata do FOMC e Opep+; inflação, CPI da Covid no radar: Espresso

image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.